Cada Dia, o Ano Todo!
Junho
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

12 de junho Dia dos Namorados *oc
06 19 Corpo de Cristo oc
FOME de AMOR oc cs
05 11 E o pai com ISSO ? oc he
05 10 mãe requer PAI oc he
05 09 QUEM CUIDA ??? oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
06 12 'paixonite' ACABA oc rfx
06 20 O que é CORPUS CHRISTI ? oc
05 08 ...Percepções diferentes* oc
VerddS : importa saber oc cs
07 de abril Hist oc
05.23 > Você é Responsável ! oc
é FERIADO oc
 



* BIBLIOLOGIA ok

PARA IMPRIMIR:   SELECIONE O TEXTO,  copie e cole no seu computer .Imprima do seu jeito, frente e verso  para economizar papel  >   RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS: CITE SEMPRE A FONTE DE ONDE EXTRAI OS ARTIGOS

Bibliologia IBB _  Teologia  Elementar       Bancroft   IBR
·        
A Bíblia é o livro mais notável, está entre os mais antigos registros da História da humanidade, trata de   assunto de grande interesse geral:  pessoas, em todos os tempos, têm buscado saber as origens do Universo, da Terra, do homem. A Bíblia responde às perguntas: de onde viemos, para que existimos, para onde estamos indo ? 

·         Há testemunho de pessoas influentes  quanto ao poder da Bíblia em iluminar e transformar vidas encaminhando-as a Deus e tornando-as instrumentos de Deus  entre os homens. A Bíblia existe porque “homens de Deus falaram, movidos pelo Espírito Santo” para revelar o Único Deus vivo e verdadeiro e a Jesus Cristo Seu enviado.

·         A atitude em relação às Escrituras determina sua ação e efeito  em nossas vidas.

 

cap 01     CANONICIDADE  ou  AUTENTICIDADE DA BÍBLIA


1 -  SIGNIFICADO  ou:  que significa canonicidade ?

1.1  os livros constantes da Bíblia, escolhidos  de acordo com padrões determinados e fixos, são considerados parte de uma  revelação completa e divina.  Única fonte autorizada e obrigatória para uma vida de fé e prática nos parâmetros de Deus

 

1.2  Significado da palavra  -  do grego, Kanon, talvez oriunda do hebraico Kaneh= junco ou vara  de medir; daí, para significar norma ou regra; mais tarde, regra de fé

                                         finalmente, catálogo ou lista  cf  Gl 6.16


1.3  Significado da escolha_ a escolha dos livros, constantes como parte integrante dessa única revelação de Deus não foi feita por homens, nem por judeus nem pela igreja católica. Houve apenas o reconhecimento do papel e influência que já haviam exercido , através dos tempos, nas pessoas e evidências na própria História. Assim,

* o Cânon  é apenas a declaração oficial e definitiva do reconhecimento da autoria divina dos textos  já evidenciada e constatada  por  sua veracidade na História   e influência.

*Tendo como critério

a)    a constatação de ensino evidentemente divino, isto é, não contrariar nem o caráter de Deus

b)     nem estar em conflito com o restante da mensagem, pelo contrário, muitas vezes, esclarecê-la.

 c)  evidência de autoridade religiosa tanto para judeus (VT) e para cristãos (VT e NT)

 

2- PROVAS  essa escolha não foi feita com base em fé cega nas tradições mas foi o resultado de exame criterioso  e inteligente de traços característicos  à revelação divina.

 

3  CAUSAS  DA  CANONICIDADE  DO  VELHO  TESTAMENTO,

        
3.1   
Não foi decisão do povo judeu.
  Naquela época, não era como hoje em dia que a autoridade  era concedida por voto popular. Muito pelo contrário, a autoridade só era reconhecida e aceita quando/ se determinada por Deus ou  deuses.  Assim, o Cânon do Velho Testamento foi aceito e acatado  por sua evidente origem divina  desde o  momento em que foram escritos e trazidos ao conhecimento do povo.


