Cada Dia, o Ano Todo!
Outubro
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
09 07 Independência oc
09 21 Primavera * oc
* 07 20 Homem na Lua oc
11.14 ..cristão tem ídolos? oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
...Eleições, prs
09 06 Saber o passado oc
09 16 Camada de Ozonio *oc
07 de abril Hist oc
09 11 Atitude na tragédia*
10 09 dia da criança oc
10.12 APARECIDA oc
é FERIADO oc
09.01 ESPERANÇA oc
09.02 ORGANIZAR FAZ BEM oc
 



* O Básica - Hm

PARA IMPRIMIR:  1-  SELECIONE O TEXTO,  CLIC em  ARQUIVO >  IMPRIMIR > SELEÇÃO   
                           
 2-  SELECIONE O TEXTO :  dê C+C _  abra artigo novo no seu computer _  dê C+V  e  Salve! 
                                                       imprima do seu jeito, frente e verso  para economizar papel
                           RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS: CITE SEMPRE A FONTE DE ONDE EXTRAI OS ARTIGOS

cap 01  O básico para interpretar as Escrituras é a partir da própria Escritura.

1. A Bíblia pela Bíblia
Ex:“Longe de vós toda... blasfêmia...” Ef 4.30 / 
Pergunte-se: - Cristão blasfema?
- O que é blasfêmia para Deus? Em chave Bíblica achamos: “Por que blasfema de Deus o ímpio dizendo no seu coração que Tu não inquirirás?” Sl 10.13-14 corr
Então, a Bíblia diz que blasfêmia é dizer no seu coração que Deus não inquirirá = ignora o erro. Achar outros textos semelhantes

2. Histórico
a) A aliança de Deus com Israel era perfeitamente compreensível aos gentios pois era costume na época um povo mais fraco livrado por outro mais forte estabelecer aliança de fidelidade e serviço, sendo aceita com naturalidade a morte em caso do povo ajudado romper tal aliança. Aos olhos dos gentios, era compreensível, justo e honroso o castigo de Deus aos hebreus quando estes violavam a aliança indo após outros deuses.
b) Mudança de nome significava mudança de tutela. O rei vencedor mudava o nome do rei conquistado para evidenciar autoridade a quem esse rei devia obediência e fidelidade. Foi o caso de José, Daniel e seus três amigos, e de alguns reis no tempo do cativeiro. Então, a mudança dos nomes de Abrão e Jacó passa a ser muito mais significativa para nós, como foi para os povos que viviam naquela época.
c) É preciso estudar o período interbíblico pela História Geral para se entender a situação de Israel no tempo de Jesus, tão diferente da situação de Israel no fim do Velho Testamento. Dinastia de Herodes e sistema judiciário: Sinédrio, Herodes, Pilatos
d) O que é a Verdade? João 18.38. Essa pergunta de Pilatos expressa o clamor do coração de todos os povos, na época. Como a gente sabe disso? Pela análise histórica dos acontecimentos anteriores:
            - Idolatria fica desprestigiada pois não livrara os povos dos romanos
                  - mas não traz resposta aos questionamentos que levanta.

3. Tipo
(menor do que o tipificado) Aponta para algo maior, que virá.
a) Melquisedeque, cujo significado foi explicado muito bem no livro de Hebreus;
b) José: vendido pelos irmãos por inveja, traído, preso injustamente, fica um tempo “enterrado” na prisão até que sai para posição de autoridade e vem a ser motivo de salvação aos que o venderam e traíram. Perdoa os irmãos que o venderam. Entende ser plano de Deus para livramento de todos. Tipo de Jesus.
c) Saul e Davi: o usurpador (diabo) reina até o tempo do rei ungido por Deus(Messias)
d) Salomão em seu apogeu é tipo do reino glorioso do Messias.

4. Simbologia
Algo físico que explica conceito espiritual. Exemplo: Vestes de peles, um inocente morre para “cobrir” o efeito do pecado. Para entender melhor, é preciso recorrer ao método “Bíblia pela Bíblia”:
a) “Todos pecaram, destituídos estão da glória de Deus” Rm 3.23 / Por que?
b) Deus dissera: “no dia em que dele comeres, certamente morrerás”. Mas eles não caíram fulminados imediatamente. Deus mentiu? Era morte para dali 900 anos?
          *É preciso entender o significado da palavra morte que é separação.

