Cada Dia, o Ano Todo!
Dezembro
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
12.01 frisson de Natal
11. 15 Antecipe o Natal nov dks
..Natal, na cozinha? dks
07 09 Dever de consci~ oc
* 11.23 Oc...*GRATIDÃO (maná)
11.24 *Dia de Graças. lei oc
05 07 Faça um cartão oc
12 01...* PRÁTICAS dks
03 20 Início do out 21.03 oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
05 04 Mãe, que presente quer ? oc
11.26 ...*Em tudo...? oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
07 de abril Hist oc
05 12 Mãe e CULPA Ed Fiel oc
11.09 DESACELERA oc
Dia da Bíblia 2o domingo oc
é FERIADO oc
Doando-se no Natal oc
Como chegou a nós
 



Perigos da autoimprtancia exagerada %


MANÁ DA SEGUNDA  www.cbmc.org.br

                                              http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL

                                              https://manadasegunda.podbean.com/

4 de novembro de 2019

Vinte e dois anos servindo às comunidades empresarial e profissional


Os Perigos da Autoimportância Exagerada

Por Rick Boxx

 

Meu genro, Brian, encontrou-se com um amigo em comum que anteriormente fora CFO (Diretor Financeiro) de uma empresa de capital aberto bastante conhecida. Quando perguntei como fora o encontro, Brian respondeu: “Ele compartilhou comigo uma ideia que jamais esquecerei: ‘Você nunca é tão importante quanto pensa ser.’”

 

Um velho e sábio homem de negócios daquela estatura ter compartilhado esse discernimento profundo com Brian foi muito útil. O executivo sabia muito bem como era desempenhar um papel de considerável poder e proeminência. Entretanto, ele também havia aprendido em primeira mão o quanto influência e prestígio podem ser passageiros. Sem qualquer aviso prévio ambos podem desaparecer.

 

Naquele dia, Brian aprendeu que, não importa qual o degrau em que se está na escada corporativa, toda posição é vulnerável e substituível. Isso se aplica a altos executivos, dirigentes do basebol ou técnicos de futebol, autoridades eleitas, gerentes de restaurantes ou contramestre de obras. Por esta razão, é crucial guardarmos nosso coração contra o orgulho, especialmente quando já experimentamos alguma medida de sucesso na vida.

 

O executivo disse sabiamente: “Você nunca é tão importante quanto pensa ser.” Nas Escrituras, encontramos palavras de precaução semelhantes. Por exemplo, em Romanos 12:3 o apóstolo Paulo apresentou essa admoestação: “Por isso, pela graça que me foi dada digo a todos vocês: Ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, ao contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida de fé que Deus lhe concedeu.”

 

Em inúmeras passagens a Bíblia usa os termos “cheios de si, enfatuados, orgulhosos” para descrever pessoas que foram apanhadas na armadilha do orgulho e na ilusão da importância própria. Colossenses 2:18 alerta quanto ao deixar-se enganar por pessoas com crenças e motivação erradas: “Não permitam que ninguém que tenha prazer numa falsa humildade...os impeça de alcançar o prêmio. Tal pessoa conta detalhadamente suas visões, e sua mente carnal a torna orgulhosa.”

 

Como nós podemos evitar essas armadilhas – tornar-nos “enfatuados” ou termos de nós mesmos um conceito mais elevado do que deveríamos? Algumas outras passagens são úteis a esse respeito:

 

Reconheça as armadilhas do orgulho. Todos nós já nos encontramos com pessoas que pareciam estar convencidas que ninguém na sala era tão importante quanto elas. Frequentemente, essas mesmas pessoas passam por humilhações quando falham ou alguém prova que suas autoproclamadas realizações eram exageradas. “Quando vem o orgulho, chega a desgraça, mas a sabedoria está com os humildes.” (Provérbios 11:2).

 

Faça um esforço consciente para mostrar deferência às outras pessoas. Inúmeros estudos demonstraram que os líderes mais eficientes - aqueles que foram bem-sucedidos em motivar e inspirar seus liderados - são os que demonstram humildade e preocupação genuína para com as outras pessoas. “Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros.”(Filipenses 2:3-4).

 

Lembre-se de como o aplauso pode ser passageiro. Pode ser gratificante receber cumprimentos e elogios, mas eles também podem ser pedras de tropeço se começarmos a levar essas boas palavras muito a sério e a darmos tapinhas nas próprias costas. “O crisol é para a prata e o forno é para o ouro, mas o que prova o homem são os elogios que recebe.” (Provérbios 27:21).

 

Próxima semana tem mais!    Rick Boxx é presidente e fundador da 'Integrity Resource Center', escritor internacionalmente reconhecido, conferencista, consultor empresarial, CPA, ex-executivo bancário e empresário. Adaptado, sob permissão, de 'Momentos de Integridade com Rick Boxx', um comentário semanal acerca de integridade no mundo dos negócios, a partir da perspectiva cristã. Tradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto (jcnieto20@gmail.com).


Questões Para Reflexão ou Discussão

1. Você concorda com a afirmação do executivo, que disse: “Você nunca é tão importante quanto pensa ser.”? Existem exceções? Explique sua resposta.

2. Quem, em sua opinião, já exibiu a atitude “enfatuada” descrita neste Maná? Como era esse indivíduo e como você reagiu a ele?

3. Você já lutou pessoalmente contra um senso exagerado de importância própria? Como e em que situações você lidou com isso?

4. Qual, em sua opinião, é a melhor maneira de lembrarmos que não somos tão importantes quanto pensamos? Como você comunicaria isso a outra pessoa?

Nota.: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos.: Provérbios 12:9; 16:5, 18; 18:12; 21:4, 24; 26:12; Romanos 2:8; 12:10; Efésios 5:21.

 

MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2019 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL - E-mail: adm.mana@cbmc.org.br - Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês.


Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie um e-mail para adm.mana@cbmc.org.br escrevendo 'REMOVER' no campo de assunto.








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2019 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.