3.2  PENTATEUCO: episódios no avivamento no tempo do rei Josias _ 2 Rs 22.802

       *  Valor e aceitação por parte dos que voltaram do cativeiro, Neemias 8


3.3 SALMOS e PROFETAS_  como são chamadas as demais Escrituras, foram reconhecidas e acatadas por  toda a nação, como Palavra de  Deus,  desde o momento em que foram escritos. . Jesus mesmo as validou. Referências bíblicas confirmam tal afirmação:
                        LER e copiar: Mateus  22.40, Atos 13.15, Romanos  3.21

 

sobre o  PENTATEUCO

      1  Lugar de honra: Lei , tábuas guardadas  na arca da aliança, Dt 10.5,

               - o restante, guardado pelos levitas no lugar santo 31.24-26

               - achados no templo, no tempo de Josias _  2 Rs 22.8

     2-  Autoridade outorgada:
    2.1   deveria ser lida a cada sete anos, a todo o povo, Dt 31.10-31

         2.2   deveria ser obedecida ao pé da letra _ 2 Cr 17.9

         2.3  o próprio rei deveria obedecê-la, Dt 17.18-20

         2.4  Josué deveria lê-los, meditar e obedecer com cuidado

         2.5  era a base do julgamento divino dos reis  e da Nação 1 Rs 11.38

         2.6  desobediência às Escrituras causou o cativeiro, Ne 1.7-9
         2.7  Reconhecida no cativeiro, e pelos que voltaram, Ed 3.2

 

 sobre os DEMAIS  ESCRITOS

1- PROFETAS, colocados em pé de igualdade com a Lei _ Is 1.10

     -  Não ouví-los era igualmente digno de castigo _ 2 Rs 17.13

     - Daniel refere-se a eles como inspirados e autorizados por Deus, Dn 9.2


2_ PROVAS SUPLEMENTARES NO NOVO TESTAMENTO_

  -   Jesus refere-se a eles como existentes e autorizados _ Mt 22.29

        João 5.39,   10.35,   Mt 23.35,   Lc 24.44

-  Apóstolos reconhecem sua origem e autoridade divinas,  2 Tm 3.16, 2 Pe2.21

 

3-  A HISTÓRIA COMPROVA AS PROFECIAS: só Deus  conhece o fim desde o início:' anuncio o fim desde o princípio, e desde a antigüidade as coisas que ainda não sucederam; que digo: O meu conselho subsistirá, e farei toda a minha '  Isaías 46.10  

 

CÂNON  DO  NOVO  TESTAMENTO

1 _ Os ESCRITOS PELOS APÓSTOLOS  já foram recebidos como de autoria divina, ainda
                            na era dos apóstolos  João 16.12-15,  2 Pe 3.15-16,   João 14.26

2- Livros colocados em nível de autoridade como nenhum outro _ 1 Ts 2.13
       > o Espírito foi dado para ensinar e conduzir a toda a verdade, João 14.16 e 26
         o Espírito testifica ao nosso espírito Rm 8.16 

3-  Origem evidentemente apostólica: saudações das cartas de Paulo,  Cl 1.1-2,  Rm 1.1,7

4 - Aceitos, endossados e aprovados pela consciência cristã  Universal.

5   Discernimento da Igreja:  recebido de Deus  para discernir entre verdadeiro e falso.

 

A- ORIGEM DOS EVANGELHOS :
> preservar os relatos dos apóstolos 
sobre a  revelação de Jesus

 B ORIGEM DAS EPÍSTOLAS _ Jesus mesmo disse que faltava muito o que  dizer  
E o fez  dando por  revelação a Paulo e inspiradas pelo Espírito Santo .
Foram escritas
      i) para edificação da Igreja, pelos apóstolos, movidos de cuidado pastoral,

           ii) para atender às necessidades dos ovelhas.

           iii) Deus mesmo zelou pela preservação dos escritos inspirados pelo Espírito Santo.
 A feroz perseguição feita por Diocleciano em 302 AD, exigindo a aniquilação das Escrituras, serviu tanto para expurgar a Igreja dos relatos meramente humanos como para preservar os inspirados, ressaltando -se o cuidado de Deus quanto aos Seus escritos à Sua Igreja.

 

Deus zelou pela escolha dos escritos  que queria ver constar na Bíblia 
O Cânon Sagrado, a Bíblia, é composto de livros aceitos pela Igreja durante  toda a era cristã e considerada como única revelação, completa e autorizada,  cujo autor é Deus que Se utilizou de vários escritores através dos tempo e das  diversas ocasiões que propiciaram eses escritos.  Isso tudo, para escolher os livros que comporiam a Bíblia.

