Cada Dia, o Ano Todo!
Junho
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

12 de junho Dia dos Namorados *oc
06 19 Corpo de Cristo oc
FOME de AMOR oc cs
05 11 E o pai com ISSO ? oc he
05 10 mãe requer PAI oc he
05 09 QUEM CUIDA ??? oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
06 12 'paixonite' ACABA oc rfx
06 20 O que é CORPUS CHRISTI ? oc
05 08 ...Percepções diferentes* oc
VerddS : importa saber oc cs
07 de abril Hist oc
05.23 > Você é Responsável ! oc
é FERIADO oc
 



xts 20 CORAJOSOS ado %%

xts  xxxxxxxxxxx  Ldr  coragem   Corajosos


“Então, o Anjo do SENHOR lhe apareceu e lhe disse: O SENHOR é contigo, homem valente.” (Juízes 6:12 ARA)

Desde que me converti, no início da minha adolescência, tenho ouvido pregações sobre Gideão mostrando-o como um sujeito medroso e cheio de dúvidas, um covarde. No entanto, toda vez que lia sua história me chamava a atenção o fato de Deus chamar um sujeito assim para a difícil tarefa de libertar o povo da opressão dos inimigos do seu tempo.

Certo dia, enquanto fazia a leitura bíblica, percebi alguns detalhes no início do capítulo, que me fizeram entender o contexto em que Gideão estava vivendo. O texto informa que, por anos, quando Israel semeava os inimigos vinham e destruíam tudo e roubavam o gado, deixando o povo na miséria e fome. Depois de vários anos assim, certamente o povo estava desanimado e temeroso de tentar nova semeadura.

Nesse contexto, é de se admirar alguém que nesta situação tenha fé para semear. E o texto diz que Gideão estava malhando o trigo, ou seja, ele não apenas teve a coragem de semear mas conseguiu colher o que plantou. Normalmente, se malhava o trigo em área aberta para facilitar a separação dos grãos e da palha, mas Gideão estava malhando o trigo onde se pisava as uvas ou as azeitonas, espaço pequeno e desajeitado para a tarefa. O texto diz que ele fazia isso para manter o trigo a salvo dos inimigos, ou seja, ele se dispôs a se esforçar mais manter o fruto do seu trabalho em segurança. Essa passagem mostra duas características de Gideão frequentemente ignoradas: coragem e responsabilidade. Coragem de fazer o que ninguém mais acreditava que dava para fazer, insistir em arar, semear e cuidar da lavoura mesmo sabendo que os inimigos poderiam vir e destruir ou roubar tudo. Imagino Gideão orando e pedindo a Deus que o trigo crescesse um pouco mais rápido para que ele pudesse colher antes da época que os inimigos costumavam chegar. Seja lá o que for que aconteceu, Gideão conseguiu colher a sua produção.

Responsabilidade é a outra característica que se evidencia no fato dele se dispor a trabalhar bem mais para bater o trigo no reduzido espaço do lagar. Isso, no entanto, fazia com que ele trabalhasse com pequenas quantidades de cada vez, mantendo o restante da produção devidamente escondida. Se os inimigos chegassem naquele momento só levariam o pouco que ele estava trabalhando naquele momento. A maior parte da produção estava protegida.

Diferentemente do que muitos pregadores interpretam Gideão demonstrou coragem e fé ao fazer tudo isso dessa maneira.

Não é de se espantar, então, a primeira frase que o anjo dirigiu a Gideão na sua revelação:
                  “O Senhor é contigo, homem valente (corajoso)”.

É interessante notar que Deus chama para sua obra pessoas que demonstram coragem e responsabilidade. Gideão semeou e colheu em época de dificuldades, Davi enfrentou um urso e um leão para proteger o rebanho pelo qual era responsável, José teve a coragem de ser fiel e responsável mesmo jogado à escravidão.

Os covardes não se expõe, não se esforçam e não se responsabilizam, por isso nunca se tornarão aptos a serem chamados por Deus para tarefas maiores. Os que fogem dos desafios e amolecem diante da prova acabam esquecidos, deixados de lado. No fim, diz o Apocalipse, deixarão de entrar no Reino dos Céus (Apocalipse 21.8)

Outro detalhe interessante de se observar é que todas essas pessoas citadas foram corajosas e responsáveis com o que estava ao seu alcance, nos seus negócios diários. Por causa disso Deus os considerou prontos para serem chamados para desafios maiores: Gideão para libertar a nação do jugo midianita, Davi para enfrentar um guerreiro gigante e José para administrar uma nação.

Está você sonhando com a liderança e desejando fazer a diferença na vida de outras pessoas? Comece por exercitar a responsabilidade pelos aspectos mais comuns da sua vida diária e por ter a coragem de fazer o que deve ser feito mesmo se as circunstâncias não se mostrarem favoráveis. Esse exercício vai desenvolver em você o caráter e as habilidades necessárias para o próximo passo que Deus tem para sua vida.

“Deus, o Senhor não nos deu espírito de covardia mas de coragem. Desperta-me para usar esta coragem em minha vida.”

Vinicios Torres 

Deixe o seu comentário no site: http://www.ichtus.com.br/dev/2014/08/22/liderando-com-o-coracao-lideres-sao-corajosos/








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.