Cada Dia, o Ano Todo!
Agosto
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 04 Ser Pai ! oc
07 09 Constituinte oc
07 09 Dever de consci~ oc
* 07 20 Homem na Lua oc
08 07 Elo entre gerações oc he
Dentro.Fora da IGREJA oc
07 10* Dia da Pizza oc
08 03 * COMEMORAÇÕES oc
07 de abril Hist oc
08 01 sobre o SELO ...oc
é FERIADO oc
dia dos avós
 



06...Pais da Igreja hist nt > Rv

03  PAIS DA IGREJA

 

1- De onde vem esse título ?  

Tertuliano,  “De carne “, 2  Praesc. Haeres.20 denominou pela primeira vez, no livro citado, de Apostolici  para designar os sucessores dos apóstolos.

Em 1699,  teólogo protestante  Th. Itting, refere-se a eles como “Pais  da Igreja” e, partir de então, tem se popularizado tal modo de referência.

 

2- Quem foram ?  homens notáveis que se sobressairam nos séc II e III, atuando  como os apóstolos _ ensinando, exortando e conduzindo a Igreja incipiente  após a morte dos apóstolos. Seus escritos são valiosos pois revelam a situação da igreja, naquela época.  Seus nomes são :

Clemente Romano, Policarpo de Esmirna, Papias, Inácio  de Antioquia, os escritos atribuídos  a Barnabé, Hermas, Diogneto, e

Didaquê _ espécie de catecismo  e de ritual

da antiga igreja cristã

      A influência deles não se restringiu  ao âmbito local, nem à sua época Alguns desses escritos,con servados com cuidado,  foram muito populares e eram lidos regularmente, até  séc IV [ ano 400] 

 

3- Qual importância deles ?  serviram de elo entre época do fim de Atos até que a igreja  tivesse desenvolvido  suas diretrizes  e normas

 

4- Historicamente, não há dados precisos nem  informações biográficas  detalhadas, especialmente por  viverem na ilegalidade,  perseguidos  e  sem organização definida.

 

5-Como tais informações chegaram até nós ?

 Através de preciosas descobertas de livros  que escreveram ou  a eles se referiam.

 - Há literatura chamada  Apócrifa, do Novo Testamento :  Evang de Pedro e de Tomé, Atos de Paulo  e  de João,  Apocalipse de Pedro, Pístis Sofia,  Tradições de Matias, Livro de Tiago [outro que não o do Cânon]  Martírio de Poli

carpo  e  de Inácio, Cartas de Clemente, Pastor de  Hermas,  Didaquê, entre outras, menos significativas.

 

6- Citamos alguns nomes que se distinguiram nessa época:

* Eusébio [ 263- 340] em sua  História Eclesiástica, a quem muito se deve por sua obra, foi Bispo de  Cesaréia, na Palestina, no tempo do imperador Constantino - que legalizou o cristianismo  em 313  _ e de quem era amigo íntimo.

Eusébio  herdou bibliotecas de Orígenes  [?]  e de  Panfílio  [? ]  passou a vida recolhendo escritos  daquele período de ilegalidade,  próximo passado, exatamente no intuito de documentar o que  restara das perseguições quando casas eram invadidas, queimadas.

            
* Hegésipo, citado em Memórias, viveu no fim da era apostólica; seus escritos se  
                    perderam, restando apenas fragmentos copiados por Eusébio

 

* Jerônimo [ 347 - 420 ] Vulgata e “De Viris Illustribus”, dicionário  de biografias.

Viveu 50anos depois de Eusébio, cuidou  de preservar sua obra  acrescentando dados importantes e mais recentes. Convém lembrar que, naquela época, só havia manuscritos, copiá-los demandava  tempo  e pessoas especializadas, não havia papelaria em cada esquina, nem imprensa, computador, xerox!

                   Seguem-lhe :  Rufino,  Cassiodro,

 

*Patriarca Fócio, da igreja oriental, [ m. 891 ]  também se dedicou em  recolher e copiar literatura antiga mas muitas foram queimadas  pelos muçulmanos ou na época da 4A. Cruzada.

 

* Manuscritos antigos descobertos nos últimos séculos: 

- Códices  Vaticano e Sinaítico, séc V: epístola de Barnabé e parte da do Pastor de Hermas

- Códice Alexandrino, com cartas de Clemente, I  e II

- Código de Beza, séc V e VI, inúmeros  fragmentos  em  papiro,  velum  ou  pergaminho.