 

C )  SUA  VERACIDADE

·         Há livros genuínos quanto à sua autoria, ex: Dickens, Monteiro Lobato, mas não são verazes em seu conteúdo. São obras de ficção.   Quanto aos livros da Bíblia, ao serem examinados quanto à sua inspiração divina, houve os que  se pensou serem genuínos quanto à sua autoria mas não aceitos como totalmente verazes por se mostrarem tendenciosos ou apresentarem características diferentes das do caráter de Deus. São de valor histórico, não inspirados.

 

·         PROVAS DA VERACIDADE DA BÍBLIA, mediante fatos descobertos por investigação arqueológica e pesquisa histórica.


1-NEGATIVA  A Bíblia n
ão contradiz qualquer fato científico bem estabelecido

 *Não contradiz conclusões filosóficas, geralmente apoiadas, referente a fatos do Universo. Combate, sim, e refuta conceitos errôneos do mundo como ateísmo, politeísmo, ocultismo, materialismo, panteísmo e eternidade da matéria. Confirma e ressalta os conceitos verdadeiros e corretos.


2-POSITIVA
   
  2.1
   Topográfica e geográfica_ Ha’muitas provas quanto à sua veracidade nesses aspectos especialmente confirmadas por descobertas arqueológicas.

  2.2 Integridade etnológica e racial _ até mesmo Gn 10 que trata das genealogias é tão provadamente correta que “deve ter tido diante de si, ao escrevê-las, informações originais de primeira mão. 

 

3- CRONOLÓGICA  E  HISTÓRICA _ eventos históricos, tanto sua cronologia como  detalhes culturais são  relatados com extrema fidelidade  em relação ao que se sabe através  de documentos históricos cientificamente aceitos. 

 

4- CANÔNICA_ pela aceitação da Igreja em toda a era cristã.

4.1  concorda com exemplares impressos datados de 1.488 e 1.516


4.2  seu resultado final foi resultante de consultas em inúmeros manuscritos, cerca de 2 mil, preservados por eruditos e pessoas escolhidas por Deus :  630 por  Kemurcot, 743  por De Rossi , só para a edição crítica da Bíblia hebraica.  Mais de 600 manuscritos para a edição do Novo Testamento grego.Esse número é muito mais do que qualquer outro texto histórico ou literário possui para comprovar sua legitimidade.  Ex Odisséia de Homero.


4.3  quatro “Bíblias” datadas entre 300 e 400 AD, escritas em diversas partes do mundo, juntas  confirmam os livros da  Bíblia como a temos hoje.

 

Conclusão:  A INSPIRAÇÃO E AUTORIDADE  DIVINAS DO CÂNON SAGRADO são irrefutáveis, mesmo porque, no próprio texto das Escrituras  consta o modo como os escritores foram  conduzidos por Deus a escrevê-los.
Pedro disse'Sabendo( contando como certo)  primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação . Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.
2 Pedro 1:20,21#

Paulo afirmou: 16 Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender ... 17 Por ela, o homem de Deus se torna perfeito, capacitado para toda boa obra. ' 2 Timóteo 3.16

     

 

TRABALHO DE BIBLIOLOGIA

 

PROVAS  POSITIVAS DA INTEGRIDADE  DAS ESCRITURAS: 

topográfica, geográfica, etnológica, racial, cronológica e histórica 

 

R_  A região em que se passa a narrativa bíblica tem sido alvo de muitas escavações arqueológicas por ter sido o berço da Civilização_ onde apareceram as civilizações mais antigas. Muitas descobertas têm confirmado as narrativas bíblicas. Há interessante livro, não sei se esgotado atualmente, chamado “A Bíblia tinha razão” que apresenta inúmeras provas científicas confirmando relatos bíblicos, editado por cristãos  no sentido de rebater o movimento racionalista que punha em dúvida a veracidade do texto das Escrituras.   

·       

Topográfica :   relevo das regiões: rios, montes, desertos, etc. 

 Logo no

início de Gênesis, nos deparamos com o jardim do Éden entre os rios Pison, Giom, Tigre e Eufrates- Gn 2.11 Ao abrir qualquer Atlas atual se vê o rio Eufrates, junto ao rio Tigre que avança em direção à Assíria. Não constam os outro dois rios _ será porque sumiram do mapa por estarem guardados pelos querubins?  


  
- a arca de Noé se detendo no monte Ararat, cuja existência pode ser  constatada em qualquer mapa atual da região da  Turquia, perto do rio Eufrates.


