Cada Dia, o Ano Todo!
Novembro
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

10.31 oc...Reforma
11. 01 Quem são os santos ? oc...
11. 02 Oc..Dia dos Mortos
11.15 Oc...República
11. 15 Antecipe o Natal nov dks
10.29 oc...Reforma e Apocalipse
26b MUDANÇAS rfx
11.19 Oc...Bandeira, para quê?
26c.Desejar não basta rfx
28 DETERMINADOS
29 .Em tese, rfx
30 .Onde quer chegar?
32.Profecias rfx
11.15 Oc...ESCOLHAS
11.01 Oc...Idolatria,Hist
* 11.23 Oc...*GRATIDÃO (nov)
11.24 *Dia de Graças. lei oc
11.01 Oc_ Origem do dia dos Mortos
11.20 Oc..Consciência negra,
11.25 Oc...* Thanks Hist
27. Onde quer chegar ?
* 07 20 H, na Lua oc
10.31 oc ...Esclarecendo
7-O reino de Deus (jan)
26a.FECHADO PARA BALANÇO rfx
Dentro.Fora da IGREJA oc
11.14 ...ORA, BRASIL !
Oc ...Dia da Bíblia esc
10.30 Oc...Cinco 'Solas' ...
11.26 ...*Em tudo...? oc
11.19 ...Símbolos Nacionais d.e
11.20 Oc...Negros ilustres
26d.Tempo de prosseguir oc
11.09 Pré Festas oc
31.Tempo de Mudar oc
26e.O que vc aprende...
Converse com seu filho oc
 



Oc ...Dia da Bíblia esc

PARA IMPRIMIR:  1-  SELECIONE O TEXTO,  CLIC em  ARQUIVO >  IMPRIMIR > SELEÇÃO   
                                                                         > para imprimir frente e verso, selecione apenas parte do texto
                           
 2-  SELECIONE O TEXTO :  dê C+C _  abra artigo novo no seu computer _  dê C+V  e  Salve! 
                                                       imprima do seu jeito, frente e verso  para economizar papel
                           RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS: CITE SEMPRE A FONTE DE ONDE EXTRAI OS ARTIGOS

Visite o site da soc Bíblica   www.sbb.org.br 


Traduções da Bíblia para o português _
O pioneiro na tradução da Bíblia para o português foi D. Diniz (1279 - 1325). Conhecedor de latim clássico e leitor da Vulgata Latina, traduziu até o capítulo 20 do livro de Gênesis, abrindo caminho para seu sucessor, D. João I (1385 - 1433). Este atribuiu a tradução a padres letrados e o trabalho prosseguiu com seu sucessor, D. João II.
     
João Ferreira de Almeida_ Nasceu em 1628, próximo a Lisboa. Convertido ao protestantismo, iniciou a tradução da Bíblia aos dezessete anos, mas perdeu seu primeiro manuscrito e reiniciou seu trabalho em 1648. Conhecia hebraico e grego, e utilizou-se de vários manuscritos dessas línguas para compor sua tradução. Em 1676, foi concluída a tradução do Novo Testamento, que só viria a ser publicada em 1681, na Holanda, por problemas de revisão. Quando de sua morte, em 1641, já havia traduzido o Antigo Testamento até o livro do profeta Ezequiel. Seu trabalho foi continuado pelo pastor Jacobus op den Akker, de Batávia, em 1748.
       *
Cinco anos depois, em 1753, foi impressa a primeira Bíblia em português. António Pereira de Figueiredo_ Nascido em Portugal em 1725, iniciou a tradução da Bíblia que foi editada em 1819. Baseou sua tradução na Vulgata de Jerônimo, por não dominar outros idiomas, e incluiu nesse trabalho os apócrifos. Essa Bíblia foi muito utilizada em países de língua portuguesa.
    
Matos Soares_ Publicou uma tradução em 1930, baseada na Vulgata Latina, incluiu os apócrifos, e  também comentários a favor dos dogmas da Igreja Católica.
* Por isso, recebeu o apoio papal sendo a sua tradução a mais popular da Igreja Católica. 
  
