Cada Dia, o Ano Todo!
Agosto
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 04 Ser Pai ! oc
07 09 Constituinte oc
07 09 Dever de consci~ oc
* 07 20 Homem na Lua oc
08 07 Elo entre gerações oc he
Dentro.Fora da IGREJA oc
07 10* Dia da Pizza oc
08 03 * COMEMORAÇÕES oc
07 de abril Hist oc
08 01 sobre o SELO ...oc
é FERIADO oc
dia dos avós
 



05 ... SENAQUERIBE hist vt >Rv

PRISMA DE SENAQUERIBE


Touro alado de Khorsabad - Escultura Assíria

Os assírios, semitas, rudes, nômades, pastores e caçadores, foram vassalos dos babilônios por muito tempo. As lutas contra os indo-europeus favoreceram a sua ascensão. Formaram um pequeno reino com sede em Assur transferida, mais tarde, para Nínive. A belicosidade do povo, a arides do solo e a explosão demográfica contribuíram para as conquistas assírias e a formação de um poderoso império no Oriente, conduzida por um líder militar ávido por conquistar e anexar outras nações, tinha como paradigma o pensamento: 'A guerra é a origem de todas as coisas e de todas ela é soberana'.



Rei Assírio

Senaqueribe sucedeu a seu pai Sargão II no reino da Assíria, e já no quarto ano do seu reinado quis subjugar de forma mais completa e definitiva a Palestina e fez isso com 46 cidades, enquanto que um dos seus principais oficiais, Rabsaqué, foi tentar a rendição de Jerusalém. Contra o conselho de Isaías, o rei Ezequias vinha tentando se prevenir tentando uma aliança com o Egito, onde reinava Tiraca.

Prisma Taylor originário de Nínive, capital Assíria (no atual Iraque)
no Período Neo-assírio; Durante o Reinado de Senaqueribe, 689 A.C.
Construída em Barro assado; Medindo 38.0 cm x 14.0 cm
Comprado em Bagdá, 1919


Nos seis lados inscritos deste prisma de barro, o Rei Senaqueribe registrou oito campanhas militares empreendidas contra vários povos que recusaram submeter-se à dominação assíria. Em todas as instâncias, ele reivindica ter sido vitorioso. Como parte da terceira campanha, ele invadiu Jerusalém e impôs um pesado tributo a Hezequias, Rei Judá.

O exército assírio tinha passado sobre a Síria e Israel como um rolo compressor, e depois atacou Judá, conquistou todas as suas cidades fortificadas e cercou Jerusalém. Senaqueribe, o rei assírio, escreveu em suas próprias crônicas que tinha fechado Ezequias (rei de Judá) como um pássaro numa gaiola. A conquista assíria de Jerusalém, capital de Judá, parecia inevitável. Contudo, uma vez que o monarca assírio precisava lutar em outras frentes de batalha, ele preferiu simplesmente intimidar os israelitas para que se rendessem. Ele enviou Rabsaqué, seu principal oficial, a Jerusalém para começar uma campanha de propaganda destinada a persuadir os homens de Judá a desistir sem lutar.

Confrontando a narrativa no prisma, a Biblia narra diferentemente o episódio, três capítulos registram o discurso de Rabsaqué: 2 Reis 18; 2 Crônicas 32 e Isaías 3







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.