  
- Abrão  separa-se de Ló após este ter escolhido para si  a região fértil da campina do rio Jordão (Gn 13.11) atualmente uma das zonas mais áridas da terra, após a destruição de Sodoma e Gomorra (Gn 19.24) sendo a extração de enxofre na região do Mar Morto,  uma fonte de riqueza nacional de Israel.

  
- O rio do Egito de onde saíam as vacas gordas e magras trata-se do rio Nilo, único na região (Gn 41) até hoje fonte de sustento da terra pois quando baixam as água deixam lodo fértil e ali se cultiva trigo. A região fértil e separada onde habitaram os descendentes de Jacó trata-se do delta do Nilo região rica em pastagens para o gado.Gn 46.34   Estes são exemplos mais evidentes só do livro de Gênesis. Há notas arqueológicas e históricas interessantes no O Manual Bíblico de H H Hallley.

Geográfica:
localiza os países e cidades citadas na Bíblia :

- Nínive, famosa no tempo do reino dividido em Israel, já aparece desde Gn 10.11

- UR dos caldeus, de onde saiu Abrão, Gn 11.31, foi uma das grandes cidades da antiguidade que dá início à era da História pois lá já havia escrita, inclusive achou-se  biblioteca com milhares de exemplares de escrita cuneiforme 
- Damasco,capital da Síria, e muitas outras cidades citadas nas Escrituras ainda existem em Israel.

 

Etnológica e racial _ até mesmo a genealogia de Gn cap10 é tão provadamente correta que deve ter tido diante de si, ao escrevê-las, informações originais de primeira mão.   

No Manual de Halley há mapa dos povos antigos citados em Gênesis. Com o auxílio de tais fontes científicas, pode-se localizar com precisão o local dos eventos bíblicos.   
Etnia_ população ou grupo social que apresenta relativa homogeneidade cultural e lingüística compartilhando história e origens comuns. Gn cap 5,

Povoação da Terra
Gn 10. 5  explica a origem dos povos navegadores que conquistaram terras longínquas.
Gn 10.15 dá origem dos demais povos que habitaram o  Oriente médio e a África                 Gn 11.10 traz a genealogia da qual Deus definiria a Linhagem da Promessa: Abrão
Gn  25 dá a genealogia de Abraão e os diversos povos que dele se originaram:
          De Ismael vieram os árabes,         
          De Esaú ou Edom, os edomitas
          De Ló, moabitas e amonitas 
         De Mídiã, povo entre o qual Moisés se escondeu   Gn 25.4, Ex 2.15 e 3.1  
          e de ondese diz ter  trazido a história de Jó, o mais antigo relato da Bíblia. 

Raça refere-se
às características  físicas tais como : cor da pele, cabelo, formato do crânio, etc.Ex _ Esaú: grandalhão, ruivo e cabeludo,  Jacó: franzino e sem pelos.
              

Cronológica e Histórica _ é muito interessante, para quem sabe bem História Geral, ler a Bíblia e encontrar seu relato entremeado de personagens e lugares famosos . Ex os faraós do Egito, os carros de ferro em que faraó  persegue
os israelista como evidência da influência dos Hicsos. Depois, a supremacia da Assíria,  e seus famosos reis
:

Salmanezer, contemporâneo de Acabe e Jeú  2 Rs 17.3, 18.9

Tiglate Pileser que leva Israel, o reino do norte,  em cativeiro destruindo a cultura de modo característico como tratava de seus prisioneiros, enviando povos estranhos para habitar a região o que  deu origem aos samaritanos, odiáveis aos judeus.  1 Cr 5.6, 
                                                                              
2 Rs 15.29, 16.7 e 10_  2 Cr 8.20                 

Senaqueribe afronta Judá e é derrotado  2 Rs 18.13, 19.16, 20, 36 

                                                          2 Cr 32.1 ,2, 9, 10,22  Is 36.1, 37
Faraó Neco que subjuga Israel antesde Nabucodonozor, 2 Reis 23.33
 

São derrotados por Nabopalassar,cujo filho foi o famoso Nabucodonozor:

_ 2 Reis 24 e 25, 1 Cr 6.15, 2 Cr 36  Dn 1, 2, 3, 4 e 5  

e os famosos jardins suspensos da Babilônia, uma das 7 Maravilhas da Antiguidade

 

Evil-Merodaque , 2 Rs 25.27   Jr 52.31

Nabonidus reinou com seu filho Baltazar ou Belsazar – razão pela qual em Dn 5.29 é dito que seria o terceiro dominador do reino.  