- Manuscrito de Constantinopla, descoberto em  1.873  por   Filoteo Briênio,  contém  diversos  escritos da era post- apostólica, duas cartas de Clemente, o Didaquê [ ensino dos apóstolos ] carta de Barnabé  e carta de Inácio.

 

* Irineu, Contra as Heresias, cerca de 177, relata que a direção da igreja de Roma, fundada pelos apóstolos, foi entregue ao Bispo Lino, sucedido  por  Anacleto  e  depois,  por  Clemente que com viveram com os apóstolos e por eles, certamente, foram discipulados e instruídos.

 

* CLEMENTE   ROMANO   ou      de  Roma

Obra   _  Duas cartas  escritas aos coríntios,  achadas inseridas  no Códice  Alexandrino,

publicado em 1.663  e  que continha  o VT, grande parte do NT , incluindo-se as epístolas  de Clemente aos Coríntios, a primeira e boa parte da segunda. Em 1.873,  o arcebispo de Briênio, acha o Manuscrito de Constantinopla, que contém ambas as cartas de Clemente.

 

Dados biográficos_  nada se sabe com certeza.

             suposições...que era Bispo de Roma, sucessor de Anacleto, viveu no séc I ,

conviveu com Paulo  e  Pedro. Dizem que teve morte natural, não foi martirizado.

 

Época:  de seus escritos  se  depreende  que  foram escritos depois da morte  de Paulo  e  Pedro: faz alusão à morte deles (cap 5) Fala de perseguições: a 1A.  em 64, sob Nero;

a 2A.,  entre dez, de  Domiciano e a 3o. de Trajano, supostamente  entre  92 e 101 AD

          #  época de forte perseguição aos cristãos.

Em Corinto, ainda havia presbíteros indicados pelos apóstolos, por isso, ”não podiam ser  removidos injustamente do ministério” cap 44.3

 

-Perfil  de Clemente  _ há concordância em que

a) era cidadão romano por nascimento ou de direito, como Paulo, não se sabe. Referiu-se às  autoridades  romanas como “nossas autoridades”

b)  conhecia a organização do exército romano

c) conhecia bem seus costumes e mitologia

d) seus escritos denotam gênio característico dos romanos: disciplina  e ordem, cap 37

e) tinha  educação  elevada

 

O  texto:

- Foi escrito em nome da igreja de Roma, que  sugere preeminência sobre as outras.

- Não consta seu nome como autor:  sabe-se  que foi ele, por referências de outros escritores  Dionísio, líder em Corinto, escrevendo  ao bispo  Sótero, de Roma   diz 

“ a que anteriormente nos  escreveu  Clemente’
 Eusébio, Hist. Ecles. Livro IV: 23, 11 e 22 e 2]

- Na mesma ocasião, Hegésipo   ouvira em Corinto, a carta de Clemente.

- Irineu,  em Contra as Heresias, relata “ durante o pontificado deste Clemente  se levantou querela entre os irmãos de Corinto que a igreja de Roma lhes enviou epístola  mui enérgica, pregando-lhes a reconciliação e paz...”

 

* Clemente de Alexandrina  é quem faz  o  maior número de referências e citações  dessas cartas.

Concluindo_ Hegésipo, Tertuliano, Orígenes e Eusébio concordam em dar a autoria das tais cartas ao Bispo de Roma,  Clemente _ à frente da mesma no fim da era apostólica.

 

 Motivo da carta :algo muito grave acontecera na igreja de Corinto, havendo repercussão até mesmo entre os gentios. “o v/nome, venerável e famoso, e digno de amor de todos os homens, foi difamado” 1.1, 46.9, 47.6...“E esta notícia chegou não somente a nós, mas também aos que sentem diferente de nós, de modo que por causa da v/insensatez  fazeis cair blasfêmia contra o nome do Senhor.” “pecado nada pequeno ”Vemos, no entanto, que haveis removido a alguns de excelente conduta  do ministério, e que o cumpriam irrepreensivelmente”  44.6  A esses, a nova geração teria deposto.  3.5, 21.6

 

Objetivo

Restabelecer a ordem. Manda ler a carta de Paulo.

 

Estilo:  Bem elaborado pois escrevia a pessoas cultas e dadas à filosofia,
           gregos de Corinto, berço  dos  grandes filósofos da antigüidade

Revela grande cultura  e equilíbrio: ora suave, ora enérgico

Prático, não se prende a divagações filosóficas, tão ao gosto dos coríntios  mas enfatiza a arte  de viver de modo cristão.

Há certo pendor literário e poético.

