Cada Dia, o Ano Todo!
Junho
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

12 de junho Dia dos Namorados *oc
06 19 Corpo de Cristo oc
FOME de AMOR oc cs
05 11 E o pai com ISSO ? oc he
05 10 mãe requer PAI oc he
05 09 QUEM CUIDA ??? oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
06 12 'paixonite' ACABA oc rfx
06 20 O que é CORPUS CHRISTI ? oc
05 08 ...Percepções diferentes* oc
VerddS : importa saber oc cs
07 de abril Hist oc
05.23 > Você é Responsável ! oc
é FERIADO oc
 



07... CONCÍLIO DE NICÉIA hist nt> Rv

Concílio de Nicéia, o primeiro concílio católico

 

Introdução pessoal

Ressurreto, Jesus ordenou aos discípulos: “Ide por todo o mundo e fazei discípulos”  Mt 28.19

Após a descida do Espírito Santo, 
        
i) prometida a partir do discurso de despedida de Jesus,
        ii)  citada no evangelho de  João capítulos 14, 15 e 16,

       iii)  ocorrida  cf  narração no livro de Atos capítulo  2,

*O cristianismo foi se espalhando por todo o mundo conhecido, sob o Império Romano. Por não idolatrarem a César e se recusarem a participar de cultos ao Imperador, os cristãos começaram a ser perseguidos por serem considerados ameaça perigosa à estabilidade do Império. Assim, passou a existir na ilegalidade. Quanto mais perseguidos,  mais se fortaleciam e aumentavam em número pois instigavam a curiosidade dos gentios que queriam saber mais sobre essa “religião” cujos seguidores preferiam  perder suas vidas a negar  a Jesus.

* Crescendo de modo organizado, cf o modelo das cartas de Paulo a Timóteo e Tito, apesar de se reunirem  nas  casas ou em catacumbas- especialmente  em Roma_  havia liderança estabelecida e aceita pela comunidade, sendo que a posição de bispo crescia em influência à medida em que aumentava o número de cristãos

*Terríveis fases de perseguições atrozes, dez ao todo, intercaladas por fases mais amenas, se sucederam até que o imperador Constantino se converteu ao cristianismo

Em 313 AD  foi  decretada a legalidade da “religião” cristã.  Junto com a liberdade da pregação veio o florescimento descarado de heresias, algumas das quais  se  infiltravam  entre os verdadeiros crentes desde o tempo dos apóstolos.

Em 325 AD houve  o primeiro concílio geral de todas as igrejas cristãs: convocado pelo imperador Constantino, reuniu  315 bispos 
na cidade de Nicéia
,província  Anatólia, Síria.

Motivos
1- Combate a forte movimento herege que negava a divindade  de  Cristo:
                             
o Arianismo* [ ver  apêndice ]
2- Urgência de se definir princípios ortodoxos(visão correta da fé em Cristo)

Resultou em algumas decisões fundamentais que definiram os rumos da igreja, inclusive  seu título de igreja  Católica, ou seja: Universal.
Em sinal de concordância, as atas foram assinadas por todos os participantes
           exceto dois amigos de Ário,  exilados juntamente com ele.  
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
J o que, inicialmente feito com a melhor das intenções,  com o tempo veio a se degenerar com o abuso do poder pela imposição do que cada um devia crer, e como crer, aplicando sanções exacerbadas na época que foi chamada Idade das Trevas, tão tenebrosa em seu feitos  e  efeitos.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Decisões fundamentais :

1-  Cristianismo  declarado “religião “ universal sob a supervisão de liderança organizada  sob o título de  igreja católica

2-  A título de preservar a sã doutrina, reuniram-se os bispos cf  Mt 18. 18   para decidir o que deveria ser aceito como verdadeiro e o que deveria ser rejeitado por ser considerado falso, para unificar o ensino das doutrinas básicas do cristianismo = dogmas * ver J * 
Em conseqüência:
i)
definiram-se os livros que viriam a constituir o Cânon Sagrado= Bíblia por serem considerados de inspiração divina, tendo-se observado minuciosamente rigorosos critérios de avaliação. Outros escritos, em vasto número, que circulavam entre os cristãos foram considerados   
                                     Apócrifos
=   e  queimados.

ii)  Também foi decidido excomungar = excluir da comunhão, de participar da Ceia,   os que discordassem_ ou_ insistissem em ensinar outra doutrina,

havendo desde sanções leves até penalidades severas, como  prisão  e  exílio

iii) Definida a controversa questão sobre  a  Natureza  de  Cristo_ não sem acirradas discussões, foi escrita a profissão de fé , transcrita a seguir, conhecida como

C r e d o    de  N i c é i a

 “Cremos em um só Deus, Pai  Todo poderoso, Criador  de  todas  as  coisas, Visíveis  e  invisíveis” E [cremos] em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho de Deus, gerado do Pai, Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, gerado, não criado, consubstancial do Pai, por quem todas as coisas foram feitas no céu e na terra, o qual, por causa de nós, homens, e por causa de nossa salvação, desceu, se encarnou e se fez homem, padeceu e ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus  e virá para julgar os vivos e os mortos ; E [ cremos] no Espírito Santo.”