O império medo-persa derrota os babilônios. É a vez de Dario, o medo _  Dn 5.31, 6.1 , 9.1, 11.1  Ed 4.5,24  5.5-7, 6  Ne 12.22  

Ciro,  o persa _   2Cr 36.22, Ed 1, 3, 4, 5, 6  Dn 1.21, 6.28 

Sucedidos por Artaxerxes ou Assuero_ Ed 4.7... 6.14, cap 7 e 8  Ne 2.1, 5.14 e 13.6

Ed 4.6  Ester cap 1, 2, 3, 6.2, 7.5, cap 8, 9 e 10

Bem, são rápidas pinceladas da evidência cronológica e histórica da Bíblia.

Tem muito mais...

 

*PROCEDIMENTOS OU PROCESSOS ENVOLVIDOS NA CANONIZAÇÃO DO VT  E NT


VELHO TESTAMENTO, sendo Pentateuco Lei, Salmos e Profetas ou Escritos_ Lc 24.44 e 27

Pentateuco:- Aceito pelo povo de Israel por ter sua origem no próprio Deus.

                  - manifestação no Sinai, o povo viu e ouviu... Ex 19.16...

                  - a desobediência era imediatamente seguida de juízo

                  - obediência era seguida por bênçãos e vitórias 

                  - Lugar de destaque: tábuas na arca da aliança

                  - Demais escritos guardados no lugar santo

                  - Os futuros reis deveriam se submeter às suas ordenanças.

                  -  Instrução a Josué:   observá-la com cuidado,

                  - sem se desviar nem à direita nem à esquerda.

                  - Deveria ser lida a cada 7 anos  diante de todo o povo e OBEDECIDA.

                  - Desobedecê-la  foi a causa do cativeiro

Profetas A palavra dos profetas era recebida como sendo do próprio Deus. O povo viu as profecias sendo cumpridas, algumas quase que imediatamente, Ex_ 2Rs 7.1 e 17  

·         No tempo de Josias, estando já quase todo o Cânon completo, foi achado guardado no templo e consideradas como revelação de Deus a ser obedecida! 

·         Os do cativeiro e os que voltaram reconheceram sua origem divina.

·         Nos Salmos há muitas citações proféticas sobre o Messias Ex Sl 2, 22, 23, 24 e 69 

·         Jesus citou-as como autoridade divina e eterna _

           “até que céu e terra passem,nem til ou jota se omitirá da Lei” _ Mt 5.18 

 

NOVO TESTAMENTO
  Jesus disse que o Espírito Santo “vos fará lembrar de tudo” o que Ele dissera João 14.26

· Apóstolos, testemunhas oculares e discípulos escolhidos, chamados pelo próprio Jesus escreveram os Evangelhos Mateus, Marcos( a tradição diz que foi ditado a Marcos por Pedro)  e João.  


As Cartas Universais
_ Tiago_ irmão de Jesus, Pedro, João e Judas, irmão de Jesus 

O  Apocalipse por João


 Paulo
, que recebeu o evangelho e revelações do próprio Jesus,escreveu todas as outras cartas, e certamente supervisionou a pesquisa de Lucas ao escrever o Evangelho e o livro de Atos.  Exceto Hebreus, a carta que mais glorifica a Jesus, de autor anônimo. 


Tais escritos foram

 i)  aceitos como orientação de Deus à Igreja  incipiente ainda na era apostólica.

ii)  Houve o testemunho do “Espírito que testifica ao nosso espírito” ...

    iii)   Houve concordância em toda a era cristã, em aceitá-los como inspirados por Deus.

*  A tremenda perseguição de Diocleciano em 302 serviu para expurgar dos escritos meramente humanos e preservar os inspirados sob o cuidado de Seu Autor.   

 

·        

Enfim, a canonização foi apenas a declaração oficial do que já havia sido estabelecido como inspirado por Deus  no coração dos cristãos pelo próprio Espírito Santo e através de todos os cristãos de todas as épocas.

 

As Bíblias católica e “protestante”são  iguais quanto ao Novo Testamento 

·         Quanto ao Velho Testamento, na Bíblia católica  constam os livros Apócrifos_ não considerados inspirados pela Reforma por não constar no cânon hebraico.

·    No demais, livros e  texto são iguais, salvo as usuais diferenças de tradução. FIM # 

 

 

 







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.