Cada Dia, o Ano Todo!
Outubro
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
09 07 Independência oc
09 21 Primavera * oc
* 07 20 Homem na Lua oc
11.14 ..cristão tem ídolos? oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
...Eleições, prs
09 06 Saber o passado oc
09 16 Camada de Ozonio *oc
07 de abril Hist oc
09 11 Atitude na tragédia*
10 09 dia da criança oc
10.12 APARECIDA oc
é FERIADO oc
09.01 ESPERANÇA oc
09.02 ORGANIZAR FAZ BEM oc
 



10...Tempo dos Reis

Resumo do tempo  dos reis

 

No tempo dos Juízes,  Israel estava encurralado, oprimido pelos que queriam lhes roubar e subjugar POR não observarem as condições essenciais da vitória sobre o inimigo : 

                   (P )  Comunhão pessoal com Deus,  base da unidade como povo 

 

 ANFICTIONIA: é sistema  que dava unidade a vários povos daquela época, que viviam em  tribos  dispersas.   Consistia na observância comum de uma série de leis, com um local de culto centralizado , e determinadas festas anuais a que todos compareciam,   mantendo a identidade  como povo.  Povos gentios observavam  estritamente as regras básicas, com  medo  dos deuses   (ídolos)  e por interesse de bênçãos materiais

          Israel, mesmo sendo povo do Deus vivo, não observou as condições básicas que lhe davam unidade  e vitória, tornando-se   alvo  fácil  aos inimigos que  pilhavam   e   oprimiam        

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Jr 2.11 Acaso trocou alguma nação os seus deuses, que contudo não são deuses?
            Mas o meu povo trocou a sua glória por aquilo que é de nenhum proveito.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
 Sem  a  comunhão pessoal  com Deus _  base da unidade  como povo, e
 Sem  a  dependência do Senhor _  a  garantia de vitória,
           >   Israel estava em situação de desvantagem 
          
 a) externamente:  quanto aos povos vizinhos que eram  organizados politicamente,
                                     >  com exército regular e apto para a guerra.

b) internamente:  sem liderança  digna, que os conduzisse no andar com Deus , pois os sacerdotes, filhos de  Samuel,  não andavam retamente  com o Senhor, 1 Sm  8.3

                                        - por isso não eram considerados liderança aceitável  


( P)  salvação, andar com Deus é decisão pessoal mas condição para a vitória da Igreja


Estes foram os motivos  do pedido de um rei   1 Sm  8.5  e 7

1- queriam liderança visível, humana, com exército regular: confiança no braço e no homem

- EM VEZ DE liderança do SENHOR, espiritual, invisível que requer coração confiante em Deus   [ não somos nós, às vezes, parecidos com eles? ]

 

 à Samuel  declara  os  direitos do rei,     1 Sm   8.11, 10.25

 à Moisés já  dissera  os  deveres do rei, prevendo que esse tempo chegaria  Dt 17.14-20

 

2- Sob a orientação do Senhor, Samuel unge o primeiro rei de Israel,  Saul ,   1 Sm  9 e 10

                    -  Exultantes com  a primeira vitória, confirma-se o reino

3- Samuel resigna ao seu cargo de Juiz,    1 Sm 11.14  e  cap 12  

                   - mas continua julgando a Israel todos os dias de sua vida,  1Sm 7.15 e  12.23
         

    ( P )  o   chamado do Senhor não está vinculado a cargo, 1 Sm 12.23

    ( P )  cargo  não é, necessariamente,  sinal da unção do Senhor ,1Sm 16.14   Mt 7.21


4-  Samuel orienta Saul e é desacatado por duas vezes,  1 Sm 13.8 –15,     15.1-3,  10-35

               (P )  ‘obedecer é melhor do que sacrificar,  atender é melhor...  1Sm 15.22-23

                        rebelião é como pecado de feitiçaria /   porfiar é como iniqüidade e idolatria’

 

