Cada Dia, o Ano Todo!
Novembro
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

10.31 oc...Reforma
11. 01 Quem são os santos ? oc...
11. 02 Oc..Dia dos Mortos
11.15 Oc...República
11. 15 Antecipe o Natal nov dks
10.29 oc...Reforma e Apocalipse
26b MUDANÇAS rfx
11.19 Oc...Bandeira, para quê?
26c.Desejar não basta rfx
28 DETERMINADOS
29 .Em tese, rfx
30 .Onde quer chegar?
32.Profecias rfx
11.15 Oc...ESCOLHAS
11.01 Oc...Idolatria,Hist
11.01 Oc_ Origem do dia dos Mortos
11.20 Oc..Consciência negra,
27. Onde quer chegar ?
* 07 20 H, na Lua oc
10.31 oc ...Esclarecendo
7-O reino de Deus (jan)
26a.FECHADO PARA BALANÇO rfx
Dentro.Fora da IGREJA oc
11.14 ...ORA, BRASIL !
Oc ...Dia da Bíblia esc
10.30 Oc...Cinco 'Solas' ...
11.19 ...Símbolos Nacionais d.e
11.20 Oc...Negros ilustres
26d.Tempo de prosseguir oc
11.09 Pré Festas oc
31.Tempo de Mudar oc
26e.O que vc aprende...
Converse com seu filho oc
 



Ts... Culpa eliminada ? cL

cL    TS    Perdão que vence a culpa    não copiou o logotipo: 

“Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo“.

( Epístola do Apostolo Paulo aos(Romanos 8.1 )

O sentimento de culpa atormenta-nos a todos, religiosos ou não.
                  A maneira humana de lidar com a culpa é a expiação
1-  Os estudiosos da “psiquê” humana asseveram que muitas doenças físicas e psíquicas, aciden-tes e frustrações na vida pessoal e profissio-nal são tentativas de auto-expiação; isto é, uma forma de punição que o sofredor se auto-impõe com o propósito de “saldar a dívida” advinda da culpa.

2- O moralista usa a sua religiosidade, ou código moral, a fim de reprimir a culpa. Contudo, reprimir, esconder, projetar ou negar a culpa, não resolve os tormentos com os quais sofre a mente culpada.
3- O que se sente “pecador” e “miseravelmente,desgraçadamente” culpado, por sua vez, busca livrar-se da culpa mediante a expressão pública das suas faltas. Quase sempre, contudo, este mecanismo revela-se como falsa humildade ou pseudo-arrependimento, haja vista que a autocomiseração  e também   é uma tentativa de auto-expiação.

O caminho para a solução do problema da culpa é simples!
No Evangelho de Jesus Cristo, aliás, tudo é demasiadamente simples!
O início da caminhada depende, contudo, da decisão humana de romper com seus mecanismos de defesa e de auto-expiação e assumir a responsa-bilidade pessoal pelas faltas cometidas, transgressões, erros e delitos.
   
Reconhecer a culpa e a insuficiência dos nossos esforços de auto-expiação é fundamental 
                                        -  mas não é suficiente.
A Palavra de Deus ensina-nos que
Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a nossa injustiça” (I João 1.9). Confessar, contudo, não é simplesmente fazer um relato das faltas, como se Deus precisasse ser informado sobre nossos atos. Afinal, Ele conhece todas as coisas (Hebreus 4.13). Confessar é acima de tudo concordar com Deus no fato de que meus erros transgridem a Sua vontade, reconhecer que sou merecedor da condenação, crer que Jesus Cristo se fez condenação em meu lugar, efetuando o pagamento da minha dívida ao levar sobre si a minha culpa, e decidir voluntariamente e prazerosamente cumprir a Sua vontade.

Não existe confissão verdadeira sem arrependimento verdadeiro. Arrependimento é o reconhecimento da culpa. É despojar-me das máscaras e das sutilezas auto-expiatórias da repressão e autocomiseração e crer na obra propiciatória de Cristo. O senso de culpa que nos leva a Deus nos revela, assim, o seu amor e o seu perdão. A confissão, fruto de sincero arrependimento, traz-nos o perdão de Deus; este, por sua vez, vence a culpa e nos traz a paz! Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”. (Romanos 5.1)

Por isso o apóstolo Paulo, depois ter exclamado o desespero causado pela culpa (Romanos 7.21-24), escreveu: “Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo“. (Romanos 8.1)

Não obstante a obra de Deus ser perfeita, o que fora perdoado pode reter na memória a culpa pelos seus erros e fracassos! Ainda que perdoado, o cristão pode viver continuamente acuado pelas lembranças de seus erros, penalizando-se e sofrendo os danos da auto-acusação. A fé em Cristo, contudo, não apenas nos livra da condenação, mas também da acusação. “(...) se o nosso coração nos acusar, certamente Deus é maior do que o nosso coração” (I João 3.20); e ainda: “Pois, para com suas iniqüidades, usarei misericórdia e dos seus pecados jamais me lembrarei” (Hebreus 8.12).

Ezio Martins de Lima, rev.

Igreja Presbiterana Independente Central de Brasília  #

 








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2017 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.