Cada Dia, o Ano Todo!
Outubro
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
09 07 Independência oc
09 21 Primavera * oc
10.15 ...* Deus que ensina oc
* 07 20 Homem na Lua oc
11.14 ..cristão tem ídolos? oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
10.23...* Dia do aviador, d.e
...Eleições, prs
09 06 Saber o passado oc
10.23 Oc...* Leis da Aerodinâmica
09 16 Camada de Ozonio *oc
07 de abril Hist oc
09 11 Atitude na tragédia*
10 09 dia da criança oc
10.12 APARECIDA oc
10 22 Deus Criador oc
é FERIADO oc
09.01 ESPERANÇA oc
09.02 ORGANIZAR FAZ BEM oc
 



04 Ezequias, Reis (3) dv.vt > Rv

se vc  gosta de ler, confira : http://www.tscpulpitseries.org/portuguese/ts890731.htm
sinopse da Carta do Diabo por  David Wilkerson em 31.07.89 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Tesouros: Uma vitória impossível!

(2Reis 18 e 19; 2Crônicas 32)

Houve um tempo em que Jerusalém, a cidade de David, resistia sozinha aos ataques violentos dos Assírios, comandados pelo rei Senaqueribe. Todas as 'cidades fortes de Judá' já tinham sido tomadas pelos exércitos poderosos dos Assírios e agora, cercada pelos inimigos, parecia ser o começo do fim para Jerusalém.
     Contudo, Ezequias, rei de Judá, era um rei muito bom que 'confiava no Senhor Deus de Israel.' Ele se manteve próximo de Deus e por causa disto o Senhor fez com que Ele tivesse sucesso em tudo que fazia. (2Reis 18:5)
     Quando o rei Ezequias viu que Senaqueribe tinha capturado todas as cidades em seu redor, a fim de evitar um ataque, ele enviou uma mensagem a Senaqueribe: 'Retira-te de mim e pagarei tudo que me impuseres'.
     A resposta de Senaqueribe não foi uma pechincha. Ele exigiu uma quantia extravagante de 300 Talentos* (17.000 quilos) de prata e uns 30 Talentos (1.700 quilos) de ouro! (*Um talento pesa 57 quilos)
     Ezequias fez tudo que pôde para arrecadar este dinheiro, até mesmo remover a camada de ouro das portas e das pilastras do Templo. Mas quando ele enviou o peso do seu tributo a Senaqueribe, o rei Assírio gananciosamente exigiu mais e os advertiu de que as portas de Jerusalém deveriam estar abertas porque ele a iria tomar.
     Contudo, apesar de tudo isso, o rei Ezequias permaneceu firme, tomando a iniciativa. Ele se aconselhou com os seus oficiais e com os seus militares a respeito de obstruir a passagem da água que vinha de fontes do lado de fora da cidade. Com uma grande quantidade de gente ele conseguiu parar as fontes e também o ribeiro que se estendia pelo meio da terra, dizendo:
     — Porque viriam os reis da Assíria e achariam tanta água?
     Depois ele construiu muralhas de defesa e torres para vigias em redor da cidade e fez uma grande quantidade de armas e escudos, e designou oficiais militares sobre o povo e os reuniu na porta da cidade. Com toda a coragem, Ezequias falou para encorajar o povo:
     — Sede valentes e tende bom ânimo; não temais, nem vos assombreis por causa do rei da Assíria, nem por causa de toda a multidão que está com ele, porque há mais conosco do que com ele. Com ele está o braço da carne; mas conosco, está o Senhor nosso Deus para nos ajudar e para lutar as nossas guerras!
     Essa era a maior força de Ezequias: a sua fé! Não importava quanta força o inimigo tinha, Deus ia vir e lutar pelo Seu povo. Ele sabia que a ajuda de Deus do Céu era muito mais do que as supostas forças e números dos poderosos. E diz que quando ele acabou de falar 'o povo descansou nas palavras do rei.' E as suas palavras eram fortes porque ele tinha descansado no Senhor e nas palavras que ouviu do Profeta de Deus, Isaías, que vivia em Jerusalém e que aconselhou o rei com mensagens de Deus.
     Em breve a primeira parte do exército assírio chegou sob o comando de Rabsaqué, o comandante, que convocou uma reunião, e três dos representantes de Ezequias foram conversar com ele. As exigências de Rabsaqué foram simples: Ezequias não deveria tentar resistir nem deveria confiar numa aliança com o Egito, a qual Rabsaqué disse que seria 'confiar num bordão de cana quebrada'. E além disso, exclamou com toda a arrogância:
     — O Senhor me disse, sobe contra esta terra e destroi-a!
