Cada Dia, o Ano Todo!
Junho
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

12 de junho Dia dos Namorados *oc
06 19 Corpo de Cristo oc
FOME de AMOR oc cs
Dentro.Fora da IGREJA oc
06 12 'paixonite' ACABA oc rfx
06 20 O que é CORPUS CHRISTI ? oc
VerddS : importa saber oc cs
07 de abril Hist oc
é FERIADO oc
 



CINCO LINGUAGENS DO AMOR

SUGESTAO: COPIE e COLE NO SEU COMPUTER e IMPRIMA     FRENTE /  VERSO

     >    respeite direitos autorais:  sempre cite a fonte

             >  smile    J   indica apartes do site

 

  CINCO LINGUAGENS DO AMOR     Gary Chapman   ED Mundo cristão

 

* O QUE ACONTECE COM O AMOR APÓS O  CASAMENTO ?   A  ênfase em se manter o amor romântico...é realmente necessária ?  

-  O que impede os casais de colocarem em prática os  princípios que tomaram conhecimento em cursos e livros?  

             Alguns tentam, mas desistem por não serem bem sucedidos       POR QUE ?

* O autor explica que. há diferentes linguagens de amor e, como na linguagem falada,  cada um se sente mais à vontade e entende melhor a sua língua materna: a que aprendeu quando era criança.    

 

* Acontece que, além da diferença homem / mulher, cada um expressa amor do jeito que recebeu amor, que Aprendeu a amar, ou não!       #  Como se resolve esse  dilema ?  
   CADA UM PRECISA APRENDER A LINGUAGEM DE AMOR DE SEU CÔNJUGE !

 

*É na primeira infância que se desenvolvem formas emocionais únicas, de acordo com o temperamento e as formas de tratamento recebidas. Assim:  

a) crianças amadas: desenvolvem linguagem saudável de amor emocional

b) crianças não amadas: aprendem linguagem distorcida e doentia de amor  

*Diferença na linguagem do amor é uma entre tantas  
                  - que cada casal encontra e  precisa aprender a lidar  na vida em comum.      

 

Cap 2   Definindo o termo   AMOR
1 - Sentimento?
Como o mundo  alega  ou      2- Atitude: cf a Bíblia, 1 Co 13
                            
J O autor não entra no mérito da questão.
      - Fato aceito por todos é  que o AMOR é essencial em todos os aspectos: físico, psicológico, espiritual.

          - Sem AMOR, impossível haver desenvolvimento saudável e  equilibrado

- O casamento foi instituído por Deus para suprir necessidade básica do  ser humano de afeto e intimidade  J Entre outras, ex: lugar, pertencer,

relacionamento espiritual, trabalho, cuidado, limites, liberdade de escolha, senso de responsabilidade, expressão de criatividade, domínio, procriação,
companheirismo, etc     # interessante estudo nas entrelinhas de Gn 1 a 3  

 

  tornar-se uma só carne’  diz mais do que apenas o ato sexual.  J  Fala de profundo entrosamento: expandir-se  e perder-se no outro,  de  cuidado (especialmente ao homem,  Ef 5.28-29)  

-‘O isolamento é devastador’ (até aos animais) sendo a pior das punições

            AMOR = afeto e intimidade é necessidade básica independente de idade 

Essa necessidade básica pode ser comparada ao tanque de combustível de um carro: ‘sem combustível... J  não  anda,  é só frustração’ _ precisa ficar atento aos sinais de que está ficando vazio _   andar na reserva é perigoso _ andar sem combustível pode causar danos irreparáveis: ex: funde o motor, acaba com o carro!   
                                                                   
JOÃO 13.13, 1Co 13.13 

 

Cap 3   A EUFÓRICA EXPERIÊNCIA DE APAIXONAR-SE

 

-Em geral, as pessoas casam por estarem APAIXONADAS: algo naquele alguém despertou  uma espécie de sistema de alarme interior que gera uma sensação de euforia.  J  Todos conhecemos os sintomas...   pg 28-29    Mas, esse  amor não é eterno ( dura cerca de 2 anos, pg 30)  J Ainda bem, pois o mundo iria à falência se todos sofressem de constante obsessão romântica,  ao mesmo tempo. Pg 31   

         #   Nem a observação da patente realidade ao redor faz os apaixonados pensarem  que, com eles, acontecerá o mesmo!    J  Penso ser função da igreja, e dos mais experientes INFORMAR  aos ‘pombinhos’ ser natural e esperado que tal sensação passe  e eles precisam estar preparados para continuarem  juntos,  MESMO ASSIM !.   É questão até de HUMANIDADE!   

