Cada Dia, o Ano Todo!
Outubro
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
09 07 Independência oc
09 21 Primavera * oc
* 07 20 Homem na Lua oc
11.14 ..cristão tem ídolos? oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
...Eleições, prs
09 06 Saber o passado oc
09 16 Camada de Ozonio *oc
07 de abril Hist oc
09 11 Atitude na tragédia*
10 09 dia da criança oc
10.12 APARECIDA oc
é FERIADO oc
09.01 ESPERANÇA oc
09.02 ORGANIZAR FAZ BEM oc
 



05...NO DESERTO II dv vt > Rv

NO DESERTO  ‘Tudo o que foi escrito, para nosso ensino foi escrito’   Rm 15.4

 Os israelitas, zanzando no deserto,  são preciosa lição de vida para todos nós.
                       COMO ?  o que se aprende com eles?

Tendo sido resgatados da servidão do Egito, pela mão poderosa de Deus,

 ia com eles o Senhor de dia na coluna de nuvem e de noite na de fogo, Ex 13.22, Nm 9.16 Assim acontecia de contínuo: a nuvem o cobria, e de noite havia aparência de fogo. v 17

Nm 9.17 Mas sempre que a nuvem se alçava de sobre a tenda, os filhos de Israel partiam
                 ; e no lugar em que a nuvem parava, ali os filhos de Israel se acampavam.

  Primeira dificuldade : inimigos vêm atrás deles :
    O  que fizeram?
Clamaram ao Senhor _ certo  Ex 14.10
          
Errado era a atitude de seus corações:  esperar  Deus fazer  tudo para eles.

            - Deus responde : ‘por que clamam a MIM, diga ao povo que marche’ ! Ex 14.15

2ª dificuldade: águas amargas e eles murmuram,  Ex  15.24 

    O lenho nas águas tira o amargor, figura de Jesus,  e eles conhecem o Senhor
 de modo especial : JEOVA´-RAFÁ, Eu sou o Senhor que te sara!
Ex 15.26

 

3ª dificuldade; acaba a comida_ e eles murmuram, Ex 16.2

     Deus envia o maná, mas tem condições específicas para recolhê-lo :

               a)  o quanto pode comer, por medida, um gômer ! Ex 16.18             

               b)  CADA DIA DE MANHÃ BEM CEDO; na sexta, colhe em dobro

               c)  no sábado, não colhe nada: é dia de descansar em Deus !  

                     Além do maná, Deus dá carne de codornizes, Ex 16.13

4ª dificuldade: falta água o  povo contende e murmura,  Ex 17.2-3,  6 

     A Rocha ferida pela vara de Moisés faz jorrar água em abundância

        J Saíram do Egito 603.550 homens com mais de 20anos,  Nm 1.46

          - multiplicando-se por 5: esposa, dois filhos e duas pessoas idosas,

               dá um total de 3 milhões e 17.750 pessoas, fora os levitas.
Imagine  quanto é necessário para suprir de alimento e água
para toda essa gente
Da Rocha, d
eve ter saído água como um cachoeira forte que virou um RIO !

 

5ª dificuldade: demora de Moisés no monte Sinai, a falar com Deus Ex 19 e Ex 32.19
Idólatras são mortos !
 Deus não vai mais no meio do povo, mas em lugar à parte,
33.9,17

      

  dificuldade: forte desejo de carne entre o povão que saíra junto com os israelistas 

            ( havia MAIS  gente além dos que forma contados !)  E MURMURARAM !

*Deus dá 70 anciãos para ajudar Moisés e provê um mês todo de carne ao  povo, Nm 11

      MAS...o povo não observa a restrição de não comer carne com sangue, Nm 11.33
              - o povo que teve  desejo morreu de praga enviada pelo Senhor,     Sl 78.29-20

7ª dificuldade: Arão e Miriã falam mal de Moisés por causa da mulher cusita, Ex 12.1

 Deus os repreende e  Miriã fica leprosa, excluída sete dias do arraial, Nm 12.10 e 14-16

 

8ª dificuldade: gigantes habitam na terra prometida: murmuram, querem voltar, Nm 14  

         Medo de  morrer no deserto, Deus faz a eles como falaram, Nm 14.28  
Zanzam pelo  deserto por 38 anos até que todos os murmuradores/ medrosos morram.                  

J exceto dois : Josué e Calebe : confiaram no Senhor e animaram o povo a continuar

 

        Rebelião de Core, Data e Abirão: fogo estranho ante o Senhor, Nm 16

 Os rebeldes são tragados vivos com suas famílias uma praga assola o acampamento
*Aarão, o sumo- sacerdote, a expiação pelo pecado, e se  põe com seu incensário entre os  mortos e vivos, e cessa a praga,
Nm 16.48  Depois, Deus confirma a eleição de Aarão e descendentes fazendo  com que a vara dele floresça e é posta como  memorial, Nm 17 

 

9ª dificuldade: falta  água, o povo murmura, em Meribá, Nm 20 

 Moisés é impedido de  entrar em Canaã por ter ferido  a Rocha em vez de só falar a ela,                 
                 _  como  instruído por Deus,
Nm 20.8, 11 e 12  com  Dt   3.25-26

10ª dificuldade : o povo fala contra Deus e Moisés, estão fartos do maná, Nm 21.5

