Cada Dia, o Ano Todo!
Junho
D S T Q Q S S
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
11.06 Comemora _ dia oc
* 07 20 Homem na Lua oc
05 de junho: dia da ECOLOGIA oc
03 20 Início do out 21.03 oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
05 04 Mãe, que presente quer ? oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
07 de abril Hist oc
05 12 Mãe e CULPA Ed Fiel oc
09.06 Pentecostes oc
10.06 Espírito: não entristecer oc
é FERIADO oc
09.01 ESPERANÇA oc
 



O que fazem...? %

MANÁ DA SEGUNDA www.cbmc.org.br

                                                               www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL

5 de novembro de 2018

Vinte e um anos servindo às comunidades empresarial e profissional


O Que Executivos de Sucesso Fazem de Diferente

Por Rick Boxx

 

O consultor de liderança Ron Carucci, em uma aparição em vídeo da Harvard Business Review, afirma que entre 50 e 60 por cento dos executivos falham quando exercem pela primeira vez esse cargo.  Por causa disso, Carucci estudou executivos de sucesso para descobrir o que eles fizeram de diferente daqueles que não foram bem-sucedidos e descobriu quatro fatores principais. 

 

O primeiro fator é Amplitude. Novos executivos tendem a ter uma visão estreita sobre negócios.  A compreensão total do panorama de qualquer  organização é fundamental para se ter a amplitude de conhecimento necessária para a tomada de decisões inteligentes. 

 

Na Bíblia, encontramos um bom exemplo dessa deficiência.  O apóstolo Pedro foi uma pessoa que teve dificuldades para enxergar o panorama total.  Em certa ocasião, Jesus o repreendeu dizendo:  “...Você é uma pedra de tropeço para Mim, e não pensa nas coisas de Deus, mas nas dos homens.”  (Mateus 16:23). 

 

Em seus papéis como líderes, executivos de sucesso procuram compreender todos os aspectos de sua organização. 

 

O segundo fator que Carucci descobriu é Contexto.  Executivos bem-sucedidos realizam o trabalho necessário para obter entendimento das mudanças em sua cultura, ramo de negócios ou dentro de sua organização.  A compreensão do contexto vai capacitá-lo a fazer escolhas mais sábias e mais bem informadas. 

 

Novamente, nas Escrituras encontramos um modelo para essa abordagem de liderança.  Em I Crônicas 12:32 lemos sobre uma família que compreendia a importância de entender o contexto para a tomada de decisões: “dos filhos de Issacar, conhecedores da época, para saberem o que Israel deveria fazer...”

 

Quando lhes é atribuído um novo papel, executivos de sucesso investem tempo para estudar as tendências e compreender o contexto para poderem, assim, servirem melhor suas organizações.

 

O terceiro fator é Escolha. Todos os dias apresentam muitas opções de escolha.  Por exemplo, executivos devem decidir onde podem investir melhor o seu tempo.  Se você já desempenhou o papel de executivo, sabe que existem muitas pessoas acreditando que o projeto delas é o melhor para o uso do seu tempo.  Mas o verdadeiro sucesso surge com a capacidade de dizer “não” para o que pode desviar a atenção e “sim” somente para as oportunidades cruciais para a missão.

 

Como Jesus disse em Mateus 7:14, “...é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram.” 

 

O último fator que Carucci descobriu é Conexões.  Executivos bem-sucedidos sabem que é crucial conectar-se com outros, construindo relacionamentos fortes e confiança.  Estabelecer as conexões certas vai capacitá-lo a alavancar aqueles relacionamentos e construir confiança, de modo que outros possam ajudá-lo a alcançar seus objetivos.  Podemos citar exemplos e mais exemplos que demonstram como trabalhar de forma isolada não é uma estratégia eficiente de liderança. 

 

Encontramos esse princípio sendo comunicado em I João 4-7:  “Queridos amigos, amemos uns aos outros porque o amor vem de Deus.  Quem ama é filho de Deus e conhece a Deus.”  Amar a outras pessoas no ambiente de trabalho é uma forma poderosa de construir relacionamentos e confiança.  Em muitos casos, isso leva ao sucesso mútuo. 

 

Próxima semana tem mais!   

Rick Boxx é presidente e fundador da 'Integrity Resource Center', escritor internacionalmente reconhecido, conferencista, consultor empresarial, CPA, ex-executivo bancário e empresário. Adaptado, sob permissão, de 'Momentos de Integridade com Rick Boxx', um comentário semanal acerca de integridade no mundo dos negócios, a partir da perspectiva cristã.  Tradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto (jcnieto20@gmail.com).


Questões Para Reflexão ou Discussão

1. Antes de ler este “Maná”, que motivos você sugeriria para explicar por que a maioria dos executivos se depara com o fracasso quando assumem este papel pela primeira vez?

2. Qual dos quatro fatores apresentados é mais importante para você? Explique sua resposta.

3. Como um executivo pode ganhar uma visão mais ampla de sua organização, sua cultura e suas necessidades? Que passos você considera úteis para isso?

4. O último fator citado é “conexões” – relacionamentos. Por que, em sua opinião, tantos executivos falham nessa área? Como você avalia sua própria eficiência em termos de conexões e relacionamentos?

Nota.: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos Provérbios 11:14; 15:22; 19:20; 27:17, 23; Eclesiastes 4:9-12; Atos 6:3-4; Hebreus 13:17.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2018 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL -  E-mail: adm.mana@cbmc.org.br - Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês.

Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie um email para adm.mana@cbmc.org.br escrevendo 'REMOVER' no campo de assunto.


Questões Para Reflexão ou Discussão  

 

1. Antes de ler este “Maná”, que motivos você sugeriria para explicar por que a maioria dos executivos se depara com o fracasso quando assumem este papel pela primeira vez?

2. Qual dos quatro fatores apresentados é mais importante para você? Explique sua resposta.

3. Como um executivo pode ganhar uma visão mais ampla de sua organização, sua cultura e suas necessidades?  Que passos você considera úteis para isso?

4. O último fator citado é “conexões” – relacionamentos.  Por que, em sua opinião, tantos executivos falham nessa área?  Como você avalia sua própria eficiência em termos de conexões e relacionamentos?

 

Nota.:  Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos Provérbios 11:14;  15:22;  19:20;  27:17, 23;  Eclesiastes 4:9-12;  Atos 6:3-4;  Hebreus 13:17. 


 








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2019 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.