(Resumindo a idéia de outro livro: Acabada a paixão é preciso Aprender a amar!  Mc Dow ?)

 

- Motivos de frustração no casamento: Falta  de informação,  Falso conceito de amor (eterno)  e
                                                                             Expectativas irreais (pg 32)

 

-           

-           

-           

-           

-          APAIXONAR-SE não é amor verdadeiro por  3 razões:    

 i) é involuntário   J  irracional (absolutamente fora do senso - comum) 

                                   irresponsável ( simplesmente ACONTECE !) 

ii) ‘não implica em nenhuma participação de nossa parte’ no sentido de que não se pode fazer nada para que a gente se apaixone por alguém

iii) é sentimento egoísta: visa acabar com a solidão pessoal e
                                          ACHA que ter encontrado
a pessoa  perfeita ( ideal) PARA SI .  Pg 33
J  apaixonar-se é algo instintivo colocado por Deus no ser humano que o faz  ir de encontro ao outro para se completar:   ELA volta ao seu lugar de origem sob  a ‘asa’ do homem, 
                         ELE só está completo tendo a esposa em seus braços, Gn 2.21

- Voltando a si desse estado APAIXONADO, há duas opções:

    1- estar destinado a vida miserável com o cônjuge  (opção mais comum antigamente)

    2- separa-se e buscar nova união, agora de modo mais consciente   (opção mais comum hoje em dia)   

Porém, há uma terceira: encontrada por muitos que se EMPENHARAM em buscá-la
                    
J difícil,  pois requer  EMPENHO !       

*Toda a questão se resume em saber fazer a transição  do amor passional e emotivo para o amor racional e volitivo  pg 35 Esse tipo de amor tem início com uma atitude: o modo de pensar! Esse tipo de amor diz:  -    ‘Sou casado com você e escolho lutar por seus interesses’  pg 35 
                  
J    desde que isso não me destrua completamente! 

 

Cada um tem duas opções:

1- ACHAR tão estéril  e forçado J por isso não se importa de  fazer algo para melhorar seu relacionamento e  se conforma em viver  frustrado, em conformismo amargurado ou em busca do que nunca irá encontrar, em sucessivas tentativas, -  até que desista   ou   se decida pela segunda opção 


2- RESOLVER APRENDER  e DECIDIR   SUPRIR A NECESSIDADE AFETIVA DO OUTRO  J  encontra   nisso satisfação e reciprocidade  (às vezes!) - Se o  ‘reservatório’ de amor de alguém está vazio, ele se sente USADO, e não amado, isso  o impede de  expressar todo seu potencial de vida.  Seu ‘mundo’ fica frio e escuro!   Pg 36   - ‘Reservatório’ de amor cheio dá segurança  emocional levando a atingir  plenamente seu potencial de vida    # seu ‘mundo’ se torna claro e aquecido !      


 AS CINCO LINGUAGENS DO AMOR:   1-Palavras  2- Tempo   3- Presentes  4- Servir   5-Toque físico

 

Cap 4    PALAVRAS DE AFIRMAÇÃO 

J          Por que a opinião de pessoas experientes costuma ser bem aceita, e é tão difícil simplesmente aceitar e viver o que Deus diz ?

‘morte e vida estão no poder da língua, o que ama come do seu fruto’Pv 18.21 J  Ah! Se amo a morte, falo palavras de morte e o resultado é MORTE !    ‘a palavra dita a seu tempo, quão boa é ’  Pv 15.23 ,  25.11 

‘ansiedade no coração do homem o abate, a boa palavra o  alegra’ Pv  12.25

        ‘ não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe’  Ef 4.29 
             ‘a vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal’ Cl 4.6

                  ‘ a língua serena é árvore de vida’, Pv  15.4,  Pv 31. 26 _ 
                           ‘abre sua boca com sabedoria e a lei da beneficência está na sua língua’

 

1- Elogie:  reconheça  o que seu marido faz bem feito, e DIGA  a ele !

