Cada Dia, o Ano Todo!
Junho
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

12 de junho Dia dos Namorados *oc
06 19 Corpo de Cristo oc
FOME de AMOR oc cs
05 11 E o pai com ISSO ? oc he
05 10 mãe requer PAI oc he
05 09 QUEM CUIDA ??? oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
06 12 'paixonite' ACABA oc rfx
06 20 O que é CORPUS CHRISTI ? oc
05 08 ...Percepções diferentes* oc
VerddS : importa saber oc cs
07 de abril Hist oc
05.23 > Você é Responsável ! oc
é FERIADO oc
 



EBD - 01...Breve histórico

Breve histórico

 

Breve histórico sobre a EBD e a sua importância

 

 

O termo “Escola Dominical” foi usado primeiro por um jornalista evangélico, o Senhor Robert Rokes, no ano de 1780, na Inglaterra, quando ofereceu instrução para crianças pobres em seu único dia de folga, qual seja, o domingo. Ele aproveitava bem esse tempo, porque fazia a escola em dois horários distintos, pela manhã e outro à tarde.

O fundador dessa importante escola enfrentou oposições das igrejas da época, que o acusavam de não respeitar o Domingo, o dia Santo do Senhor, reunindo crianças pobres, de má fama e mal comportadas, no templo. Mas ele não desistiu e os resultados logo apareceram: Crianças sendo transformadas e muitas vezes isso atingia diretamente seus próprios pais. Então se popularizou a escola e ela foi estendida aos adultos que também desejavam transformações de vida.

A escola nasceu com o objetivo de servir de ensino público gratuito, orientados pelos princípios da educação cristã, e mais tarde, aproveitando esse sistema, o governo britânico e outros se responsabilizarem por esse sistema de educação pública.

 

Ocorre que nos dias de hoje, o nosso sistema não é como o britânico daquela época, mas aproxima-se e muito do sistema de escola que surgiu na América do Norte, muitos anos depois daquele, oferecendo um currículo bíblico que não buscava como finalidade primeira a aprendizagem da escrita e da leitura dos alunos matriculados, mas sim de um conhecimento bíblico, visando à edificação espiritual, o discipulado, a integração entre os alunos, e a evangelização.

 

No Brasil, os fundadores da “Escola Bíblica” foram os missionários escoceses Robert e Sara Kalley. Em 19 de agosto de 1855, na cidade de Petrópolis, no estado do Rio de Janeiro, eles dirigiram a primeira “Escola Bíblica” em sua casa e contava essa escola apenas com o número cinco crianças. Aproveito aqui para fazer uma leitura oportuna nas Escrituras, que nos diz: “Disse=lhe o Senhor: Bem está bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu Senhor” (Mateus 25:23) e ainda “ Porque onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles” (Mateus 18:20). Os missionários depois de escolherem o dia da primeira aula, possivelmente depois de saírem convidando um por um naquela cidade, poderiam ao ver que só chegaram cinco crianças para a aula, cancelar a escola. A final por que perder tempo com um número tão pequeno de alunos? Mas Deus bondosamente providenciou mais de três, mesmo sendo duas pessoas número suficiente para o agir de Deus na comunhão com o próximo... e por outro lado os missionários demonstraram fidelidade ao realizarem a escola com esse grupo de apenas cinco crianças. E esse número, cinco, foi suficiente para que o trabalho fosse inaugurado e anos depois alcançado muitos lugares do nosso País. Esta mesma escola deu origem a igreja Congregacional no Brasil.

 

Eles não desistiram da primeira aula. A pergunta que cabe agora é a seguinte: e você, desistiu de ser aluno da EBD? Se desistiu qual foi o motivo? Será que o número de pessoas que participam da sua turma é pequeno? Isso não importa! Basta duas pessoas para Jesus estar no meio delas, como já vimos acima. Será que você acha que sabe tudo sobre a Bíblia e que por isso não tem novidade? Outros acham que a EBD é coisa do passado, você está com eles?

