Cada Dia, o Ano Todo!
Dezembro
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
12.01 frisson de Natal
11. 15 Antecipe o Natal nov dks
..Natal, na cozinha? dks
07 09 Dever de consci~ oc
* 11.23 Oc...*GRATIDÃO (maná)
11.24 *Dia de Graças. lei oc
05 07 Faça um cartão oc
12 01...* PRÁTICAS dks
03 20 Início do out 21.03 oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
05 04 Mãe, que presente quer ? oc
11.26 ...*Em tudo...? oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
07 de abril Hist oc
05 12 Mãe e CULPA Ed Fiel oc
11.09 DESACELERA oc
Dia da Bíblia 2o domingo oc
é FERIADO oc
Doando-se no Natal oc
Como chegou a nós
 



'numa pior', dê o seu MELHOR %

ontem vi um filme sobre um músico cigano que sobrevivieu à perseguição nazista conseguindo fugir para a Suiça com a família: em situação calamitosa só dando o melhor de si, cada momento,  foram capazes de sobreviver à trajédia

 

MANÁ DA SEGUNDA  www.cbmc.org.br

                                                            http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL

                                                            https://manadasegunda.podbean.com/

28 de outubro de 2019

Vinte e dois anos servindo às comunidades empresarial e profissional


Dê o Seu Melhor Para o Seu Pior Emprego

Por Robert J. Tamasy

 

Qual foi o pior emprego que você já teve? Eu entendo que “pior” quer dizer diferentes coisas para diferentes pessoas, mas todos nós provavelmente podemos pensar em um trabalho em particular – ou dois – que nós definitivamente odiamos. Para mim, foram trabalhos comissionados em vendas, que tentei por um breve período. Muito breve, cerca de dois ou três dias cada um. O primeiro deles foi para vender aspiradores de pó para as pessoas mediante agendamento; o outro, era para ir de porta em porta vendendo enciclopédias.

 

Você pode dizer que ambos foram há muitos anos, porque penso que vendas de porta em porta são virtualmente obsoletas por questões de segurança, bem como a comodidade de poder comprar coisas via Internet. E será que alguém ainda compra enciclopédias? Com o Google e outros mecanismos de busca online, a informação que precisamos está literalmente na ponta dos nossos dedos. Por que atravancar nossa casa com inúmeros volumes de livros de referência caros e pesados?

 

A questão é: detestei ambos os trabalhos, basicamente porque não sou uma pessoa de vendas. Sendo naturalmente introvertido, para mim, a ideia de ganhar a vida tentando vender a estranhos coisas que eles provavelmente não queriam ou precisavam não tinha nenhum atrativo. Entretanto, indivíduos extrovertidos, voltados para vendas, especialmente aqueles que buscam a oportunidade de obter um ganho substancial se puderem vender muitos produtos, teriam amado o trabalho que eu detestei.

 

Mas, e quanto a ter que desempenhar um trabalho sem nenhuma beleza ou empolgação? Eu ouvi falar de um homem cujo trabalho em tempo integral consistia em limpar banheiros públicos portáteis. Posso garantir que ninguém cresce ou vai à faculdade com o objetivo de conquistar esse emprego. Mas aquele homem declarou que, embora ele não descrevesse seu emprego como “agradável”, encontrava prazer nele porque começava cada dia com o desejo profundo de honrar a Deus pela forma como abordava suas funções.

 

Quando ouvi essa história, pensei nos seguidores de Jesus Cristo da antiga cidade de Colossos. Muitos deles tinham trabalhos que eram mundanos, na melhor das hipóteses. Para alguns, isso significava limpar estábulos de cavalos. Você pode imaginar o que é passar o dia inteiro, todos os dias, recolhendo esterco com a pá e repondo feno e palha? E ainda assim, quando o apóstolo Paulo escreveu uma carta de exortação a esses crentes, ele disse:

“Tudo o que fizerem, seja em palavras ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dEle graças a Deus Pai...Escravos, obedeçam em tudo a seus senhores terrenos, não somente para agradá-los quando eles estão observando, mas com sinceridade de coração, pelo fato de vocês temerem o Senhor. Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo.” (Colossenses 3:17, 22-24).