5-  Samuel é enviado pelo Senhor a ungir outro  rei em lugar de Saul, 1Sm 16. 1-13
       a)   acaba ungindo a Davi, o caçula (?) mais humilde: pastor de ovelhas,

       b)   -  Samuel recebe a Davi, que vai a Naiote, em Rama,  fugido de Saul,     1Sm  19.18
                  - onde se supõe ter sido fundada a 1ª escola de profetas, 1 Sm  9.20

       c)  a morte de Samuel, chorada por todo Israel,  é narrada em  1 Sm 25.1

 

          ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
         a partir de
  1 Sm  17   é a história  entremeada de  Saul  com a de Davi

                     a   1 Sm  31   _ morte de  Saul e  seu filho Jônatas,  mortos em batalha

         ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


Samuel  prefigura o Messias  ao  exercer as funções de sacerdote, juiz e profeta 
                                             > ao dar início ao tempo do REINO:
a) Saul, escolha humana,  perde a unção  por sua rebeldia 
                                           mas reina até o tempo do Ungido assumir( como  diabo, hoje)  

b) Davi, o homem segundo o coração de Deus, ( At 13.22)  figura do Messias,

    - passa um tempo marginalizado, perseguido pelo rei oficial,

    mas tendo  fiéis seguidores, que vêm a ser seus  assessores quando assume o Reino.     

 

 

2 Samuel_  narra a história do reinado de Davi
1  Reis 1 a cap 11 _  posse de Salomão :  apogeu de seu reino,
                                                             - desvio do Senhor  causa a divisão do reino

1Reis 12 _  Roboão, filho de Salomão, segue como rei de Judá + ½ tribo de Benjamim

                                                                  Capital : Jerusalém ( reino do Sul)

1Reis 12.16   Jeroboão  reina em Israel  ( reino do Norte)  sobre  as restantes  10 ½ tribos 
                                                  
Capital: Siquém, depois Penuel
                                                    - 
Samaria  é construída pelo rei  Onri,  1 Rs 16.24
1 Reis 17  introduz a figura de Elias de seu sucessor Eliseu,dando início ao tempo dos 
 # PROFETAs _mensageiros especiais de Deus conclamando o povo a  voltar para o Senhor
                                      >  e anunciando juízo caso fossem rebeldes. 

 Segue  sucessão concomitante:

             -   reis de Israel, até à queda de Samaria      ( 721aC)   2Rs 17

             -   reis de Judá  que  continuam mais 135anos  ( 586aC)   2Rs 25

              

  

à 1 e 2 Crônicas NARRAM  a sucessão dos reis   de Judá, até ao cativeiro babilônico.:

 

                     TEM INÍCIO O TEMPO DOS GENTIOS

 

São os profetas no tempo do exílio:


* Daniel ( 70 anos)  a quem é revelado resumo do tempo dos gentios até   á volta de Jesus  
                                 com alguns flashes do fim do mundo e posterior Eternidade.

e
*  Ezequiel :  mensagens ao cativos, até à queda final de Jerusalém ( 586aC)   

                   Anos depois, a planta minuciosa para a reconstrução do templo, 

                                                 - na volta do cativeiro.           

 

 

           à   Esdras     _   relata a volta de Babilônia até à reconstrução do Templo
                Neemias    _   refere-se  à reconstrução dos muros e definição política de Judá

 

      à   Ester _  no  tempo entre Esdras e Neemias acontece a história de Ester :

                         _ uma  judia vem a se casar  com o rei da Pérsia, plano de Deus como meio
                             - para salvar os judeus de serem aniquilados por seus inimigos  

 

ESTES, são os livros  HISTÓRICOS :
          

             * Neemias encerra a  revelação de Deus quanto à  História de Israel

 

Os  próximos  400 anos são chamados de :
Período   INTERBÍBLICO_ tempo dos impérios gentios
Medo-persa, Grego  até  Roma

                                           Nada consta na Bíblia a respeito desse tempo.
Na Bíblia católica, alguns livros considerados APÓCRIFOS, têm valor apenas histórico,
                             >  não são de revelação divina    
J

 

 







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.