Cada Dia, o Ano Todo!
Abril
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930    
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
04 1º. de abril: dia da MENTIRA oc
* 07 20 Homem na Lua oc
03 20 Início do out 21.03 oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
dom de Ramos: PROVOCAÇÃO oc
07 de abril Hist oc
Por que um burrico? oc
é FERIADO oc
09.01 ESPERANÇA oc
 



12.12 COMO VEIO A SER oc

Um pouco de História: cristianismo também é cultura.

 

Sabendo como as coisas chegaram a ser como são.

 

Jesus nasceu como prometido por Deus  desde o Gênesis ( Gn 3.15)
-  para morrer como  planejado desde A FUNDAÇÃO DO MUNDO( Apoc 13.8)

                        ( na páscoa falaremos sobre esse assunto )

 

De fato, historicamente, a vinda de Jesus e a implantação do cristianismo foi um  grande transtorno  nos costumes, na religião, no modo de viver e de encarar a morte. Em Tessalônica, explicando sobre os cristãos, foi dito:  Estes que têm transtornado o mundo, chegaram também aqui’, Atos 17.7

 

O cristianismo era considerado uma seita herética do judaísmo.
 Muitos foram martirizados por não negarem a sua fé.

 

Como Jesus avisou à igreja de Esmirna ( Ap 2.10)
>  houve  dez ocasiões de terrível perseguição aos cristãos,
  -  
 desde Nero no ano 64 até  Diocleciano no ano 312.


Em 313,
Constantino, imperador de Roma, na batalha da Ponte Mílvia , teve uma visão: IN HOC SIGNO VINCES ( sob este sinal ( da cruz)  vencerás) 

 

Dizem que ele se converteu ao cristianismo, obrigou a todos os soldados a se tornarem cristãos e, de fato,  venceu a tal batalha. Então, naquele mesmo ano,

>em 313 dC f ez um decreto abolindo a perseguição aos cristãos.

 

Em 325 aconteceu o concílio de Nicéia: considerado a fundação da igreja católica (que significa Universal)

 

Em 390, o imperador Teodósio oficializou o cristianismo  como religião  do Império romano, ‘virando o jogo:’  todas as crenças pagãs passaram para a ilegalidade. Todos os pagãos e gentios adotaram o cristianismo como religião deles, sem real conversão a Jesus.


A partir de então, começou a  haver paulatina introdução ao catolicismo de costumes pagãos firmemente arraigados nos não convertidos às  datas significativas de suas tradições ex: carnaval, símbolos da páscoa, culto à virgem Maria,  cerimônia aos mortos em  31 de outubro e 01e  02 de novembro e o NATAL ( entre outros menos evidentes)

  

    a seguir postaremos artigos que  consideram   cultos e costumes pagãos especificamente associados ao Natal.

 










Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2019 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.