     Quando os homens de Ezequias lhe imploraram que falasse em Sírio para que os homens que estavam ali perto em cima do muro da cidade não compreendessem, Rabsaqué em vez disso 'clamou em alta voz em Hebráico e disse:
     — Os deuses das nações puderam livrar, cada um a sua terra, das mãos do rei da Assíria? Se livrou, digam-me quem? Não deixem que Ezequias vos persuada, dizendo que vocês deverão confiar no Senhor! Mas em vez disso saiam da vossa cidade e se rendam. Escolhei viver e não morrer.
     Mas seguindo as instruções de Ezequias para 'não lhe responder', o povo sabiamente ficou em silêncio.
     Quando soube dos resultados do encontro, Ezequias foi ao Templo para orar. Ele também enviou uma mensagem através dos seus emissários ao Profeta Isaías, contando-lhe tudo que acontecera. E Isaías enviou uma mensagem do Senhor para que não tivesse medo, mas que o Senhor iria fazer Rabsaqué regressar a sua terra depois de escutar certos rumores — e foi isso que aconteceu.
     Mas pouco tempo depois Ezequias recebeu uma carta maldosa de Senaqueribe, ameaçando-o e falando contra o Deus de Israel.
     Ezequias subiu ao Templo, e estendendo a carta perante o Senhor ele orou:
     — Oh Senhor, Deus do Céu e da Terra, escuta as palavras que Senaqueribe enviou para insultar o Deus Vivo. é verdade que os Assírios assolaram muitas nações e lançaram os seus deuses no fogo. Mas não eram deuses, eram ídolos feitos por mãos de homens, apenas madeira e pedra. Agora, ó Senhor — continuou Ezequias — livra-nos da sua mão, e assim saberão todos os reinos da Terra que só Tu é o Senhor Deus!
     E o Senhor ouviu o apelo desesperado do rei, e enviou-lhe uma mensagem maravilhosa através do Seu Profeta Isaías que disse:
     — Acerca do rei da Assíria, ele não entrará nesta cidade nem lançará nela flecha alguma; tão-pouco virá perante ela com escudo, nem a cercará de trincheiras para atacá-la. Eu defenderei esta cidade para a livrar, por amor de Mim, diz o Senhor.
     Mais uma vez, o Senhor prometeu salvar o Seu povo. E não demorou muito para a Sua promessa se tornar realidade.
     Naquela noite o Anjo do Senhor foi ao acampamento dos Assírios e matou 185.000 homens, de modo que quando Israel acordou na manhã seguinte tudo que eles podiam ver era os cadáveres dos seus inimigos do lado de fora do muro da cidade, numa extensão de quilômetros e quilômetros espalhados pelas colinas! As forças massiças do seu pior inimigo tinham sido aniquiladas pelo Próprio Deus. Contudo 'flecha alguma foi lançada na cidade', cumprindo a profecia de Isaías.
     E quanto a Senaqueribe, ele se retirou para o seu país, onde os seus dois filhos, não muito tempo depois disso, o mataram no templo dos seus falsos deuses.
     Assim vemos a fé do rei Ezequias de quem se falou: 'No Senhor Deus de Israel confiou, de maneira que depois dele não houve seu semelhante entre todos os reis de Judá, nem entre os que foram antes dele'.
     E porque foi ele um rei tão poderoso e tão nobre, tão diferente dos reis anteriores a ele, os quais abandonaram a Deus para adorarem os mesmos ídolos que não tinham poder para livrá-los de Senaqueribe, este conquistador cruel? A resposta é simples, mas infalível: 'Porque ele se chegou ao Senhor e não se apartou Dele'.
     Ao contrário de muitos dos reis perversos de Israel, Ezequias decidiu confiar apenas em Deus, e contra obstáculos que pareciam insuperáveis, bem como contra os desafios orgulhosos de um inimigo pavoroso. E por causa disso, Deus defendeu e protegeu sobrenaturalmente o rei e o seu exército, dando-lhes a vitória sobre os seus inimigos.
     O que é que faz com que um líder esteja disposto a remar contra a correnteza e a se levantar pela verdade e pela liberdade em face de aparentes derrotas, estando ciente da responsabilidade que cada decisão acarreta? é a fé — apenas fé que se agarra a Deus através das Palavras dos Seus Profetas.

Fé, coisa poderosa
     Vê a promessa da Verdade,
     E se firma com Deus no peito,
     Se ri da impossibilidade,
     E clama: 'será feito'

     Por isso, ponha a sua confiança em Deus, e Ele vai salvar e proteger você, ainda que Ele tenha que realizar milagres para fazer isso. E porque não? Não seria a primeira vez!

extr _ http://www.afamilia.org/word/treasures/index2.php?refid=81






Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.