 

“Mas, quanto àqueles que dizem :
1-“existiu quando não era”/ “antes que nascesse, era”/ “foi feito do nada”ou 
2- aos que afirmam que “o Filho de Deus é uma hipótese  ou substância diferente” ou 
3- “ foi criado” ou “ é sujeito  a  alterações  e  mudança”  
                      
a estes, a igreja Católica anematiza

 

      • extr. de site da internet, Google/ conc de Nicéia / terravista

*Ferrenhos debates foram travados, cada um embasando  seu ponto de vista, tendo como cabeça pensante do arianismo, Ário_ bispo da Líbia, e como seus opositores mais destacados: o bispo Alexandre  de  Alexandria e , especialmente  pelo que viria a ser seu sucessor, o jovem bispo Atanásio. Dentre tantas coisas importantes,

      • a muito importante foi a palavra técnica  HOMO-OUSIOS

= consubstancial, imposta pelo credo pois, nesta palavra evidentemente antiAriana, o concílio estabeleceu sua própria definição. Esta imposição categórica do termo HOMO-OUSIOS  foi muito propícia  no contexto herético do arianismo, de tal forma  que  levou  Ário e seus adeptos a romper com a igreja universal,  agora chamada Igreja Católica.

O bispo Eusébio, de Cesaréia  fez  tentativa  de conciliar  tanto as idéias como seus defensores, apresentando termo de compromisso, rejeitado pelos dois  lados por não ter sido claro em seus termos .

*Também houve relutância por parte de Atanásio, antes e depois de Nicéia, quanto ao termo HOMO-OUSIOS, tão forte em seu significado, especialmente por ser usado  em outras linhas heréticas como Sabelianismo e os ensinos de Marcelo Ancira.

No entanto, o dogma HOMO-OUSIOS = consubstancial,  foi sendo cada vez mais valorizado na luta antiAriana , finalmente  tornando-se  centrum Nicaenum = o centro da confissão Cristológica.

* A Igreja Católica precisava definir e confessar sua fé , o que fez  enunciando  e  proclamando   o Credo que ficou conhecido como o  Credo de Nicéia, acima transcrito. Basicamente escriturístico, soa como eco da adoração que permeia todo o Novo Testamento. Consubstancial  pretende traduzir e declarar o que João expressara há muitos anos antes_ Este é o verdadeiro Deus e a Vida eterna.

*Mais tarde, fora do contexto da heresia Ariana, novamente houve controvérsias quanto à  propriedade do termo HOMO-OUSIOS, definida como sofisticada, abstrata, sem importância religiosa. Mas não o foi na época em que serviu para se opor a Ário e adeptos da cristologia ariana.
             BASE _ A Pessoa de Cristo,  Berckouwer, G C  _  Ed  Juerp

 

Apêndice: Arianismo

* Ário [250  a  336AD] da Líbia.  Educado em Antioquia da Síria, cujo mestre Luciano de Antioquia , fôra discípulo de Paulo Samosata. Seus ensinos sobre a natureza de Cristo foram condenados  em 02.325 em Antioquia   e  20.05.325 em Nicéia  tendo sido deportado para o Ilírio, na Grécia(?) Mesmo assim, continuou escrevendo suas idéias tendo como principal articulador  o bispo Eusébio de Nicomédia.

* Em 335, Ário encontrou-se com o imperador Constantino e subescreveu uma confissão de fé considerada ortodoxa.  Em 336-337, à morte, foi readmitido  à comunhão da igreja católica  pelo Sínodo de Jerusalém . O arianismo foi amplamente aceito no século 4, começando a perder força após o Concílio de Constantinopla, em 381, que reafirmou a posição do concílio de Nicéia, condenando o arianismo.

*Apesar de aceito pelo Imperador que visava manter a unidade do Império romano e tinha o cristianismo como um instrumento dos mais eficazes, o arianismo foi poderosamente combatido por Atanásio [ 296 – 373 ]jovem bispo de Alexandria  de 328 a 373, que_ apesar de perseguido e exilado, conseguiu preservar a sã doutrina sustentando tanto a humanidade como a divindade de Jesus.

 

Ensinos da heresia ariana

1_  Há um só Deus, Criador, sendo Jesus de  uma substância diferente    do Deus Pai 

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
             Obs_ No original grego, um simples iota fazia toda a
diferença
                        entre o cristianismo bíblico e a heresia.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

*Dessa premissa, decorriam mais quatro heresias :

1.a -   o Filho é criatura diferenciada do Pai  [ Nega  Fp  2.6 ]

1.b -  o Filho teve um começo, isto é, não é eterno como o Pai. Nega Jo1.1
1.c -  o Filho não é um com o  Pai.
                    Nega a afirmação do próprio Jesus em João17.

1.d- Por ter deles participado,  recebeu como honra os títulos de

       “a Palavra de Deus”, Ap 19.13 corr /  o Verbo[ Jõ 1.1 
                             “Sabedoria de Deus”,1 Co 1.24

1.e- o  Filho está sujeito a mudar e pode cair, como Lúcifer.  Deus, prevendo 
  esta 
possibilidade, agiu em graça, dando firmeza de caráter a Jesus

Conclusão: Se tivesse essa heresia tivesse prevalecido, o cristianismo teria se tornado apenas mais uma religião entre tantas outras, com deuses e não apenas um Único e Verdadeiro Deus.

BASE _  Eu creio, Hermister M P Costa   Ed  Parakletos

 

BIBLIOGRAFIA

 -  Site da internet google / concílio de Nicéia /terravista.pt/Nazaré/1946/trindd15.htm

 -  A Pessoa de Cristo,  Berckouwer, G C  _  Ed  Juerp

 -   Eu creio,  Hermister M P Costa   Ed  Parakletos  J   

 








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.