Cada Dia, o Ano Todo!
Outubro
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
09 07 Independência oc
09 21 Primavera * oc
* 07 20 Homem na Lua oc
11.14 ..cristão tem ídolos? oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
...Eleições, prs
09 06 Saber o passado oc
09 16 Camada de Ozonio *oc
07 de abril Hist oc
09 11 Atitude na tragédia*
10 09 dia da criança oc
10.12 APARECIDA oc
é FERIADO oc
09.01 ESPERANÇA oc
09.02 ORGANIZAR FAZ BEM oc
 



07 Expansão do Cristianismo crs Rv ok

Expansão do Cristianismo
Viagens de Paulo por ordem de
cidades

 

Localizando na HistóriaJesus ressuscitou cerca de 29-30 AD  (adendo CALENDÁRIOS)

                                     O livro de Atos  conta o início da expansão do cristianismo

                                      Pedro é figura em evidência   até  Atos 12  
Paulo conheceu Jesus, perseguiu os cristãos, presenciou a morte de Estêvão, At 7.58

      Atos 9  narra sua conversão  Fica cerca de 17 anos ‘de molho’  Gálatas 1. 18 e 2.1

     Assim ( 29+17)  chegamos a  45/ 46 AD      J datas  aproximadas cf Manual H.H.Haley


45-48 AD
    1ª viagem        Atos 13 -14
13.1-3           Antioquia da Síria  1º centro do cristianismo gentílico
                                      - irmão colaço de Herodes

13.4-12         Chipre: cegueira do mágico, conversão do governador

                                 Saulo(heb) passa a ser chamado de Paulo: romano

Entra na província da Galácia:             

13.13-52        Antioquia da Pisídia   Paulo expulso por judeus

14.1-6            Icônio : aí ficou muito tempo, há sinais e prodígios

                                    ameaçado de ser apedrejado, Paulo foge para...
14.6-20          Listra _ a uns 32 km ao sul: cura de um coxo, aclamação,apedrejados

                                - cidade de Timóteo,  At 16.1 talvez tenha visto o ocorrido 2Tm 3.11

14.20-21        Derbe _ a 48 km a sudoeste  ONDE  faz muitos discípulos    

 

                      Paulo volta a Listra, Icônio  e Antioquia, cidades da Galácia  

                      aqui (?) ocorre a doença nos olhos citada em  Gl 4.13
                                                               referida 14 anos depois em 2Co 12.7

49 AD   de volta a Antioquia da Síria, ESCREVE AOS GÁLATAS

50 AD      1º. concílio da Igreja em Jerusalém  sobre  questão dos judaizantes, Atos 15

 

50-53 AD       2ª viagem        Atos 16 -17-18

16.1-6     visita a Galácia; em Listra  encontra Timóteo:  filho na fé ,   1Tm 1.2

                            - pretendem ir a Éfeso, depois a Bitínia: Deus muda os planos

16.8-10   Trôade, antiga Tróia: visão do rapaz macedônio mostra a direção de Deus :

                           Lucas: veio de Filipos  e  persuade  Paulo a ir a Filipos(?) na GRÉCIA

16.11-40   Filipos_ 1ª igreja fundada por Paulo na Europa  única da qual recebeu $
                                Lídia,  de Tiatira ( Ap 2.18)    foi a 1ª convertida, hospeda -os
                               - conversão do carcereiro
                               Lucas fica , 
17.1 _  juntando-se a Paulo 6 anos depois, 20.6

                                        -  Seis anos depois, Paulo escreve a carta  aos Filipenses  

17.1-9    Tessalônica, maior cidade da MACEDÔNIA, REGIÃO NORTE DA GRÉCIA

 51 AD                   Numerosa multidão de gregos e pessoas distintas CRERAM, At  17.4    
                               - e tornaram-se cristão exemplares   a toda a Grécia,
1 Ts 1.8-9        
                                  - aí, foram chamados de ‘os que transtornaram o mundo’,
At 17.6
               P
arecem ter passado lá apenas 3 semanas,   At 17.2   (  ou foi mais tempo? )
               Fp 4.16  1Ts 2.9  2 Ts 3.8
J ou foram outras vezes, quando passou por lá ?

