Cada Dia, o Ano Todo!
Outubro
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
09 07 Independência oc
09 21 Primavera * oc
* 07 20 Homem na Lua oc
11.14 ..cristão tem ídolos? oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
...Eleições, prs
09 06 Saber o passado oc
09 16 Camada de Ozonio *oc
07 de abril Hist oc
09 11 Atitude na tragédia*
10 09 dia da criança oc
10.12 APARECIDA oc
é FERIADO oc
09.01 ESPERANÇA oc
09.02 ORGANIZAR FAZ BEM oc
 



07c ...Am do Sul dc mss

Hist 7  pion’ am do sul

Fins de 1800 chegam os primeiros missionários ao Brasil mas, só colportores conseguem penetrar na América  Latina

 

O avanço do Protestantismo na América Latina nada tem a ver com conquistas políticas,  


Pelo fato de serem colonizadas por espanhóis e portugueses,
                países essencialmente católicos e sob a Inquisição
                sempre se opuseram à expansão do Evangelho.
Em 1550,  huguenotes franceses chegam ao Brasil RJ) , para fugi das perseguições,
               mas foram repelidas pelas autoridades portuguesas com o aval da Igreja Romana.
Em 1630   holandeses invadem o Nordeste brasileiro : por mais de trinta anos, estabelecem  expressivo trabalho evangélico, mas também foram expulsos em 1661. Não obstante a oposição sofrida, pelos fins do século XVIII ( anos de 1700)  a causa protestante começava a ganhar espaço.  As sociedades missionárias congregacionais e metodistas começaram a operar nessa área, e nas Guianas, no começo do século XIX ( anos 1800)
                                -  quando os ingleses e holandeses controlavam esta última região.
 À medida que os países dominados pela Espanha e Portugal conquistam a independência, muitas leis discriminatórias foram revisadas, e na constituição desses países a palavra proíbe vai sendo trocada por
permite :  'permite-se o exercício público de outras religiões'.
   Mudadas as leis opressivas em leis favoráveis,  os protestantes começaram a aumentar.
Nas Guianas, que nunca haviam estado sob o domínio espanhol ou português, há o maior número de protestantes. Os moravianos, que ali haviam chegado em 1738, eram um total de quase 9000 membros. Os metodistas  dizer  contar com mais de 4000 membros.
Em 1900, as igrejas desses dois pequenos países constituíram quase cinqüenta por cento dos membros das igrejas evangélicas da América do Sul. À  sombra da inquisição, o clero romano com o aval de muitos governantes, infligia perseguições extremas aos evangélicos na América Latina, o que de certa forma aumentava o zelo dos crentes mas não das igrejas
  
Depois de 1890, o Brasil reconheceu a 'absoluta igualdade' entre as diferentes igrejas aqui existentes.Então  muitas   igrejas foram  estabelecidas de imediato. Mas a igualdade diante da lei, freqüentemente era desrespeitada pela Igreja Romana, que se contentava em levantar sucessivas ondas de perseguição às igrejas evangélicas do Brasil
                                                                      -  e de outros países latino-americanos.
É digno de nota que mesmo depois de 1900, países da América Latina como o Chile, Colômbia, Venezuela, Argentina, Peru, Uruguai, Paraguai, Equador e Bolívia, só com grande relutância abriram as suas portas aos evangélicos, ao passo que as igrejas evangélicas do Brasil se multiplicavam de maneira surpreendente.
  Coube às
sociedades bíblicas americana e britânica a honra de fazer entrar na América Latina as primeiras Bíblias, no começo do século passado. A distribuição de Bíblias foi feita lentamente, até que surgiram bravos colportores, homens capazes e entusiastas que devotavam tempo integral no trabalho de venda e distribuição das Escrituras. Não poucos deles foram alvo de ataques, perseguições e prisões por parte de sacerdotes católicos. Alguns  são lembrados hoje como apóstolos da causa da liberdade religiosa em seu país. Entre os quais se destacaram Penzotti, no Peru, e Tonelli, no Brasil. Não poucos deles,      
                                     -  sofreram o martírio como preço da nobre causa que abraçaram.

James Thomson:  destacou-se como colportor  nesse período de pioneirismo,  cuja coragem e amor cristão o levou a percorrer toda a extensão da costa ocidental da América do Sul, atravessar a América Central, o México e a área do Caribe, levando uma Bíblia debaixo do braço. Thomson destacou-se não só como  colportor e educador cristão, mas também como um ardoroso evangelista. Suas cartas enviadas à Inglaterra, sua pátria, revelam seu interesse e hipotecam confiança no futuro das igrejas evangélicas da América Latina.  Relata-se que  muitas igrejas foram estabelecidas mediante o testemunho exclusivo de algum leitor da Bíblia, que compartilhava com outros da realidade de sua descoberta da verdade divina lendo a Palavra de Deus. Muitos afirmam o padrão era claro e simples: primeiro aparecia uma Bíblia, depois um convertido, e a seguir, uma igreja.
F. C. Glass, um dos colportores pioneiros do Brasil, asseverou: '
Em dezenas de lugares onde vendi os primeiros exemplares das Escrituras que o povo via pela primeira vez, existem fortes igrejas atualmente... Na maioria dos casos, quase invariavelmente, primeiramente aparecia a Bíblia e depois o pregador, excetuando aqueles casos em que o colportor era também o evangelista; noutros casos, a Bíblia e o pregador surgiam ao mesmo tempo.
 Não me lembro de uma única instância em que a Bíblia tenha surgido em segundo lugar. Falando por experiência pessoal, portanto, devo dizer que se alguém quiser abrir uma nova área, a primeira coisa a ser feita é enviar alguém munido de uma Bíblia
'. 
J aleluia ! 







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.