2- Encoraje =  inspirar coragem, especialmente em fases meio sombrias para inspirar e motivar ( o oposto de desencorajar) _       Fale de sua confiança na capacidade de  seu cônjuge

3- Palavras bondosas: tudo pode ser dito de modo bondoso,  construtivo
                                          ‘mas a (palavra) que for boa para edificação’ Ef 4.29

    J  fale sobre seus sentimentos e ressentimentos, fale da situação  _ NUNCA diga: -Você...’ soa = acusação, gera resistência, revanche

4- Palavras humildes:  expressar necessidades em vez de dar ordens

5- Vários dialetos: apreciação: colecione frases, diga a terceiros, bilhetes   
                                # Aprenda qual linguagem fala ao coração de seu cônjuge ! pg 50-53

 

cap 5  QUALIDADE DE TEMPO 

*Dar de seu tempo e TOTAL ATENÇÃO ao seu cônjuge! 15 minutos de conversa amena, olhando nos olhos, com amizade e alegria   farão ‘milagres’ em qualquer casamento! Ex: ‘fugidas’ da rotina,( nada caro, nada longe) passeio sem a crianças,etc

 

1- Estar juntos: J também é ser por ela, não contra ela em questões da vida 
                          dar atenção (atender pedidos, necessidades básicas, etc) 

                          compartilhar atividades: lazer, ajuda: enxugar a louça, etc 

2- Compartilhar: algo interessante que viu,  contar como se sente, pensa, seus sonhos e frustrações.

                     J aprender a ouvir e ouvir ‘nas entrelinhas’

3- Expressar  solidariedade em vez de dizer o que TEM DE... fazer
                    
   seja no cotidiano, seja  para solucionar um problema

 

*  ALGUMAS DICAS PARA BOA COMUNICAÇÃO

1- olhe nos olhos: ‘segura’ sua atenção e passa  mensagem de se importar

 

2-  não faça outra coisa: se estiver ocupado, DIGA: “Você merece toda a minha  atenção: assim que eu terminar isso,  irei falar com vc.’ #  e     mesmo, e não demore muito!

 

3- ‘escute’ o sentimento J  escute nas entrelinhas  : enuncie frases para verificar se entendeu bem o que ele disse ou                       J  responda o que  ele está   precisando   ouvir; Ex:
    Ele diz:  -‘  Puxa!  Não faço outra coisa senão  pagar contas, nesta casa  !’
    Ela responde: - “Sim, querido, poucos homens são tão responsáveis   e bons provedores como você !    

 

4- Observe a linguagem corporal: J já leu o livro ‘ O  Corpo Fala ?”
                        
J  mas não presuma nada, PERGUNTE para esclarecer impressões

 

5- Recuse interrupções: desligue o celular, saiam para dar uma volta,

     J  5.1- Não conversem  NADA  ‘quase em cima da hora de...’ _
          5.2  Precisa aprender a  preparar o momento certo 

          5.3   Criar uma rotina de ter um momento em que se fala coisas importantes

                 Ex Certo pastor com  6  filhos, toda noite , tendo   visitas ou  sem visitas,
enxugava a louça enquanto a esposa lavava...E todos respeitavam esse momento como SAGRADO !

               Use sua criatividade  e  crie o seu ...

Ah!  Mulheres: ao falar com seus maridos, passem a idéia essencial em DEZ palavras  ou 17 segundos !
       DEPOIS DISSO, VC JÁ PERDEU A ATENÇÃO DELE... ( lido em   ‘Ela precisa saber...)  pg 64

 

* APRENDENDO A  FALAR   J  Diálogo quer dizer  saber ouvir e saber falar.
                                                    As dicas acima dizem respeito a saber ouvir. 
Vamos saber COMO FALAR , o que implica em

 EXPOR-SE = revelar seu íntimo: sentimentos, idéias, sonhos, planos, etc

     * Para ele é mais fácil revelar idéias do que falar de seus sentimentos /  ela  é mais intuitiva: fala de seus sentimentos e impressões

 

1- Comece observando-SE : fazer lista de situações e sentimentos 
                    
J repare como vc, fala consigo mesmo!  ( do livro ‘ Eu estou OK, Vc está OK’ )

2- Conheça os tipos de personalidade       (ler ‘Temperamentos Transformados)  

     a) mar morto:  só capta e nada fala    OU      b) riacho rápido: entre os olhos e  a boca, só um minuto ! 

 

#  Sugestão de atividade em busca do equilíbrio: falar sobre três situações do dia e seus sentimentos em relação a elas. Estabelecer tempo limite !