J  EDIÇÃO AVE MARIA _   tradução dos originais mediante versão do Monges de Maredsous (Bélgica)  feita  pelo  CENTRO BÍBLICO CATÓLICO, revista por frei João José Pereira de Castro, O.F.M.  + equipe da Editora

Língua e manuscritos do Novo Testamento_ Os escritos do Novo Testamento se utilizaram do grego coiné (comercial), amplamente conhecido e utilizado no século I, como conseqüência do império de Alexandre, o Grande. Esse idioma possuía muitos recursos lingüísticos e precisão técnica, não encontrados no hebraico, o que permitiu uma maior e mais rápida propagação dos textos entre os povos (assim como o inglês moderno, nos tempos atuais).
#  O grego chegou a ser considerado pela Igreja Católica como a língua do Espírito Santo.

# a  SEPTUAGINTA é a tradução do VELHo TESTAMENTO  do hebraico  para o grego 
                      
Jesus e  escritores do Novo Testamento citavam  textos da Septuaginta  
 “A tradução foi realizada indubitavelmente durante o 3º e 2º séculos A.C., e é pretendido ter sido acabada já no tempo de Ptolemy II Philadelphus, Ptolomeu Filadelfo II ( 285-247 a.C.) 
  
QUAL O MOTIVO ?
i) 
muitos judeus não voltaram à Judéia após o cativeiro, mas se espalharam  pelo mundo   abrindo SINAGOGAS por toda a parte onde houvesse um certo número de judeus.
ii)  havia muitos prosélitos de todos os povos : gentios que se convertiam ao judaísmo
.
Não sabiam ler hebraico ( como nós, brasileiros...)
 língua original das Escrituras.
 
O grego era a língua oficial e cultural da época, entendida por todos os povos sob  o império grego.
iii)   a solução foi juntar eruditos em ambas as línguas a fim de se fazer uma tradução das Escrituras oficial, legal,  aceita por todos  _ e que pudesse ser lida por qualquer   pessoa, de qualquer povo

Ex:  a NVI, uma das versões mais recentes e bem conceituadas da Bíblia  por causa do português atualizado, mas convém ler a corrigida e Atualizada para comparar :é mais impactante     

Principais manuscritos_  O Novo Testamento tem como característica principal uma imensa quantidade de escritos e evidências externas. Alguns manuscritos, entretanto, merecem destaque.  São eles:

Os papiros - produzidos quando o movimento iniciado pelos discípulos de Jesus ainda era ilegal. Datam dos séculos II e III d.C. e constituem valioso testemunho da veracidade do Novo Testamento, pois surgiram a apenas uma geração dos autógrafos originais. Seus representantes mais importantes são:

  • p52 ou fragmento de John Rylands (117 - 118 d.C.) - encontrado no Egito, contendo parte do Evangelho de João;
  • p45, p46 e p47 ou Papiros Chester Beaty (250 d.C.) - contendo quase todo o Novo Testamento (o p45 contém os Evangelhos e o livro de Atos dos Apóstolos; o p46, a maior parte das cartas de Paulo; e o p47, parte do Apocalipse);
  • p66, p72 e p75 ou Papiros de Bodmer (175 - 225 d.C.) - igualmente importantes, incluindo-se entre eles Unciais cuidadosamente impressos e com muita clareza (o p66 contém parte do Evangelho de João e data do ano 200; o fragmento p72 contém cópias de Judas e de I e II Pedro; e o p75 contém a mais antiga cópia do Evangelho de Lucas (175 a.C.).