 

Eles não desistiram! Se você não é aluno da EBD faça a sua matrícula e desfrute do conhecimento da Palavra do Senhor, participe e compartilhe com outros irmãos, isso é comunhão. Traga um visitante, pelo menos uma vez ao no ano... isso é um desafio pra muita gente: mais um pra Jesus! Você tem mais um pra Jesus?

 

Para lembrar a importância dessa escola especial, sugiro que a igreja comemore o dia da EBD com muita festa, gincana bíblica, um dia divertido e diferente entre a família cristã. Um dia de Ação de Graças, porque esta escola resisti durante décadas. Possíveis datas para esse dia de comunhão:

 

Dia Nacional da Escola Bíblica – 2º Domingo de Novembro

Dia da Primeira Aula Brasileira – 18 de Agosto de 1855 = este ano a E.B.D. fará 150 anos.

 

Faça parte desse grupo de alunos, seja discípulo do Senhor Jesus aprendendo as Santas Escrituras, compartilhando do amor de Deus e indo anunciar as Boas Novas da Salvação.

                 # Nossos agradecimentos pela colaboração enviada por pessoa muito querida! J 

 

 

 

 

 

EBD II  aulas

 

À vista dos princípios apresentados para EBD eficaz ,  percebo que, no tempo em que fiz este curso....em linhas gerais, a igreja  que  freqüento _ Igreja Cristã Paulista
                     _ observa-os,  em linhas gerais.

 

Programação-

atende às necessidades dos membros quanto à    duração, horário e divisão de classes.

Todos têm senso de responsabilidade e o entrosamento entre departamentos é fácil,

                            >  informal, por ser  igreja pequena.

Departamento Infantil está em ótimas mãos:   líder _ cristã ,  cresceu  nesta igreja,

                      -  psicóloga,  fez  APEC , trabalha com crianças.

Música _cristã , líder está nesta igreja desde  a adolescência,  tem faculdade de música, leciona para crianças  em  escola secular e há muitíssimos anos na igreja,  fez APEC- 

                           É mãe da líder   e   lhe    assessoria  informal.

Professoras _  são membros mais recentes, quase todas lecionam em escolas seculares  e  estão sob liderança  competente.  Há transcorrer suave em relação a material

 Condições  físicas , tais como  claridade, espaço, mobiliário, etc. OK

Em caso de imprevistos, o zelador é pessoa de boa vontade   para acudir  e, em outros caos,  o acesso aos diáconos  não é problema.   Por ser  igreja pequena, tudo se resolve mais facilmente.

 

Depto de Adultos_    tudo OK quanto à divisão de classes, horário,  duração.  Se precisar de alguma da secretaria ou  alguma outro material como lousa, retro , o zelador prontamente atende de boa vontade.

     O único ponto que poderia ser melhorado, é na questão de método de ensino mas todos estão contentes como as coisas vêm sendo feitas,
                               e
 
nem sei se sabem que existem algo melhor  

As aulas são apresentadas de forma explanativa.

 

Falando sobre ENSINO, tive saudades de minhas aulas  do Normal...

               Compartilho com você.s  parte de um artigo sobre EBD

 

URGE ...

Conscientizar...(QUEM FAZ A OBRA)  quanto à necessidade de se  ensinar de FATO !

- princípios da Palavra que deverão ser sabidos na ponta da língua  e vivenciados no cotidiano.    É para ser  Escola Técnica  Dominical.

                  Os princípios nela apresentados são para serem sabidos e aplicados como os das escolas técnicas, com a mesma responsabilidade, senão a casa cai, pega fogo,  há enchente, entupimentos, faz mal à  saúde.  Calam –se  todos os telefones

                       prejuízos materiais e  danos físicos. Enfim,
       
“não saber” tais princípios  levam   desastrosas   conseqüências

 

Solução:  Reformular as aulas,  utilizando-se métodos  básicos  de ensino

Quais ?   Aqueles que deveriam ser sabidos por qualquer pessoa que se propõe a ensinar qualquer coisa, desde culinária , corte e costura,   até  doutorado em física nuclear  porque:  ensina-SE   seres humanos que APRENDEM  DO MESMO MODO
             - quer no 1O. ano primário, quer no último ano da mais difícil especialização.

