Cada Dia, o Ano Todo!
Maio
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

05 13 LIVRES por Jesus ! oc
05 01 Dia do Trabalho oc
05 02 sobre o Trabalho oc rfx
05 13 Abolição oc
05 15 Efeitos da libertação oc rfx
Dentro.Fora da IGREJA oc
05 04 Mãe, que presente quer ? oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
07 de abril Hist oc
é FERIADO oc
*Devocionais de janeiro oc
uma cançãopara amenizar
 



ISSO è TUDO ? %

Obs do site: compartilho texto que me impresionou muito: 'ao morrer, nada leva consigo, NEM A SUA FAMA NÃO O ACOMPANHA'  Sl 49.17

- impressionante pensar que a Hebe Camargo  será apenas   Hebe: com suas escolhas, com suas palavras e com as intenções de seu coração.

 

MANÁ DA SEGUNDA  www.cbmc.org.br

                                                   http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL

                                                               https://manadasegunda.podbean.com/

18 de maio de 2020

Vinte e dois anos servindo às comunidades empresarial e profissional


E Quanto ao 16º Segundo

Por Robert J. Tamasy

 

Recentemente assisti a um vídeo no qual o orador oficial na formatura do ensino médio discursava para sua turma. Ele falava da alegria que sentia quando, após anos de trabalho duro e sacrifício pessoal, ele tinha alcançado seu objetivo de ser nomeado orador oficial – o estudante colocado em primeiro lugar de sua classe. 
  
Mas, então, ele fez uma observação sombria: aquele sentimento de euforia durara “cerca de 15 segundos”. Ele disse que esperava muito mais – fogos de artifício talvez, ou muito mais entusiasmo. Mas não. Quando a realidade de receber a honra acadêmica se instalou, ele “não sentiu nada”. Tão rapidamente quanto a onda de emoção chegou, os sentimentos acabaram. Tudo no espaço de 15 segundos. 
 
  Por isso, ele alertou seus colegas estudantes que estabelecessem metas e sonhos, mas os mantivessem em perspectiva. Ele alertou: “Não tenham arrependimentos no 16º segundo. O que o estudante disse fez lembrar a sombria canção de anos atrás da cantora americana Peggy Lee, “Is That All There Is?” (Isso é Tudo?). Podemos empenhar nosso tempo, talento e energia para realizar certo objetivo, apenas para descobrir que, uma vez alcançado, ele não é tão realizador como tínhamos imaginado.
 
Para muitos – quando não para todos – de nós, o colégio é uma memória distante. Assim como a faculdade, se a cursamos. Ao contrário, você está provavelmente no meio da jornada de uma carreira profissional e estabelece metas, profissionais e pessoais, algumas para este dia, outras para esta semana, este ano, para sua carreira inteira. “Quando eu alcançar isso (seja lá o que “isso” for), então eu serei feliz”, raciocinamos. Privamo-nos de outras prioridades em nossa vida – relacionamentos, saúde e boa forma, a capacidade de desfrutar e apreciar o momento. Isso porque nossas metas e objetivos são tudo o que importa.   Então, como o orador bem observou, atingimos o alvo. Alcançamos nossa meta. E por cerca de 15 segundos, festejamos eufóricos, sentindo a satisfação estupenda da realização. Mas, então, chega o 16º segundo e nos perguntamos: “É isso? Isso é tudo?”

Sendo assim, seria inteligente dar ouvidos ao conselho do aluno principal: “Não tenham arrependimentos no 16º segundo.” Este não é um problema do século XXI. Ele existe há milhares de anos, como aprendemos estudando a Bíblia. Encontramos palavras diferentes, mas a mesma mensagem: não mantenha o foco sobre as coisas erradas.

 

1- Por que lutar pelo temporário quando podemos ganhar o que é eterno? O que você tem hoje, pelo que está trabalhando, que possa ser levado com você quando morrer? “Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, ali também estará o seu coração.” (Mateus 6:19-21).

 

2- Concentre-se em coisas duradouras. Uma pessoa sábia disse certa vez: “Quando tudo tiver sido dito e feito, somente duas coisas permanecerão: a Palavra de Deus e as pessoas.” Se isso é verdade, não é inteligente nos dedicarmos a outras coisas às custas de um relacionamento crescente com Deus, bem como com as pessoas que amamos. “A relva murcha, e as flores caem, mas a palavra de nosso Deus permanece para sempre.” (Isaías 40:8)

 

3- Tenha consciência de que esta vida temporal em breve terminará. As Escrituras falam sobre nossa vida terrena como sendo “um vapor” (Tiago 4:14). Rapidamente ela passa. Mas, depois, confrontamos a eternidade – e o que acontece então? “Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Marcos 8:36).

 

Próxima semana tem mais!


 

Questões Para Reflexão ou Discussão

1. Você já dedicou muito tempo e energia para alcançar uma meta, somente para descobrir que a alegria da realização desaparece rapidamente? Como foi essa experiência?

2. Em sua opinião, por que a “emoção da vitória” é tão fugidia, geralmente sendo substituída por sentimentos de desânimo ou vazio?

3. Quais as consequências – resultados negativos – de se tornar totalmente imerso em um objetivo desafiador, além de descobrir que o sentimento de satisfação desaparece surpreendentemente rápido?

4. Em sua opinião, o que significa manter uma perspectiva eterna em tudo o que fazemos, profissional e pessoalmente, e não uma perspectiva terrena e passageira? Como você se avalia nessa questão?

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Jó 7:7: Salmos 39:4-6; 144:4; Provérbios 27:1; Eclesiastes 1:2-4; 2:1-11, 21.



Robert J. Tamasy, é jornalista, editor e escritor, e autor de 'Business at Its Best: Timeless Wisdom from Proverbs for Today's Workplace' e 'Tufting Legacies' (ainda não traduzidos para o português). Em co-autoria com David A. Stoddard escreveu 'The heart of Mentoring' e tem editado numerosos outros livros, incluindo 'Advancing Through Adversity', por Mike Landry. Tamasy mantém um site www.bobtamasy-readywriterink.com e um blog atualizados semanalmente www.bobtamasy.blogspot.com. Tradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto.


MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2020 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL - E-mail: adm.mana@cbmc.org.br - Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês.

Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie um e-mail para adm.mana@cbmc.org.br escrevendo 'REMOVER' no campo de assunto.


Questões Para Reflexão ou Discussão

 

1. Você já dedicou muito tempo e energia para alcançar uma meta, somente para descobrir que a alegria da realização desaparece rapidamente? Como foi essa experiência?

2. Em sua opinião, por que a “emoção da vitória” é tão fugidia, geralmente sendo substituída por sentimentos de desânimo ou vazio?

3. Quais as consequências – resultados negativos – de se tornar totalmente imerso em um objetivo desafiador, além de descobrir que o sentimento de satisfação desaparece surpreendentemente rápido?

4. Em sua opinião, o que significa manter uma perspectiva eterna em tudo o que fazemos, profissional e pessoalmente, e não uma perspectiva terrena e passageira? Como você se avalia nessa questão?

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Jó 7:7: Salmos 39:4-6; 144:4; Provérbios 27:1; Eclesiastes 1:2-4; 2:1-11, 21.

 









Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2020 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.