Cada Dia, o Ano Todo!
Outubro
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 25 QUEM é O INIMIGO? oc Rv
09 07 Independência oc
09 21 Primavera * oc
* 07 20 Homem na Lua oc
11.14 ..cristão tem ídolos? oc
Dentro.Fora da IGREJA oc
...Eleições, prs
09 06 Saber o passado oc
09 16 Camada de Ozonio *oc
07 de abril Hist oc
09 11 Atitude na tragédia*
10 09 dia da criança oc
10.12 APARECIDA oc
é FERIADO oc
09.01 ESPERANÇA oc
09.02 ORGANIZAR FAZ BEM oc
 



Oc 02 B Quem cuida das mães? she

  OC 03 B   QUEM CUIDA DAS MÃES?

Como cristãs, vivemos para Deus: o padrão de nosso comportamento está na Palavra: 
'
tudo quanto  fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens'  Cl 3.23   # Era o moto da nossa união feminina (quando houve)
*Mãe, falo com você, mulher que deu à luz filhos: -“Deus ousa, ao confiar Suas criaturas a simples mortais” pensei quando me vi com meu filho recém nascido, ao chegar da maternidade.   Havia um misto de ternura, responsabilidade e temor:
                         - “Um ser tão frágil a mim confiado...”
·      Nem sempre fiz o melhor, nem sempre fiz o certo. Mas, fiz o melhor que pude, com todas as informações que possuía e outras, que fui atrás para obter.
Certa vez,
ouvi: -    Os dias são longos   (e as noites? quando choram, ou adoecem...)
              
mas os anos voam!”
·      Logo, um pedaço de nós anda por aí com barba no rosto,  ou formas de mulher. Pensam que sabem tudo, têm resposta para tudo.   Adultos, vão viver a vida deles.
É assim mesmo: é a vida!  
E nós, mulheres que os deram à luz ? Falando sobre maternidade, uma moça sem filhos achou exagero quando eu disse: -“Por uns quinze anos, esqueça sua agenda: VIVERÁ EM FUNÇÃO DA AGENDA DELES. E por toda a vida, rasgue do seu dicionário a palavra SOSSEGO” A grande questão é:
                         COMO VIVER TAL REALIDADE, COM ALEGRIA ?
 
                                      ·     
 SÓ PELA GRAÇA DE DEUS !  2 Co 12. 9
·      Deus sabe como uma mãe se sente: ”pode a mulher se esquecer do filho...?
          #  mas ainda que esta se esquecese, Eu não,,..”  Is.49.10
·      Ainda que pai e mãe desamparem, Deus não, Sl 27.10
 Muitas vezes, como mães, não podemos contar com ninguém, a não ser Deus.Os maridos fazem a parte deles, do jeito de cada um. Mas, todas as mães já ouviram, em ocasiões de problemas: -“O teu filho...” E como doeu! E como nos sentimos sós! Não fosse Deus... Na verdade, ninguém entende bem as mães, a não ser outra mãe, e Deus. Por isso, há textos preciosos para as mães:
                                ·      “A minha graça te basta”, para um espinho na carne.
# Lembremos da coroa de espinhos de Jesus: quantos pensamentos passam pela cabeça das mães, que ferem como espinhos, e não adianta falar: ninguém entende.
                 Então, clamemos ao Senhor: há provisão da graça !  
Lança teu cuidado ao Senhor, e Ele te susteráSl 55.22  # Certa vez esse verso foi tão especial para mim: - “Obrigado Deus, pois o Senhor sabe que
não é ansiedade, é CUIDADO: nada posso, mas Tu me sustentas”
SUSTÉM...através de noites mal dormidas, da rotina de fraldas e mamadeiras, das  
                 vacinas sem fim...# Eles ficam enjoadinhos: sentem-se mal !
SUSTÉM...  na fase das papinhas: - “Tem que comer, não quer comer ...”
                 Na fase dos dentinhos, de engatinhar e aprender a andar.
                 Na fase de tirar as fraldas. E por todas as doenças da primeira infância.
SUSTÉM... na ida à escolinha, quando o coração fica partido, de deixa-lo lá...
            ... quando precisamos arranjar  mil e uma novidades para as festinhas...
                E a gente sorri, tira fotos! Querendo perpetuar o que se vai com o tempo. 
SUSTÉM... mais tarde, já crescidinhos, través de todas as lições de casa, reuniões de 
                pais, trabalhos... Além  da jornada dupla, atender marido, a igreja...
SUSTÉM...através da fase conturbada da adolescência  !
SUSTÉM... na fase tensa de escolha da faculdade,  do vestibular, da independência
                recém conquistada !             
SUSTEM... de cara bonita, quando a gente fica “vendo filme” na TV 
                       ( mas de coração na mão) até que eles voltem.
SUSTEM... calada, quando, quase morta de preocupação, a gente os  vê chegarem  
                numa boa, ao terem mudado os planos, e não avisaram nada.
SUSTEM...o coração grato por terem voltado, e chegado bem.
SUSTEM...as palavras brandas, quando a vontade do EU é falar um monte ...   
SUSTEM... o ânimo e a fé  em Deus, quando a gente vê  onde vai dar,
                e não se pode falar nada, pois não adianta, e só complica.. 
SUSTEM...através de cada fase, quando a gente está  no fim de suas forças, e ainda  
               precisa...   Há tanto que fazer!
SUSTEM...quando se ouve palavras que fazem o coração desfalecer: filho adulto fala 
            cada coisa dura de se ouvir! Mas só se darão  conta quando for a vez deles.
SUSTÉM... através de todos os conflitos entre o ser apenas uma mulher, e alcançar  
             o padrão esperado
SUSTÉM...quando todos se vão, e a casa fica vazia.
SUSTÉM...aconchegadas, como em comprido casaco de peles, aquecendo-nos o  
               coração, e mantendo o brilho no olhar, como diz a  palavra do salmista:
               circunda-me da Tua benevolência como de um escudo’   Sl 5.12 
Enfim, queridas, a Bíblia diz: Ele conhece nossa estrutura, lembra-se que somos pó
'
 até à velhice eu serei o mesmo, e ainda até às cãs eu vos trarei; eu o fiz, e eu vos levarei, e eu vos trarei, e vos guardarei.”  Is 46.4   Sl 103. 14 
 Louvado seja Deus, Fiel através dos anos,
                                   Fiel a nós, apenas mulheres que deram à luz filhos. 

     Louvado seja Deus, que cuida das mães e não as desampara nunca !  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.