A questão é  _      Perdeu-se a noção do que é ensino

Ensinar  é diferente de informar_  esta é área das comunicações: rádio, revistas, jornais, livros, palestras, simpósios, etc e tantos outros recursos disponíveis atualmente.

ENSINAR  é fazer a pessoa  aprender  ADQUIRIR  habilidade  como  ler, 
                                              - escrever, andar de bicicleta, nadar, dirigir, cozinhar,   etc

a  qual deverá desempenhar com  certa facilidade que virá com a prática. Se for muito complicado,   ou chato, o aluno desanima, desiste, sente-se inferiorizado, pensa:
                            _ Puxa ! não sou capaz,   não dou para isso.  Não é para mim.

* Ensinar é  levar o aluno a superar se, de modo agradável

  -  é mostrar um caminho que , inicialmente trilhado junto com o professor, poderá ser levado adiante pelo aluno, através da vida, até onde ele conseguir chegar.

             Ensinar é mostrar  COMO   se aprende

 

      Desculpe, me empolguei, na próxima página, vamos ao que interessa.

 

       MÉTODO   DE  ENSINO    ou
       Como dar uma aula para o aluno APRENDER .

 

1).  MOTIVAÇÃO  só se aprende se for despertado o interesse ,      

                             atraída a atenção do aluno.   Por que preciso saber isso ?

Qual sua importância ?    Qual sua utilidade ?  Quais seus efeitos  benéficos , se souber

                                                                                OU  péssimos, se não souber.

Costuma-se começar uma aula apresentando-se  uma questão ou  contando um caso

                    -  em que a aula traz a solução,  mostra a  solução

 

2_  APRESENTAÇÃO  dos conceitos . Minha professora de desenho nos ensinou bem

                                                                      [ ainda lembro, depois de 40 anos! ]

      Qualquer apresentação dever ser   SIMPLES - SINTÉTICA - SUGESTIVA

                -  para que se alcance o objetivo proposto , que é

                Ensinar = fazer com que o outro aprenda.
a ) usar frases simples  _ falar só o que interessa _ entremeado de ilustrações, exemplos,

     _ auxiliados por recursos mnemônicos :  siglas, esquemas, corinhos, cartazes, etc

Colocar esquema na lousa, falando o que escreve, enquanto o aluno COPIA no caderno

Fazer os alunos participarem:  lendo versículos e  fazendo perguntas que extraiam a experiência dos alunos e eles aprendam a compartilhá-las, ficando à vontade para  dinamizar  a aula com   comentários :  é  sinal que o aluno está atento, interessado
                             -  e interagindo com a matéria apresentada.

 

3  FIXAÇÃO- rever pontos básicos, na conclusão

    Dar lição de casa _       sobre a matéria apresentada em classe !

Ex_ copiar versículos,  achar tais conceitos em tal livro,   trazer por escrito o que observou durante a semana  sobre  a prática  do  tema da aula, como o tema da aula fez diferença no seu cotidiano,.etc.   Trazer material interessante sobre o assunto.

 

    Na realidade, o aluno aprende ao fazer a lição de casa, daí,

ser  importante de DAR. VER SE CADA UM  FEZ e CORRIGIR NA LOUSA  para cada um verificar SUA LIÇÃO se acertou_ se errou, copiar o correto. 

 

4   VERIFICAÇÃO _   A cada 4 ou 6 aulas, ter um teste de avaliação;

tanto  “técnico”, como _ versículos decorados,  + questões sobre conhecimento da Bíblia,

quanto experimental, como

           “O que aprendeu para si, como seu cotidiano foi enriquecido por estas aulas?

             O que deu certo (ou não)  pela vivência desses princípios?
               O  que vai resolver daqui em diante?

É preciso dar, para se receber : aulas dadas com tal procedimento,  terá como reação dos alunos  atitude  participativa,  animada, resultando no objetivo proposto:
                       -  Ensinar =  fazer com que  o aluno aprenda

 

Para que isso ocorra, é preciso

a)   visão da liderança de que Tal  ensino  não é utopia, é  viável e  possível de ser feito

 

b)  requer pessoas habilitadas:  qualquer um pode aprender esse  jeito de dar aula,
                                                       BASTA QUERER  !  