 

Isso deve ser considerado com humildade, especialmente se nós temos um trabalho que apreciamos, mas ainda assim resmungamos a respeito dele. Como podemos fazer aquilo que Paulo instigou todo seguidor de Cristo a fazer? A passagem acima nos dá algumas pistas:

 

Devemos nos esforçar para refletir o caráter de Cristo. “Em nome do SenhorJesus” significa desempenhar nosso trabalho de forma a refletir caráter e qualidades piedosos – como se o próprio Senhor Jesus estivesse fazendo o trabalho. Anos atrás a frase “O que Jesus faria?” foi muito repetida. Quando abordamos nosso trabalho essa é uma boa pergunta a se fazer.

 

Nosso coração precisa ser correto. Uma coisa é apresentar exteriormente uma aparência quando sabemos que alguém está olhando o que fazemos. Mas, e quanto à forma como nos conduzimos quando pensamos que ninguém está olhando? Mesmo quando nosso chefe humano não está presente, podemos ter a certeza que o Deus Onisciente está ali, querendo que O honremos.

Seremos recompensados.Não temos nenhuma certeza de que as pessoas irão notar a excelência do nosso trabalho, mas temos a promessa de Deus de que Ele nota e recompensará nossa diligência e fidelidade.

 

Próxima semana tem mais!   Robert J. Tamasy, é jornalista, editor e escritor, e autor de 'Business at Its Best: Timeless Wisdom from Proverbs for Today's Workplace' e 'Tufting Legacies' (ainda não traduzidos para o português). Em co-autoria com David A. Stoddard escreveu 'The heart of Mentoring' e tem editado numerosos outros livros, incluindo 'Advancing Through Adversity', por Mike Landry. Tamasy mantém um site www.bobtamasy-readywriter ink.com e um blog atualizados semanalmente www.bobtamasy.blo gspot.com. Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de Juan Nieto.


 

Questões Para Reflexão ou Discussão

1. Qual o pior emprego que você já teve?

          - Por que ele parecia tão ruim para você?

2. Por que algumas pessoas acham certos trabalhos agradáveis e recompensadores, enquanto outras os detestam e prefeririam fazer qualquer outra coisa àquelas que o seu emprego atual requer?

 

3. O que você pensa de pessoas que aparentam estar trabalhando com disposição e zelo quando sabem que estão sendo observadas, mas que diminuem a produtividade ou fazem praticamente nada quando sentem que não estão sendo vistas ou avaliadas?

 

4. Como você explicaria o que significa trabalhar “como para o Senhor, e não para os homens” ?

significa que não devemos nos preocupar com o que nosso supervisor terreno ou “senhores” pensam? Você acha que trabalhar para o Senhor significa que podemos diminuir nossos padrões ou que devemos estabelecer um padrão ainda mais elevado que aquele que as descrições de nossas funções exigem? Explique sua resposta.

 

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 12:24; 18:9; 22:29; I Coríntios 15:58; Gálatas 6:9-10; Efésios 6:5-9.

                             - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2019 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL - E-mail: adm.mana@cbmc.org.b r -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, inglês, italiano e japonês.


Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie um e-mail para adm.mana@cbmc.org.br, escreendo REMOVER no campo 'assunto'.


Questões Para Reflexão ou Discussão

 

1. Qual o pior emprego que você já teve? Por que ele parecia tão ruim para você?

2. Por que algumas pessoas acham certos trabalhos agradáveis e recompensadores, enquanto outras os detestam e prefeririam fazer qualquer outra coisa àquelas que o seu emprego atual requer?

3. O que você pensa de pessoas que aparentam estar trabalhando com disposição e zelo quando sabem que estão sendo observadas, mas que diminuem a produtividade ou fazem praticamente nada quando sentem que não estão sendo vistas ou avaliadas?

4. Como você explicaria o que significa trabalhar “como para o Senhor, e não para os homens” ? Isso significa que não devemos nos preocupar com o que nosso supervisor terreno ou “senhores” pensam? Você acha que trabalhar para o Senhor significa que podemos diminuir nossos padrões ou que devemos estabelecer um padrão ainda mais elevado que aquele que as descrições de nossas funções exigem? Explique sua resposta.

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 12:24; 18:9; 22:29; I Coríntios 15:58; Gálatas 6:9-10; Efésios 6:5-9.








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2019 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.