        Deus manda serpentes ardentes e muitos morrem,  Nm 21.6,  21.9 com João 3.14
         *Quem olhasse  para a serpente de cobre levantada no  meio do arraial, seria salvo

 

     *Balaão abençoa em vez de amaldiçoar o povo , como queria o rei moabita, Nm 22-24
                   -  mas as mulheres  moabitas  corrompem os israelistas,
Nm 25
J 

 

Enfim :  a vida cristã tem suas dificuldades, muitas vezes em virtude de nossas próprias murmurações, incredulidades e rebeldias,  atração pelo pecado  e obstinação em ouvir e seguir as orientações de Deus em sua Palavra; louvado seja Deus por Sua fidelidade J 

 

NO DESERTO  ‘Tudo o que foi escrito, para nosso ensino foi escrito’   Rm 15.4

 Os israelitas, zanzando no deserto,  são preciosa lição de vida para todos nós.
 COMO ?  o que se aprende com eles?

 

Tendo sido resgatados da servidão do Egito, pela mão poderosa de Deus,

 

1ª bênção: a salvação pelo sangue do Cordeiro, Ex 12

     - poupados da morte pelo sangue do cordeiro nas vergas das portas

        - prefigura a salvação pela fé no sangue de Jesus, João 1.29

 

2ª bênção: a coluna de nuvem e fogo: direção e  proteção contra o calor  e o frio 

    Também servia como elemento que dava unidade ao povo,  e senso de pertencer 

 ia com eles o Senhor de dia na coluna de nuvem e de noite na de fogo, Ex 13.22, Nm 9.16 Assim acontecia de contínuo: a nuvem o cobria, e de noite havia aparência de fogo. v 17

Nm 9.17 Mas sempre que a nuvem se alçava de sobre a tenda, os filhos de Israel partiam; e no lugar em que a nuvem parava, ali os filhos de Israel se acampavam.

 

3ª bênção: conhecem JEOVÁ-RAFÁ, Eu sou o Senhor que te sara, Ex 15.24 e 26 

    quando o lenho nas águas tira o amargor, figura de Jesus,
    Eles não ficaram doentes durante a peregrinação no deserto,  

Êx 15.26 dizendo: Se ouvires atentamente a voz do Senhor teu Deus, e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, sobre ti não enviarei nenhuma das [enfermidades] que enviei sobre os egípcios; porque eu sou o Senhor que te sara.

Êx 23.25 Servireis, pois, ao Senhor vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e eu tirarei do meio de vós as [enfermidades].

Sl 103.3 É ele quem perdoa todas as tuas iniqüidades, quem sara todas as tuas [enfermidades],

Is 53.4 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas [enfermidades], e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.

 

4ª bênção: proteção contra os  ladrões,  Ex 17   vitória contra inimigos , Nm 21.21

    Tendo despojado o Egito,  havia muita riqueza que poderia despertar a cobiça dos povos nômades  do deserto, que viviam de pilhagens das caravanas.           

 

5ª bênção Por 40 anos os sustentaste no deserto;  não lhes faltou coisa alguma; Ne 9.21
                   a sua roupa não envelheceu, e o seus  pés não se incharam.

                    -  Não se envelheceram as tuas vestes sobre ti,   Dt 8.4
                         -  nem se inchou o teu pé, nestes quarenta anos 

 

6ª bênção : INSTRUÇÃO  _  a Lei, Ex 20  e todas as leis   em Ex, Lv, Nm e  Dt 

                     tinham como objetivo instruir o povo de Deus a serem abençoados e  a serem uma bênção servindo  de instrução aos outros  povos sobre como proceder em todas as áreas da vida   de modo a serem saudáveis e bem sucedidos.

 

7ª bênção: MISERICÓRDIA, mesmo sendo contumazes e rebeldes, Ne 9.27
                                               
não os consumiu mas mandou quem os livrasse. Sl 107    

 

E não é que estamos buscando e  nos contentando com as bênçãos  do deserto ?

           Continuamos murmuradores  e obstinados na dureza de nossos corações,

E nos queixamos da monotonia da vida cristã, esticando os olhos ao que fazem os outros

 

Só podem conquistar Canaã

1- os que estão dispostos  a reafirmar seu compromisso com  Deus, custe o que custar:
               O
s  israelitas foram circuncidados logo após passarem o Jordão :
               - eram adultos e não havia anestesia, deve ter sido muito doloroso 

2Os que celebram com júbilo a salvação pelo sangue do Cordeiro: a Páscoa Js 5 _  a Ceia

3  Os que avançam seguindo estritamente as ordens do Senhor, mesmo as que pareçam
     -  absurdas: rodear Jericó em silêncio  tem explicação na Física,  mas eles não sabiam.

4 - para nós, é figura de rodear o problema com orações,  quietos, confiando no Senhor

5 OBEDECER _ e  avançar extirpando o mal,  mesmo que pareça valioso, ou desperdício.

6  Reter para si o que é de Deus ou o que o mundo oferece de vantajoso,  leva à derrota

7- Ter a espada na mão, e saber manejá-la bem, diz respeito a saber manejar bem a Palavra,
                                     é não querer se furtar da luta (uma questão a se considerar...)

 

Líderes, vamos incentivar os que o Senhor confiou aos nossos cuidados a deixar de se contentar com as bênçãos do deserto, acabando com a monotonia da vida cristã sem sentido e AVANÇAR _ efetivando a  expansão do Reino  e sendo vencedores e vitoriosos! J








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.