                                                          ou 3 sábados na sinagoga, depois em outro  loca l

               Tangido de lá, deixa Silas e Timóteo  vai a Atenas ( sul da Grécia) + 320km
17.10-14 - passa em Beréia:
mais nobres...examinavam as Escrituras cada dia’ At 17.11   
17.15-34   
chega em Atenas: discurso no Aerópago,  frieza, cidade dos filósofos
52  AD      manda recado a Beréia, pedindo a vinda urgente dos 2 amigos, At 17.14-15
                   - eles vão a Atenas, mas Paulo já havia ido para Corinto, cidd próx. a leste

18.1-18     Corinto_ notável cidd do império romano, 400mil hab.  Importte rota comercial
                                Paulo  faz tendas com  Priscila, gentia e Áquila, judeu, At 18.2-3
                                Silas e Timóteo chegam com notícias dos  Tessalonicenses, 18.4                                   
                                 Paulo envia a 1ª carta,e  meses(?) depois, a 2ª carta dá detalhes
                
                                Fica um ano e meio:há tumulto com judeus, fica +muitos dias,
18.18
                                       escreve  aos Romanos,

18.18        Paulo  segue  viagem em direção à Síria, vão com ele Priscila  e Áquila
                         - detém-se em Éfeso: onde o casal fica:
abre  igreja  em casa, 1Co 16.19                                                           

18.21-  vai para Cesaréia, sobe  a Jerusalém  e desce para Antioquia: fica um tempo    

3ª viagem  cerca  de 54 a  57AD
18.23       Parte para a região da Galácia e Frigia confirmando as igrejas 

                        (At 18.24-24  Apolo*, de Alexandria, culto e brilhante, vai a Corinto,19.1)

19.2        Paulo  em Éfeso:  12 discípulos de Apolo  recebem o Espírito Santo, 19.6-7                                                  

                por 3 meses, fala ousadamente na sinagoga,e 2 anos usa escola de Tirano 

                Deus fez sinais e maravilhas , há queima de livros .Planeja ir a Roma, 19.21
                                               escreve 1ª carta aos coríntios   

19.22-41- envia Timóteo e Erasto para a Macedônia, fica  em Éfeso: Demétrio cria caso 
20.1-3      Vai à Macedônia (N), chega à Grécia(S)  fica 3 meses , volta à Macedônia
                                    escreve  2ª Coríntios  na Macedônia onde fica 3 meses, 20.3

20.4        Alguns acompanham Paulo até à Ásia e seguem para  Troas.
                Lucas fica com Paulo em Filipos  20.5    depois navegam para Troas.

20.6-12   em Troas _ atravessa a madrugada pregando, ressuscita jovem que cai da janela
20.13-15    uns vão de navio, mas Paulo vai por terra até ASSOM segue em direção a MILETO

                 - não quer passar por Éfeso pois tem pressa para chegar a Jerusalém, 20.16

20.17-38     MANDA CHAMAR ANCIÃOS de Éfeso: despedida comovente na praia

21.1-16        continua a viagem em direção a Jerusalém

 

58 AD       21.17      com os irmãos em Jerusalém,    atos 21.17-25

                  21.26       Paulo vai ao  Templo

21.27       sete dias depois:  tumulto de  judeus radicais  21.28-34

21.33-40  sendo levado preso, pede para falar ao  povo

                 atos 22     discurso de Paulo   
23.1-11    ante o Sinédrio + conspiração: é levado a Cesaréia, 21.33

                24.1 5 dias depois... ante Félix,  24.22  + dois anos, 24.27

60AD       At 25 ante Festo, apela para César   25.13 com rei Agripa e Berenice

                atos 26     defesa ante o rei Agripa

outono de 60 a primavera de 61     atos 27     viagem a Roma:
               At 28.30:   dois anos em prisão domiciliar,

62-63AD    Escreve  aos Efésios, Colossenses, Filemom + uma,  Cl 4.16

 

SOLTO,Paulo faz mais umas viagens, escreve cartas a Tito e 1Timóteo


*
  64 AD    cristãos começam a ser perseguidos após o incêndio de Roma por Nero, imperador 
  ???         Paulo vai preso, agora,  como líder de  seita  perseguida.
                              A situação é bem diferente , para pior
                              Escreve a segunda carta a Timóteo,  última carta de Paulo  _  fim

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

NOTA :  * Apolo_ de Alexandria, importt  centro cultural do Egito, com vasta biblioteca 

                              - pessoa  capaz e brilhante, tornou-se líder em Corinto e Éfeso  

 