     Então, é preciso _
1- PESSOAS
DISPOSTAS  a “ encarar essa “   

     Realmente é desafio _ requer empenho, boa vontade  e  muuiita disposição

                                                         ( amor a Cristo e às Suas ovelhas)

2- PESSOAS DISPONÍVEIS  pois, atualmente, todos estão ocupados e “sem tempo “

     _ para onde estão indo  ?    Todos cuidam do urgente _  e o  importante ?

 

 3-PESSOAS EMPENHADAS  em fazer o melhor

Como exigir do outro o que não estou disposto a fazer ? Antigamente, ouvia-se dizer ...         

    ‘Maldito o que faz a obra do Senhor relaxadamente’’ Jr 48.10

                 Hoje, alguém  sabe   que    esse   versículo   está   na  Bíblia ?

 

O pensamento subliminar é : é aula  para crentes_ eles têm que perdoar meus defeitos,  
                         - desculpar deslizes,  compreender ...  relevar ...  perdoar... aceitar  tudo!

 *Aula para crente, de qualquer jeito serve /  É só para ocupar o tempo da programação

Esquecem e  ignoram que o fazem  ---  para o Senhor ,
                                                        ---- para edificação do corpo de Cristo,
                                                       
 --- para  capacitar   soldados  que vão à guerra, e que  podem ser abatidos se não lutarem cf as regras, nem tiverem preparo adequado para  o “chumbo grosso” que vão encontrar pela frente
. 
                     
Vivemos na era da mediocridade, e da auto suficiência:

Quem se empenha em aprender e fazer bem  feito  é considerado exibido

É de se admirar que a  Igreja  esteja morna ?     Ap 3.20  J    

 

 

 

 

A Instrução na Palavra : alvo de Deus para EBD  (base: Fazendo discípulo)

                                                                                         

Ef 4.11-13   foi  o  ponto  de  partida  para  a  questão  do crescimento da igreja local. Lá se vê o alvo de Deus para Sua Igreja_ bem como a atuação da liderança: 
                    > aperfeiçoar os santos  e  guiá-los à maturidade

 

1- O negativo :o que gera problemas na Escola Dominical

        i) Geralmente, os pastores não são preparados para valorizar evangelismo
 infantil. Na realidade, cada pastor cuida de  se
adequar à política da denomi-nação  para se manter na liderança  daquela igreja local
   

ii)  Programação  serve para entreter as pessoas, dando-lhes o que esperam receber  de uma igreja,  a fim de manter o comparecimento assíduo _ daí o interesse  em novidades  * mantê-los  na igreja, eis o alvo para ser vitorioso!

 

iii)  Crianças são usadas como chamariz para atrair os pais : mais gente na igreja! 

 

  • Ser pastor não é isso.  Aqui vale a admoestação em  Hebreus 5.12 
    “ já devendo ser mestres, ainda necessitais de que se vos torne  a ensinar...”

2- O positivo

     i)PREPARAR a ovelha  para o serviço cristão: função do pastor de Deus  para que, alguns, eventualmente, se tornarão mestres, também, cf ensina  Ef 4 11-12

         de modo prático : incentiva e dá condições de fazer curso da APEC  

                                       ( ver artigo: Resultado eficaz)

 ii) Dar a base e o respaldo  para que a obra se realize:
    pastor de Deus assessora,  verifica, informa, acompanha até à conclusão. 
            O pastor ideal zela pelo rebanho em geral, como supervisor.

 iii) Mas são as  ovelhas que geram novas ovelhas e alimentam os recém-nascidos.
            >
Eis o segredo da multiplicação

A mentalidade da liderança da igreja e dos próprios encarregados é a questão básica quanto ao bom funcionamento  e resultado  eficaz do Ministério Infantil .