  • Para explicar o efeito visível desse “desligamento” é preciso buscar outros textos
                           Ex 34.29, Sl 104.1, Gn 2.25, 3.7,  Rm 3.23 

5. Por Analogia
Outro método de interpretação da Bíblia, assim como a pele de Moisés resplandeceu por ter ficado exposto à glória de Deus, por um certo tempo, é viável supor que Adão e Eva estivessem “vestidos” pela glória de Deus. Ao pecar, imediatamente foram estituídos da glória de Deus e então, viram que estavam nus.
a) O sangue derramado testificava ter havido morte substitutiva
b) A pele do animal lembrava que houvera um sacrifício para cobrir o efeito do “desligamento” Assim, todo sacrifício no Velho Testamento:
               - olha para o passado, para o primeiro sacrifício, no Éden
          - aponta para o futuro, a vinda do Descendente prometido, Gn 3.15

6. Profecias concêntricas, especialmente comuns em Isaías
a) Há profecias com duas conotações, exexmplo:
Is 8.14: futuro próximo, cumprida pela História, e futuro remoto: vinda do Salvador 
Is 2.10: futuro próximo,cumprida pela História, e futuro remoto: fim dos tempos (Ap)

b) Há profecias com três conotações: Is 9.20
    - futuro próximo, cumprida pela História: cativeiro de Israel
    - futuro remoto, cumprida na rejeição de Israel, dando lugar à Igreja
    - futuro remotíssimo,tempo terrível para Israel,  pouco antes do Milênio.

7. Conhecimento da Bíblia toda
Como um todo, não apenas certas partes, é outro exemplo de como a Bíblia se explica, ou entende-se melhor pelo conhecimento da própria Bíblia: o testemunho de João a respeito de Jesus: “Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” Jo 1.29... Para nós parece apenas uma frase de efeito, mas para o judeu era mensagem muito forte:
a) Apontava para o sacrifício: inocente morre para o pecador ficar isento do castigo. Como no Imposto de renda, o isento não paga, não deve nada ao Governo. Está OK com a Lei.
b) Os judeus tinham a noção de que o sangue do cordeiro concedia vida ao que merecia morrer, mas apenas cobria os pecados Sl 32.1, 51 (método da Bíblia pela Bíblia) e João afirmava que...
c) A eficácia do sacrifício de Jesus tira o pecado, e não apenas o cobre.  Jo 1.29

8. Significado da palavra no original
Ao dizer: - “Eu sou a porta” Jesus usou a mesma palavra usada para designar a porta do santuário.
a) Uma única entrada dava acesso à possibilidade de perdão, por onde se passava trazendo um sacrifício a ser oferecido no altar, o que tornaria Deus propício ao pecador: significava perdão, isenção da culpa, e tornava o pecador aceitável a Deus.
b) Uma única porta dava acesso ao serviço dos sacerdotes; antes precisava passar pela pia de bronze, onde os sacerdotes lavavam os pés e as mãos, significando santificação, consagração. 
c) Uma única porta dava acesso à presença de Deus, no Santo dos Santos onde apenas uma vez por ano apenas o sumo sacerdote designado podia entrar levando o sangue do sacrifício para espargir sobre o propiciatório que cobria a arca da aliança, tendo passado pelas portas anteriores do perdão pessoal e da santificação. O véu que velava a entrada desse recinto sagrado foi rasgado de alto abaixo ao morrer Jesus, Mateus 27.51 (Bíblia pela Bíblia).

9. Significado da palavra no contexto da época
“Não se acende candeia para colocá-la debaixo do alqueire” Mt 5.15, Mc 4.21, Lc 11.33
*Na frase citada nos três Evangelhos, Jesus demonstra um certo senso de humor e deve ter havido sorrisos em muitos lábios pelo absurdo que significava para eles, mas para nós não diz nada, aliás causa até certa inquietação, pois conhecemos alqueire como medida de terra. E aí, como fica? Alqueire, nestes textos, refere-se a uma caixa sem tampa, usada como medida de cereais e que os mais pobres viravam com a boca para baixo a fim de usar o fundo como mesinha, pois era costume tomar as refeições assentados no chão. Agora percebe a sutileza irônica de Jesus nesta frase?

Conclusão
Estes são alguns métodos que nos fazem entender melhor as Escrituras, imprescindível a quem apenas pretende conhecer melhor a Palavra para melhor conhecer o seu Deus e se deixar instruir por Ele, via Palavra, e a quem também se propõe a ensinar a Bíblia, seja discipulando, aconselhando ou pastoreando.#








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.