De seus escritos se depreende que  tinha autoridade  moral por sua vida exemplar e apoio nas Escrituras  para chamar à atenção aos faltosos portanto era pessoa influente no meio cristão.  Teve cuidado pelos de longe e pela  ordem nas igrejas, como Paulo.  Amou as Escrituras, pois as citava com propriedade.Admirou a natureza. Deu testemunho de Deus.

                                                                     FIM

 

CONTEXTO HISTÓRICO

Ajuda a saber como era no tempo logo depois dos

apóstolos_

         costumes, mudanças, doutrinas, organização.

         A igreja em Roma já existia  lá pelo ano 52.

Suetônio, escritor romano, cita:“Cláudio, impera

dor romano, expulsou os judeus de Roma por cau

sa de tumultos instigados por Cristo” fato confirma

 do por  Atos 18.1-2  que declara  “ Áquila  e  Pris

cila estarem em Corinto pelo fato de Cláudio ter mandado sair de Roma  a  todos os judeus.”

* * * A carta de Clemente é o mais antigo documen

to que faz referência aos apóstolos Paulo  e  Pedro

citados como fundadores da igreja de Roma  em

Contra as Heresias    de  __________     mas

Não foi fundada por Pedro, como diz a tradição católica., consta no Ambrosiaster  366 a 384

 

           Pode ter acontecido o seguinte : havia em Roma  igreja informal, composta  de convertidos

                                                    ao cristianismo.

 Paulo foi elemento catalizador no sentido e unir as pessoas  e “dar corpo” à doutrina. Era autorida

de a  quem se podia  reportar  para ensino  e escla recimento. Nos dois anos em que esteve em prisão domiciliar, em Roma, podia receber visitas.

 

Pedro serviu de ponto de referência para organizar

e, quem sabe discipular alguns, preparando-os pa

ra assumir a liderança oportunamente. Há a atribui

ção que lhe foi dada por Jesus  em  João 21.

 

Paulo e Pedro, martirizados, são citados como exemplo.

“perseguições “ Clemente 1.5  e  6  é o mais  an

tigo documento que as relata. Há escritos que suge

rem estar os judeus por trás delas, movidos de inveja.

           A igreja de Roma é caracterizada pelo lega

lismo jurídico dos romanos  e moralismo judeu.

Pedro fôra designado para trabalhar com  judeus.

A   epístola aos Romanos foi escrita principalmen

te  a  judeus convertidos , em  Roma.

 

Organização

Percebe-se que já  havia organização nos moldes

bíblicos _ sendo Bispo  e presbíteros usados como sinônimos Em Roma era usado epíscopo,

                           em Corinto, presbítero.

Nota-se que há lugar para serviço leigo.

Culto _  já havia dia e hora marcados

              seguia certa ordem: ofertas e orações, explicação das Escrituras = VT, dizeres de Jesus,

cartas dos apóstolos.

Mostra o cuidado e se estar fundamentado nas Escrituras , não sendo apenas diretrizes ou normas humanas e pessoais. A cada passo, acrescenta:

“está escrito “  “diz  a Santa Palavra “

 

 

 

 

Heresias

Além da tendência judaizante que aceitava o cristianismo em parte, sem se desligar totalmente dos costumes legalistas, havia a tendência

gnóstica  que enfatizava o conhecimento acima da fé  e negava que Jesus viera em carne, pois a mate

ria era considerada pecaminosa.

A Timóteo, Paulo adverte : “...tende horror às oposições da falsamente chamada  ciência =

gnosis 

          Clemente ataca essa heresia e declara ser o conhecimento verdadeiro advindo só de Jesus

 Pela ênfase dada à sabedoria humana como vã,

supõe-se que os líderes na ocasião fossem mais

cultos do que os depostos.  Tal sabedoria levava ao pecado da vanglória. Os cristãos de Corinto traziam as marcas da tendência a  filosofar pois

aquela cidade  foi o berço dos grandes filósofos

da antiguidade

          Clemente apregoa a veracidade das Escri

turas, faz  referências  a  epístolas do NT :  I e II Coríntios,  Romanos,  Efésios,  Atos,  I Timóteo, I  e II  Pedro.  Refere-se aos evangelhos de Ma-

teus, Marcos  e  Lucas.   Por essas afirmações se depreende que os livros constantes no Cânon atual eram os considerados básicos para a fé mesmo antes de sua oficialização.

*   *   *

 

        BIBLIOGRAFIA

 

         Clemente Romano

         Col  “Padres apostólicos “  vol  I

          José Gonçalves Salvador

          Imp.  Metodista  /59

 

         

 

 

 

 







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.