 

 

1- O Alvo para todo cristão é “ chegar à perfeita varonilidade “ inclusive pastores

               > cuidado para não perder de vista o alvo:

                  afeta o rumo de todo o ministério e da própria vida

2- Líderes , em geral, devem ser despertados para a necessidade de buscar crescer 
como cristão  e vigiar para não se acomodar na posição de liderança a que chegaram, entrando em fase de estagnação espiritual,
contaminando toda a igreja,
               -  chegando até a  “podar” os que ousam crescer  
               > cuidado para não pensar, ACHAR que já sabe...por estudo ou experiência

A diretriz da Palavra é: Clama a Mim, responderei ...ensinarei ... Jr 33.3
coisas grandes e firmes que não sabes' _  
é a condição para Deus  continuar ensinando...    

 

3- o Espírito Santo concede dons 'como quer'...'para o que for útil' 1Co 12.7 e 18

                   > cuidado para evitar 'panelinhas' (trabalhar só com quem você gosta)   em detrimento de perceber a quem o Espírito concede o dom de  trabalhar com crianças 
Às vezes, é aquela pessoa é a 'ferramenta' do Espírito para trabalhar em você a imagem de Cristo !  

 

 § Havendo tal visão, o resultado será  uma igreja de cristãos maduros,”   'não mais meninos inconstantes, levados...'  ou  que se deixam levar.  Ef 4.14-15

 

 

Considerações:
1-Tarefa realizada_  um pastor pode se considerar realizado, tendo completado sua
                           - tarefa  quando há sucessores dignos na igreja local.

2-Instrução _ a  igreja  precisa  ser  instruída  de  tal  forma  que  não  necessite  sair para aprender em seminários a fim de estar apto para o ministério   Deus só tem um estabelecimento na terra : a Igreja. O autor usa a imagem de um doente com muletas para  exemplificar o que ocorre hoje nas igrejas. Qual o melhor proceder: mais fábricas de muletas para atender a todos  ou  promover a cura , não sendo mais preciso muletas ?

3- Ah! Também não convém  tirar as muletas dos doentes. É necessário suportá-las até  que a situação melhore. #A instrução de toda a igreja é muito importante, mas nem tanto  a ponto de substituir o ensino dos seminários, necessário para futuros pastores, ou instrução específica que desenvolva  o dom do Espírito

 

*Como ocorre a cura dessa situação? Promovendo o crescimento de cada cristão.

1- A Liderança precisa  buscar crescimento   1 Co 12.28  é uma pirâmide .

 

 2-Níveis  de crescimento precisam ser observados, até que se chegue a apóstolo.

   Veja o exemplo de Paulo, ele não começou como apóstolo.

          Primeiro foi acolhido,  curado   e instruído   At 9
          Depois,  foi auxiliar de Barnabé (operou milagres) At 12

          A seguir, vê-mo-lo entre profetas e mestres em Antioquia  At 13

          Finalmente, foi enviado a instruir outros, como apóstolo.

* É preciso voltar ao modelo original da Palavra, a começar pelos líderes.

*PASTORES PRECISAM CRESCER...expandir sua vida espiritual, para expandir seu ministério. Quando pastores e toda a liderança em geral, param de crescer, servem como ‘tampões” _ toda a igreja para de crescer atrás deles, só engorda. fica  estagnada. Parar de crescer, estagnar a igreja não é intencional no indivíduo : está atrelada a uma situação de estrutura organizacional eclesiástica.
*Cada um, alertado,precisa saber conciliar denominação com vida cristã progressiva 

 

O QUE COSTUMA ACONTECER, NA REALIDADE ?
1- O pastor, percebendo essa situação de “inchaço”,  ou estagnação , pode :
                 a) pedir para ser transferido.  
                 b) buscar a Deus para ser usado na mudança da situação
2-'Explosões”  fragmentam a igreja, ou o pastor é  “espirrado fora”  e os membros procuram um pastor adequado ao nível de crescimento da congregação 

3-O
s “ crescidinhos “ se mandam daquela congregação, em busca  de uma que lhes dê alimento adequado e lhes chance de desenvolver seu ministério conforme o dom que Deus lhes deu. Ficam os bebês na fé, os que necessitam sempre do alimento que aquele pastor pode lhes dar e eles precisam para se manter vivos, mas sem crescer
                      >  como planta em vaso pequeno!

