Cada Dia, o Ano Todo!
Outubro
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
09 07 Independência oc
09 21 Primavera * oc
* 07 20 Homem na Lua oc
11.14 ..cristão tem ídolos? oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
...Eleições, prs
09 06 Saber o passado oc
09 16 Camada de Ozonio *oc
07 de abril Hist oc
09 11 Atitude na tragédia*
10 09 dia da criança oc
10.12 APARECIDA oc
é FERIADO oc
09.01 ESPERANÇA oc
09.02 ORGANIZAR FAZ BEM oc
 



Oc 01 A como começou? she

Certa vez, li que o Dia das Mães surgiu nos Estados Unidos:uma filha saudosa de sua mãe falecida, em certa data especial para elas, começou a homenagear todas as mães do lugar onde ela trabalhava (ou da igreja?)dando-lhes uma camélia, flor preferida da mãe dela. 

·      No Brasil, o Dia das Mães começou a ser comemorado lá pelos anos  de  1948/49
*Lembro da primeira homenagem feita na escola: todos no auditório, apresentação de uma peça mais alguns versos e cânticos. Todas as mães receberam uma camélia para colocar na lapela, ou no vestido(usava-se flor como broche) Depois, foi a vez de lojas e prestadoras de serviço, mais tarde juntaram-se as empresas...até que  o comércio descobriu nessa data um filão de ouro, e o processo foi invertido: em vez de gastarem dinheiro, que os filhos homenageassem suas PRÓPRIAS mães,  COMPRANDO presentes para elas.  

 

 ·   REFLEXÕES  REALISTAS...  

 

  Antes, todos os dias era dia de respeitar e honrar pai e mãe, obedecidos com um simples olhar, pedindo a bênção antes de dormir(pelo menos)cumprimentando os avós e beijando a mão quando vinham em visita. Era um tempo de respeito aos mais velhos, de respeito à instituição da família.     
·      Aceitei Jesus antes de casar. A igreja em que freqüento até hoje, faz-se festinha no dia das mães.Era um deleite enquanto as crianças eram pequenas:

- 'Tão lindinhas',  aqueles olhinhos brilhando, tanta espontaneidade! Com o passar do tempo, talvez após umas oito ou dez festinhas, comecei a perceber nota comum a todas as homenagens: “vestiam”nas mães um padrão de comportamento ideal. Espera lá! Estou sendo homenageada, ou estão me colocando em  “camisa de força”? Uma coisa é a gente ser por ser mesmo, outra coisa é ser obrigada a corresponder a certas expectativas impostas... Todos na igreja concordavam que mãe que se preza tem de ser assim mesmo, senão...está abaixo do padrão aceitável e precisa melhorar.  Comecei a não ir mais às tais festinhas, mesmo porque meus filhos, já crescidos, também delas não mais participavam.

·      Mas, fiquei pensado... # Eu sou assim:
 - PENSO! E ISSO PODE SE TORNAR UM GRANDE PROBLEMA, muitas vezes.     

·      Gente, mãe é uma pessoa, uma mulher, não apenas   a MÃE
  A melhor homenagem é reconhecer e agradar a pessoa que ela é: a pessoa por trás do papel que assumiu, e desempenha do jeito dela. Não pelo fato de estar enquadrada num certo protótipo de comportamento imposto por certo grupo, ou pela sociedade em geral. Lembro da frase de um famoso poeta:
“Ser mãe é sofrer num paraíso”  O que?  Ser mãe é ser masoquista, pessoa que tem prazer no sofrimento? É ser uma aberração psicológica? às favas com essa idéia! Além do mais, foi escrita por um homem: era a expressão de um mundo machista, impondo um padrão aceitável de mãe: sofra tudo pelos filhos, e nem ouse reclamar.                             Que é isso? 
·      Tudo bem se for uma escolha pessoal, expressão do amor mais desinteressado que existe, depois do amor de Deus. Mas, o  reconhecimento precisa vir de cada filho para sua mãe, não imposto pelo grupo.  Alguém dizia:

 “Por favor, não precisa levar flores ao meu túmulo: prefiro recebê-las em vida

  * Reconhecimento, carinho, uma palavra amiga não custa nada, e VALE muito!

 ·      Outra situação, foi a de um filho falando à mãe que lhe perguntava se tudo o que fizera por ele não fora demonstração de amor, ao que o filho disse:

                                ·      - “Mas a senhora se realizou fazendo o que fez.” 

# Aqui, amigas, uma grande lição: se fizer algo pelos seus esperando reconhecimento
gratidão, ou seja lá o que for, NÃO FAÇA! Em qualquer situação a motivação do nosso agir  deve ser agradar a Deus, e estar bem com nossa consciência. Tudo o que vier, além disso, é lucro. E se não vier nada, pelo menos
não haverá frustração, 
                                                             -  o que já será um grande alívio. 

·      às vezes, as pessoas ficam chocadas quando se fala a realidade dos fatos, pois a sociedade impõe um certo padrão de idealismo, “doura a pílula” para ser engolida com mais aceitação, e envergonha se reclamar seus direitos: 
                            - uma forma nada sutil de opressão.  

·      Algumas ocasiões, em minha vida, tenho dado voz ao que muitos pensaram (ou nem ousaram pensar que sentiram) e não tiveram coragem de expressar. 

·      Para muitas, tem sido alívio ver que alguém ousou falar a verdade, mesmo que fique na dela, apenas dê um sorriso enigmático, e se omita. 
            Ou, com um sorisso amarelo, diga: : - Nâo,imagiiiineee!  
Bem, no site há outras mensagens, mais alentadoras, sobre o que Deus tem para nós, apenas
UMA MULHER QUE SE TORNOU MÃE:
                 a você, minha homenagem sincera.#     

De fato, Deus Se importa, Deus cuida da mulher ...  (ver artigos no site) 
Afinal, somos a  'cereja'  no bolo da Criação ! 
- somos filhas de Deus, somos princesas, filhas do Rei !
   -  Não deixemos que papéis impostos nos façam esquecer QUEM somos. 
     -  Estamos de passagem, tudo aqui é transitório: momentos felizes, tristezas...
       - Só a presença de Deus no coração é para agora, e para sempre !
 Se cuidados ou angústias pesam no coração por causa de algum filho, lembre-se :
      ' irá a Minha presença contigo e Eu te darei descanso'  Ex 33.14  
             Do que mais alguém precisa, mesmo que seja uma MÃE  ? #

 

    

     







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.