 

* FAZENDO COISAS JUNTOS  ( atividade de qualidade, pg 69  )  a) ambos gostam daquela atividade  OU
    b) um deles faz aquela atividade por querer estar junto com o cônjuge

   c) ambos estão conscientes da necessidade e importância  disso   para solidificar a união,
            #   o casamento. Cria ‘banco de memórias’    pg 71 

Requer disposição e boa vontade para: conciliar agendas, abrir mão de algo pessoal em prol do projeto comum, fazer algo que não se aprecia

 

 Cap 6   RECEBER (J DAR)  PRESENTES

        a)  Aprender a reconhecer dádivas de amor,    mesmo que não aprecie o que lhe foi ofertado. 

        b) Reconhecer o valor simbólico, não necessariamente o ser CARO.

        c)  Não espere por uma ocasião especial,  J  faça daquele momento uma ocasião especial!

 J  Saber presentear é   ARTE   que  requer:
      
i) senso de observação
para perceber as dicas que o cônjuge dá,    
     
ii) disposição de pagar o preço:
seja em dinheiro, seja de ir buscar...
   
iii) senso de oportunidade: ao ver algo que seu cônjuge apreciaria   

# Dica para saber se Receber Presentes é sua linguagem básica de amor  
          NOTE COMO SEUSPRESENTES SÃO RECEBIDOS

  1- SE tudo o que vc dá  é  sinceramente , efusivamente  bem recebido,   OK    
                                                                      
OK: vc conhece bem seu cônjuge  
  2-                                    é EDUCADAMENTE bem recebido

                                                                      
Êpa!  Vc precisa conhecer melhor seu cônjuge

  3- SE  ela é muito crítica quanto a tudo o que vc lhe dá, ou se encosta num canto e NUNCA usa...

       é sinal vermelho! J   vc  não conhece  seu cônjuge
                                            só compra o que  vc  quer  que seja recebido com alegria, 
                                                               o que  vc ACHA que seu cônjuge tem obrigação de gostar

 

* PRESENTES VERSUS DINHEIRO _    * Não é   QUANTO CUSTOU o que  realmente conta,
                                                                     mas o  QUANTO  GOSTOU  DE  RECEBER  seu presente.  

    # se seu cônjuge é do tipo de gosta de Receber Presentes e dá valor ao preço pago, investir em seu  casamento renderá os melhores juros .   

 

* O  PRESENTE  DA  PRESENÇA_ J  Estar junto, presente  de corpo e alma, em momentos especiais de alegria ou tristeza   revelam, na prática, o que é  tornar-se  ‘uma só carne’     

J  Também é importante aprender a estar presente, mesmo que ausente: um bilhete posto na mala de viagem, no bolso do paletó, na carteira... um telefonema inesperado, um telegrama,  deixar a mesa posta com quitutes que ele gosta quando seus horários não batem,  lembrar de fazer o que ele pediu antes de  sair,  mandar entregar algo (se não puder dar pessoalmente )  O importante é ser criativo e  ter seus modos especiais.   

 

Cap 7   FORMAS  DE  SERVIR _     Fazer o que seu cônjuge aprecia que seja feito, e bem feito !

J  Antigamente havia conceito:  Mulher boa de cama e mesa!   Mulher só serve para cama e mesa !

 MAS, atualmente os maridos têm percebido a importância da ajuda nos serviços domésticos e ,
   -  conforme a situação, essa ajuda é imprescindível e realmente ‘cai do céu’ ( e ele precisa saber disso!) 

 

# DEMONSTRAR AMOR ATRAVÉS DE ATOS DE BONDADE, pg 95  
 
J  indo ao  encontro  das  necessidades básicas do outro,

    Para ele... é  AMAR  como Cristo  amou à igreja,  Ef 5.
                      
J   se ela ‘não entra’ em sua cabeça , certamente  cabe em seus braços!  

            É viver a vida comum do lar   E   coabitar  (relação sexual com ENTENDIMENTO, 1Pe 3.7

            É não tratar com amargura ou irritação, Cl 3.19 _  É pagar à esposa a devida benevolência, 1 Co 7.3

            É observar a questão da reciprocidade  _     É não defraudar  _  É cuidar em  agradar à esposa, 7.33

É não abandonar a mulher ( nem viver ameaçando...)  nem  fazer com que ela seja ‘viúva de marido vivo’ !

 Para ela ... ser submissa:-  respeitando a  posição dele como Líder,  -  não usurpando a liderança da família. 

*não ensinar,  nem mandar no marido, Ganhar o marido sem palavras, pelo porte !  Observar  reciprocidade de 1 Co 7_     A ambos:  sugere  troca de listas bem objetivas sobre 3  necessidades,  para começar...             