BOM é_ quando o pastor,como um pai, vai crescendo junto com a congregação e propiciando o alimento necessário às diversas fases de crescimento, como numa família em que há adolescentes  e bebês, por isso, não convém mudanças freqüentes de pastor.  Levar um bebê à maturidade é trabalho de cerca de 20 anos.

*Como numa família, é preciso permanecer unidos, crescendo juntos, superando juntos todas as fases do desenvolvimento. #no livro “Filhos precisam de pais”  ...............
                há interessante capítulo sobre: Filhos adolescentes, pais em crescimento

*Quando houver líderes preparados para assumir a igreja local, o pastor está liberado para seguir avante como apóstolo.(o que não significa abandonar sua igreja de origem )  *Atualmente, ocorre exatamente o contrário:_
                                pessoas  inexperiente são enviadas

                                assumem as congregações, vão para o campo.

*Na igreja primitiva, os experientes iam, sempre voltando à  igreja base

                                                         sem abandonar as congregações.

                               Ver cartas  do NT  _  At 15.36,  1 Ts 1.8-9

*Hoje, os melhores permanecem indefinidamente.

*Na igreja primitiva, os melhores iam. Não abandonavam o cargo, mas deixavam

a responsabilidade com os filhos mais velhos para instruírem a outros...     2 Tm 2.2

# O autor, em tom irônico: -“ Aviões transformam pastores em  apóstolos ?

    referindo-se a pastores que vão para o campo sem ter a visão do apostolado.

*Fixam-se no seu cargo, em vez de instruir e preparar seus sucessores.

                          Obs _ sai mais caro para a igreja que os envia.

Concluindo _ é preciso crescer, continuar a crescer, mesmo sendo líder e ter a visão de preparar sucessores, dando-lhes espaço para treinar  “em casa” , sob supervisão.

       “Instruindo aos aptos para instruir”  assim, até Jesus voltar. J

*   *   *

Adendo...é impressionante como estamos acostumados a ouvir, achar lindo e... deixar tudo como está! 
*
Após um estudo desses, o mínimo desejável é  estabelecer
esquema de  reuniões de oração e consagração, seguidas de estudos bíblicos cujo alvo  seja buscado em conjunto, visando o crescimento efetivo do grupo.

Aí vai!   Quem é Jesus para você? Tendo aceito como Salvador, já entregou

sua vida para Jesus ser o Senhor de sua vida ? Entende o que isso significa?

*Jesus é , de fato, o Senhor, o Soberano do Universo e da terra. Se ainda não percebeu isso no seu coração, peça revelação do Espírito enquanto copia e medita nos seguintes textos_ Mt 28.18  Rm 14.9  1Co 6.19  Ef 1.20-23  Fp 2.5-11  Cl 1.12-20, 2.3   1Ts 1.9-10, 3.6   2 Ts 1. 8-10, 2.7-8,  Hb 1.1-4, Hb 2.9-10, 14, 17-18   4.12-13   7.22, 24-27    8.1   9.12,24  12. 1-3   24ss  Ap  1.4-8,  17-18    5.5,  9-14  11.15-17    15.3-4   16.5   19.11-16 

*De nascidos de Deus, espera-se que , como bebê normal, CRESÇAM... 

  -Há vida no espírito pelo Espírito Santo que aí habita  João  14.17, Rm 8.9  

 - É preciso alimento da Palavra.    1 Pe 2.1-2,  Hb  5.12 

 - É imprescindível que a vida seja transformada  Rm 12.1-2

- Ninguém que realmente teve um encontro com Jesus continuou o mesmo :

-  Paulo, Gl 1.23-24   Pedro em Pentecostes,  Jo 21.  At 2.15 14   1 Ts 1.9

- Há sérias advertências para não sermos meros ouvintes da Palavra. 1 Jo 2.15-17 [FAZ ]    Tg 1.22- 27    Mt 7.24-

*E então ?  O que vai acontecer, depende de cada um!

  a) Vai continuar tudo na mesma  lerdeza  e  mornidão, até ...levar um susto!
        >   'porque és morno,  vomitar-te-ei da Minha boca  Ap 3. 14- 22 
               Diz Jesus à igreja dos últimos dias, termpo em que vivemos !  

 

portanto é para nós.
               “Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas”  Ap 3.22#






Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.