ADENDO: CALENDÁRIOS
             EXTR  
http://www.quediaehoje.net/calendario-gregoriano.asp

 

 

No ano 46 a.C. Júlio César (Gaius Julius Cesar, 102-44 .C.), Orientado pelo astrônomo alexandrino Sosígenes (90-? a.C.), reformou o calendário romano, para uniformizar os calendários diferentes usados pelos territórios ocupados pelos romanos. Introduziu o Calendário Juliano, de doze meses, no qual a cada três anos de 365 dias seguia outro de 366 dias (ano bissexto). Assim, o ano juliano tem em média 365,25 dias.   Para acertar o calendário com a primavera, foram adicionados 67 dias àquele ano e o primeiro dia do mês de março de 45 a.C., no calendário romano, foi chamado de 1 de janeiro no calendário Juliano. Este ano é chamado de Ano da Confusão. As principais reformas são: o início do ano passa de 1º de março para 1º de janeiro; os meses passam a ter 30 e 31 dias intercalados (exceto fevereiro); quintilis e sextilis ficam com 31 dias porque têm nome de imperadores; o 13º mês, mercedonius, é suprimido.

O ano juliano vigorou por 1600 anos.

A palavra vem do vocábulo latino Kalendae, que deriva da raiz grega kal, que significa chamar.
Kalendae era usado na linguagem sacra para designar a convocação do povo feita no Campidoglio por um dos Pontífices da Roma pagã, quando no céu aparecia a primeira faceta da lua crescente. Anunciava-se então as datas da lua crescente (nonae) e da lua cheia (idus).    Kalendae é o primeiro dia do mês lunar.
A palavra Kalendarium, entre os romanos, era o registro no qual os banqueiros anotavam os juros correspondentes aos empréstimos no primeiro dia de cada mês. Depois Kalendarium passou a significar a tabela das datas importantes do ano.

O ponto de partida da era Cristã foi a escolha do ano UM para o nascimento de Jesus.  
     Isto foi fixado no
século VI, por um monge armênio, chamado Denis, o Pequeno.
         seguido da
sigla AD ( anno domini  = ano do Senhor)
                            ou  
dC ( depois de Cristo)

Denis reteve como primeiro ano da era cristã (ano 1, portanto) o ano 754 da era romana e colocou o dia primeiro do ano no dia 25 de março, SUPOSTO dia da concepção pela Virgem Maria de Cristo. Porém ele cometeu um erro de cálculo, pois o Rei Herodes já estava morto em 754,  portanto historiadores e teólogos cristãos consideram a data provável do nascimento entre o ano 8 e 4aC ... mais plausíveis os anos entre 7 e 6 antes da nossa era  e portanto sete ou seis anos antes do ano UM convencional.  J  MAIS ACEITO: CERCA DE   04 aC


   Em  1565 d.C., Carlos IX  volta a fixar o começo do ano em primeiro de janeiro. Dezessete anos mais tarde, o Papa Gregório XIII confirma esta decisão quando da reforma do calendário juliano.   O calendário gregoriano dividia o ano em trezentos e sessenta e cinco dia e um quarto, em dozes meses de tamanhos desiguais e em cinqüenta e duas semanas além do recurso aos anos bissextos.

A reforma deste papa aconteceu quando o equinócio coincidia com o dia 11 de março de 1582 depois de Cristo. Suprimiu dez dias, organizou os bissextos quando as duas primeiras cifras são divisíveis por quatro. De acordo com esta norma o ano de 1600 e 2000 são bissextos enquanto que os anos de 1700, 1800 e 1900 foram normais. Começou a ser usado nos países ditos católicos, mas as nações protestantes não o aceitaram imediatamente. A Alemanha só o assumiu em 1700 d.C., a Inglaterra em 1751 d.C., a Bulgária em 1917, a Rússia em 1918, a Romênia em 1919 e a Grécia só em 1923.

Calendário Cristão: É o próprio calendário gregoriano, com a inclusão de festas religiosas móveis, definidas a partir da Páscoa
Os períodos e acontecimentos anteriores passam a ser datados com a sigla
a.C. (antes de Cristo) e contados de trás para a frente.

O Calendário Cristão é hoje o calendário quase universal, pelo menos como paradigma nas relações internacionais.

fonte: http://www.arquidiocese-sp.org.br/curiosidades/calendarios.htm

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.