 

Alguns erros:

                       a)  ACHAR  que a função da mulher é  ser eficiente de ‘cama e mesa’ 

                       b)  agir em represália à  COBRANÇA
 
Obs:- PEDIR COM JEITO direciona o amor /   MANDAR, EXIGIR  impede que o amor seja liberado

 Importante ressaltar:

a) o que se faz antes de casar não é garantido que se faça depois de casados

b) amor é decisão pessoal, não pode ser obtido por coação  (sob ameaças)

c) as críticas ao outro revelam suas próprias necessidades mais prementes   então, ‘afine’ os ouvidos para conhecer melhor seu cônjuge !         em vez de reagir negativamente às críticas.    Pg 100

Críticas : exigem explicações;   -  se explicadas,  tornam-se pedidos em vez de cobrança!

 

* CAPACHO ou AMANTE  ?

*Mulheres tratadas como objeto perdem a capacidade de demonstrar amor,
                             #  
pois objetos não amam, apenas cumprem sua função !

* Homens podem

a)  Manipular utilizando a culpa: se for boa pessoa, boa cristã, boa mãe,etc

b)  Coagir  utilizando o medo: - ‘Faça como quero, senão....’   - Coagir ou manipular não é ato de amor, mas traição.   Pg 101-102

*Deixar-se manipular induz  a desenvolver atos  desumanos. Quem realmente ama, não se deixa tratar como objeto _  *O amor diz: - Por  amá-lo tanto, não posso permitir que me trate assim.  Faz mal a nós dois! 

 

 * SUPERANDO ESTEREÓTIPOS

* Antigamente,  os papéis de cada cônjuge era bem definido e estabelecido

* Atualmente: - faltam modelos sadios, e  os papéis de ambos estão bem  confusos
J
  mas a Bíblia ainda vale: precisa ser ensinada  em linguagem adequada
                                                            E   obedecida sem ser questionada 

- Entender que ‘ser submissa’ e ‘amar’ atende às necessidades básicas um do outro, torna mais fácil obedecer à orientação bíblica.

- Aprender e viver princípios básicos de ser cristão, também ajuda muito a trazer  Jesus ‘para o meio’ do casal: enquanto une, Jesus serve de ‘amortecedor de atritos’  diminuindo o impacto das diferenças, como antigamente se usava serragem  entre os ovos para que não se quebrassem  ao serem transportados. Ex de casal, há 35 anos  juntos, que  aprendeu a ‘encher o tanque’ de amor um do outro pelo uso da linguagem adequada de amor.           Simples, mas nada fácil...Porém altamente compensador. 

 

Cap 8  TOQUE FÍSICO _Jesus mostrou a importância do  Toque Físico tocando alguns que curou, e às crianças.: ‘ não as impeçais...’  Mc 10.13, 14-16  

 

* Toque físico é importante desde o ventre materno,  aos bebês, por toda a vida. O abraço, a mão no ombro, segurar a mão são gestos importantes que expressam solidariedade. Sexo é  toque físico na intimidade do casal.    

    - Há toques agradáveis para  uns e desagradáveis para outros.
         
  *Importante:
que cada um diga ao seu cônjuge como se sente. 
                                 Que não se imponha um toque desagradável por ACHAR que deva gostar!

  explícitos: afagos em certas zonas eróticas e jogos de sedução   que culminam com a relação sexual.   

                     * SE esta é a linguagem mais importante de seu parceiro,   aprimore-se na arte do amor sexual ( VIU, MULHERES...)

b) implícitos: são mais sutis e servem de treinamento se esta não for sua primeira linguagem, nem tiver sido criado em família carinhosa.

    

* O CORPO EXISTE PARA SER TOCADO

‘Afago é expressão de carinho que se dá  até a um animal da rua , e muitas vezes se nega a quem compartilha de sua própria cama!’ (frase inesquecível)   

 

* Toque físico  expressa  cumprimento social de diversas formas,  nas diferentes culturas. Recusar –se  a tais cumprimentos expressa inimizade.

 

* Nas diferentes culturas também há formas adequadas e inadequadas de toques físicos, que caracterizam assédio sexual. 

* Mesmo entre casados, há limites entre  Toques Físicos que expressem amor e os que expressam ABUSO.

* Atualmente, mesmo com tanta liberdade  sexual ainda se sofre com falta de verdadeira intimidade e compromisso. Ainda o adultério faz sofrer ... 