Os Unciais - manuscritos em caracteres maiúsculos, escritos em velino e pergaminho. Constituem os escritos mais importantes do Novo Testamento, dos séculos III a V. Existem cerca de 297 Unciais, entre eles:

  • Códice Vaticano - é o mais antigo dos Unciais (325 - 350 d.C.) e foi desconhecido dos estudiosos bíblicos até 1475, quando foi catalogado na biblioteca do Vaticano; contém a maior parte do Antigo Testamento (versão dos LXX) com os apócrifos e o Novo Testamento em grego;
  • Códice Sinaítico (Álefe) - data do século IV e possui poucas omissões;
  • Códice Efraimita - originou-se em Alexandria, no Egito, em cerca de 345 d.C.;
  • Códice Alexandrino - data do século V;
  • Códice Beza ou Cambridge - cerca de 500 d.C.; é o manuscrito bilíngüe mais antigo do Novo Testamento. Foi escrito em grego e latim;
  • Os Minúsculos - documentos escritos em caracteres minúsculos que datam dos séculos IX ao XV, somando mais de 4000 documentos, entre manuscritos e lecionários (livros muito utilizados nos cultos da Igreja, que continham textos selecionados da Bíblia para leitura, incluindo o Novo Testamento).

A Septuaginta _ Os líderes do judaísmo em Alexandria foram responsáveis por uma tradução do Antigo Testamento hebraico para o grego, que integraria a Biblioteca de Alexandria, e foi chamada de Septuaginta (LXX), que significa setenta. Esta tradução já estava concluída em 150 a.C. e foi feita por eruditos judeus e gregos, provavelmente para o uso dos judeus alexandrinos. Assim que a igreja primitiva passou a utilizar a Septuaginta como Antigo Testamento, a comunidade judaica perdeu o interesse em sua preservação. Esta versão teve um papel muito importante para o estudo e divulgação do Antigo Testamento em outras línguas, já que os textos hebraicos apresentam grande dificuldade de compreensão.

Outras versões surgiram após a Septuaginta, devido à oposição do cânon judaico a esta tradução. São elas:

  • A versão de Áquila (130 a 150 d.C.) - manteve o padrão de pensamento e as estruturas de linguagem hebraicas, tornando-se uma das versões mais utilizadas pelos judeus;
  • A revisão de Teodócio (150 a 185 d.C.) - revisão de uma versão anterior - a LXX ou a de Áquila
  • A revisão de Símaco (185 a 200 d.C.) - preocupou-se com o sentido da tradução, e não com a exatidão textual. Exerceu grande influência sobre a Bíblia latina, pois Jerônimo fez grande uso desse autor para compor a Vulgata Latina;
  • Os Héxapla de Orígenes (240 a 250 d.C.) - promoveu-se uma visão comparativa dos textos hebraicos com a tradução dos LXX, de Áquila, de Teodócio e de Símaco, procurando harmonizar os textos em busca de uma tradução fiel do hebraico;
  • Uma edição do texto hebraico, por volta de 100 d.C., veio a estabelecer o texto massorético.

Os Textos Massoréticos _ Alguns sábios judeus, chamados massoretas, iniciaram, entre os séculos VI a X d.C., um trabalho de padronização dos textos hebraicos do Antigo Testamento. Estes textos, como se sabe, foram escritos praticamente sem vogais. No trabalho de padronização, foram inseridas as vogais nos textos originais, o que contribuiu para o desaparecimento dos mesmos

A Vulgata Latina _  Sendo o grego, considerado pela Igreja como a língua do Espírito Santo, o latim assumiu o papel de língua popular imposta pelos soldados nas conquistas romanas, motivo pelo qual a Bíblia latina recebeu o nome de Vulgata,da qual foram traduzidos os textos mais tradicionais.

De uns anos para cá, devido  melhor conhecimento da língua hebraica antiga, e com a necessidade de atualizar o português para melhor compreensão do povo em geral, começaram a surgir novas traduções  e  versões 
       A comparação entre versões dá visão mais abrangente do sentido da mensagem  MAS
as versões tradicionais como  CORRIGIDA ( corr)   e REVISTA E ATUALIZADA (RA)  
são as traduções mais literais, com texto mais forte e impactante :
                         >  comparem e verifiquem por si mesmos

 

 








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2017 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.