              * AS CRISES E O TOQUE FÍSICO  _ * ABRAÇOS são comuns em tempos de crise,  festas e datas especiais

 

Cap 9  DESCOBRINDO SUA PRIMEIRA LINGUAGEM DO AMOR 

Perguntas de sondagem:
  1- Aprecia o toque do cônjuge mesmo sem intenções  evidentes de sexo ?

  2- Ouvir  palavras de apreciação é  importante para você ?
  3-  MESMO tendo relações sexuais quando quer,  ouvir palavras depreciativas e críticas o aborrecem ?

                      SIM ?  Palavras  de Afirmação é sua primeira linguagem

- Diferença de  motivação para o sexo entre homem e mulher:  

      Ele: importante motivo fisiológico, mas não necessariamente sua primeira linguagem de amor. Ela precisa descobrir qual é...                

      Ela: motivo emocional. Sem se sentir amada, admirada, apreciada   não terá interesse na relação sexual.

*Supridas as  necessidades afetivas pela linguagem  adequada a  cada um,   a relação sexual ocorrerá naturalmente.  

 

2- Outra abordagem para saber qual a sua primeira linguagem de amor é verificar o que seu cônjuge faz que mais o irrita, magoa  ou aborrece :  

a)    críticas e julgamentos ? sua linguagem é de Palavras de Afirmação 

b)    falta de ajuda ? sua linguagem é SERVIÇO

c)    sente falta de receber presentes ?  PRESENTEAR é a sua.

d)    Falta de atenção dele dói muito ?  Então é  Qualidade de Tempo 

 

3- Também revela sua primeira linguagem de amor o que você  mais pediu a  seu cônjuge através dos anos em que estiveram casados.  

 

4- O que você  diz e faz para expressar amor ao seu cônjuge é o que pode estar querendo receber como expressão do amor dele por você.

 

* REVENDO:  Aliste       a) o que mais o magoa, irrita ou desagrada ? 

                                       b) o que mais solicita de seu cônjuge ?

                                       c) qual sua forma mais freqüente de expressar amor ao seu cônjuge ?

* Voltando ao passado, lembre o que mais o atraiu em seu cônjuge ? _   * Imagine seu cônjuge ideal.         

 

* SUGESTÕES PRÁTICAS

1- Anote  qual pensa ser sua primeira linguagem de amor _  1.a  Aliste as outras em ordem de importância

2-  Escreva qual a que pensa ser a de seu cônjuge : pergunta e ele, ou troquem suas listas     

3-   Conversem sobre suas listas.

4-  Brinquem de ‘Checagem de Tanque’  duas ou três vezes por semana:

     a)  em escala de 1 a 10, como está seu ‘tanque de amor’ esta noite ?  

     b) perguntar um ao outro o que quer que faça  para  ‘encher seu tanque’ de amor ?

           *  Sua maior necessidade revela sua primeira linguagem de amor.

 

Cap 10    AMAR é  ATO DE  ESCOLHA,  (é decisão !)

* Como demonstrar amor com o coração cheio de mágoa, raiva e ressentimento ?   Você decide o que fazer com esses sentimentos.

* Todos já fizemos escolhas erradas e agimos de modo inadequado, mas 

não precisa repetir... se o faz,  revela que não se sabe  agir de outra forma.   

*Precisa ver seu erro, arrepender-se, pedir desculpas(perdão) expressar desejo de mudar, e até pedir ajuda em como pode expressar seu amor.

- Decidir amar  ‘não apaga o passado,  mas altera o futuro’  pg 131

- Atender à necessidade de amor na primeira linguagem do cônjuge cria um clima emocional propício à cura das feridas do passado.  

 

* NÃO  AMO MAIS MEU CÔNJUGE ! _ # Expressa  vazio emocional no casamento  e
                                                                   -   é  frase típica  usada em busca da liberdade para envolvimento com outro parceiro.  Pg 133  

a)    Falta de conhecimento do que é o amor verdadeiro

b)    Carência emocional 

      c)   A falsa idéia de amor  confundida com paixão, romantismo, tesão, largamente apregoada pelos meios de comunicação aumentam a confusão.

  *  É preciso descobrir a diferença entre ‘paixão’ e necessidade emocional’ 

a) APAIXONAR-SE: - acontece a nível de instinto entre macho e fêmea  _   tem curta duração  9dois anos, ou pouco mais)                - visa a preservação da espécie _   dá sensação de euforia

                                    -   supre temporariamente  a necessidade de ser amado

b) SE.acontecer de um expressar amor exatamente  na primeira linguagem de amor do outro, a necessidade afetiva continuará sendo atendida e o ‘tanque’  continuará sendo sempre mantido a nível satisfatório.                   

 

c) SE... como acontece na maioria dos casamentos, essa primeira linguagem  não for conhecida, nem descoberta (por falta de  informação ou de vontade em  atender à necessidade do parceiro) o ‘tanque’ começa a ficar vazio e surgem os sintomas característicos  de carência emocional.

* Aí, há opções: i) viver num inferno,  _    ii) entrar  no ciclo de ‘casa/ separa’, até acertar por acaso   iii) Buscar ajuda para acertar conscientemente

        

         *Suprir as necessidades de amor do seu cônjuge...  é   ESCOLHA DE CADA DIA  ! 

d) SE... ambos decidirem suprir as necessidades um do outro, 

    Resultará em: - mútua satisfação,   energia criativa é canalizada para realização pessoal   (ou de objetivos comuns à família)  

       - manter o casamento a nível excitante  _  - crescimento e aprimoramento da relação   pg 135
Vazio de amor’ é fácil apaixonar-se por alguém, só para sofrer de novo a dor da desilusão, e  afinal ter de decidir aprender a linguagem certa de expressar amor ao cônjuge atual, SE  quiser permanecer com ele   
J segundas  tentativas dão certo pois aprenderam a fazer o que não fizeram com outro

     * Aconselhamento conjugal ajuda muito,
                      inclusive por trabalhar em vários conflitos nunca antes resolvidos . 

 

* E SE A PRIMERA LINGUAGEM  DE UM   NÃO FOR ALGO ESPONTÂNEO  NO OUTRO ? 

  R- Não sendo espontânea, torna-se expressão de amor muito maior !  Amor é algo que se faz para outra pessoa e não para si mesmo.

 

J  A maioria das pessoas faz uma série de coisas,  cada dia, por pensar

i) ser o certo   ii) ser o necessário  iii) por não poder deixar de faze-lo

         #  tendo em vista os resultados  que  trazem

- POR QUE NÂO...decidir  amar do jeito certo, necessário e imprescindível ao seu cônjuge 
                                SENDO QUE você será o maior beneficiário desse ‘investimento’ ?

                                    J Atenção maridos: ‘quem ama sua mulher, ama-se a si mesmo ’ Ef 5.28

                                          AMAR É DECISÃO, e você pode decidir iniciar esse processo hoje mesmo

 

Cap 11   O AMOR FAZ a  DIFERENÇA

*Entre outras necessidades básicas há : segurança, auto estima,significado   sendo que o amor se relaciona e  potencializa cada uma delas.   

 

- O amor do cônjuge    a) dá a segurança que preciso para enfrentar  incertezas e inimigos

                                        b) fortalece minha auto estima

                                        c) aumenta meu senso de significado: tudo passa a ter mais sentido  

                                               ‘ se alguém me ama, devo ter significado para essa pessoa’ pg 142

J  Em Cristo, o verdadeiro filho de Deus, nascido de novo, selado com o Espírito Santo  tem seu ‘tanque cheio’ espiritualmente: pela CERTEZA DO AMOR de Deus,  sente-se SEGURO com a proteção do Pai celestial  e sua vida passa a ter PROPÓSITO e SIGNIFICADO ao cumprir o plano de Deus para sua vida, inclusive  demonstrar  amor do modo que o cônjuge precisa, indo buscá-lo no próprio Deus, Rm 5.5,  sem dependência obsessiva ou doentia do cônjuge, mas usufruindo com alegria o que Deus lhe deu para gozar (1Tm 5.17)  ou  buscando  a graça do Senhor ‘para um espinho na carne’, (2 Co 12.9)   e, qual seja a hipótese,  aprende a’viver contente em toda e qualquer situação...ter abundância ou passar necessidade’ Fp 4.11-12*

 

No casamento com Deus: fica mais fácil amar o cônjuge   
                       
J  Jesus, no meio, tanto une como apara as diferenças, Mt 18

 

No casamento sem Deus: amar  requer maior empenho humano   

-  o cônjuge torna-se o centro tanto da atenção, como  da solicitação

    J  e se torna verdadeira a frase que   recentemente ouvi :  ’quem quer dá jeito, quem não quer dá desculpas’

 

- Não se sentir amado faz com as diferenças sejam ampliadas e o cônjuge seja visto como inimigo da almejada felicidade. A luta por valorização e significado faz  do casamento verdadeiro campo de batalha,pg  142 
J o que piora a auto estima, fazendo a pessoa se sentir MISERÁVEL !      

 

AMOR torna possível conversar sobre diferenças sem condenação !

                                  Resolver conflitos, buscando soluções juntos

                                  Conviver em harmonia, apesar das diferenças       

                                  Fazer surgir o melhor de cada um    pg 143

                                      # Essas são as recompensas do amor
- Decidir amar o cônjuge encerra tremendo potencial
- Aprender a  expressar a primeira linguagem de amor do cônjuge,   transforma esse  potencial  em realidade.

- É possível reacender a chama  do amor emocional
quando se aprende a expressar  a primeira linguagem de amor do seu cônjuge, #
 decidir utilizá- la !    pg 147

 

Cap  12   AMANDO QUEM NÃO MERECE O NOSSO AMOR _
                        Como amar a quem se odeia ?  pg  149
 
Cobranças e condenações levam à amargura, ressentimento, ódio 

J Precisa aprender a     lidar com os conflitos de modo saudável e maduro:

                                a)   discutir diferenças sem mútuas condenações

                                b)   tomar decisões sem destruir unidade do casal + respeito ao indivíduo

                                c)  fazer sugestões, em vez de cobranças ou  comentários amargos.
                                          
 ( cita ‘Em Busca de Casamento Maduro’  como fonte desses itens)    

* Decidir amar, mesmo em meio a sentimentos negativos, alivia a tensão

- Começar a falar a primeira linguagem do amor, um do outro, satisfaz !

  - Mas só é possível quando se está aberto para aprender e crescer.pg  150  * O autor busca na Bíblia resposta para tal questão, Lc 6.27,31-32, 38

- amar inimigo, fazer bem a quem o odeia, bendizer a quem o maldiz, ora por quem o calunia. Como quer que lhe façam, faça aos outros...
’ Daí, dar-se –vos- á... boa medida, recalcada, transbordante

‘ Com a medida com que medirdes vos medirão também’

 

* Dilema entre  crença religiosa e moral e  a dor de situação insustentável.

* Nesse caso, a esposa deveria começar fazendo tudo sozinha,   J  COMO SEMPRE  !

   - Aprender qual era a primeira linguagem de amor do marido e  começar  a ‘encher o tanque’ vazio dele,

     J  sob a Palavra de Jesus e  na esperança de possível milagre!

*Em geral, homens respondem bem a Toque Físico + Palavras de Afirmação.

                 * Se ele der alguma dica de como vc deve fazer para ser boa esposa, acate

                    ‘Afirmar ter sentimentos que não nutre , isso é hipocrisia,  MAS ...  pg 158

                              - expressar ato de amor, pelo bem ou prazer de outrem, é  ato de escolha’ 

 

Exemplo de Plano de Ação ( para Ann) 

a) Toque Físico + Palavras de Afirmação por um mês

 

b) Pedir  a opinião dele de como está se saindo, tentando ser boa esposa  estar aberta às sugestões dele.  

 

c)  Repetir a + b  por seis meses 

 

d)  Uma semana após o primeiro retorno positivo,  faça um simples pedido  
       - bem específico que atenda à sua primeira linguagem de amor.     

         # quando ele o atender, saberá que quer agradá-la.

 

e) anote as Palavras de Afirmação que disser ao marido.

 

f)  anote lista de reclamações para descobrir linguagem de amor do marido

 

g) aprender a compartilhar frustrações e irritações de forma positiva   ANOTAR COMO O FEZ

 

- Sugestões aos leitores :
                             1- Diga ao seu cônjuge que
                          

                            a)  compreende  estarem tendo dificuldades

   

     b) gostaria de fazer o possível para suprir necessidades dele 

   

      c)  aceita sugestões de como fazê-lo.

 

2- Descubra a primeira  linguagem de amor, dele.

      a)  pelas sugestões que der ...   b) pelas reclamações que fizer

 

3- Focalize sua atenção nesses pontos, nos próximos seis meses

 

4- Ao final de cada mês, solicite retorno de como está se saindo.    

 

5-  Após primeiros  sintomas de melhora, faça um pedido específico.

   
 
è   Faça o  seu  melhor !  MILAGRE, só Deus  ...








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.